sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

As 4 velas: a parábola que nos ensina por que nunca podemos perder a esperança!


Leia esta parábola com muita atenção, ela trará um grande ensinamento que mudará a sua vida!


A esperança é um sentimento muito valioso que, quando cultivado, realmente nos transforma, abrindo portas nas horas mais difíceis e nos mostrando que a vida é muito maior do que os nossos problemas, e tem presentes incríveis para nos entregar, se tivermos paciência e esperar o momento certo.


Quando estamos passando por problemas que desafiam as nossas forças e nos causam feridas profundas, tendemos a abrir mão da esperança e simplesmente permitir que a vida siga seu curso, sem fazermos nada para garantir o nosso sentimento de bem-estar.


Nós deixamos de nos cuidar e com isso sacrificamos a nossa felicidade, sucesso e grandes oportunidades de vida por circunstâncias que, muitas vezes, nem eram tão sérias assim nem permaneceriam em nossa vida por muito tempo.


A falta de esperança nos causa traumas graves e nos faz desconfiar de nossa própria capacidade de sermos felizes e bem-sucedidos.

 

Quanto mais deixamos de acreditar que as coisas podem dar certo para nós, mais sabotamos o nosso futuro e nos contentamos com uma vida inferior à que realmente merecemos.


Por tudo isso, é muito importante nunca deixarmos de ter mente positiva e compreendermos que nenhuma situação da vida é eterna e que, só porque o hoje está sendo difícil, não significa que o amanhã também será.


A esperança é uma grande aliada nos momentos complicados da vida, e quando aprendemos a cultivá-la em nosso interior, seremos muito mais sábios e mais bem preparados para seguir o nosso caminho com a confiança de que tudo dará certo, quando for a hora.


Se você, neste momento, está lutando para manter sua esperança viva em meio a dificuldades, certamente gostará de ler esta poderosa parábola. Ela nos ensina qual é o verdadeiro poder da esperança e nos motiva a mantê-la viva dentro de nós, não importa o que estejamos passando.


Faça essa leitura com muita atenção e permita que a mensagem da parábola entre em seu coração!


Parábola das 4 velas

Quatro velas estavam queimando silenciosamente e lentamente derretendo. O silêncio era tão grande que dava para ouvi-las conversando.


A primeira disse:


– Eu sou a paz… Eu não sei o que faço acesa neste mundo. Os homens preferem a guerra e a violência. Acho melhor me apagar…


E a sua luz se apagou.


A segunda disse, quase inaudível:


– Eu sou a verdade… Já não sirvo para nada neste universo. As pessoas preferem viver na mentira e no engano. Sou excluída e mentem tanto uns aos outros. Eu já não tenho nada que fazer neste planeta. Vou desaparecer…


Assim que ela se calou, uma leve brisa soprou e apagou a vela.


A terceira vela triste também se manifestou:


– Eu sou o amor… Eu já não tenho forças para manter a minha chama. As pessoas já não creem no amor: os casais se divorciam e as famílias se dividem. Reina o egoísmo em tantos lugares. Prefiro extinguir-me… E foi-se apagando…


De repente, uma criança entrou na sala e, vendo as três velas apagadas, começou a chorar e disse:


– Estou com medo. A paz, a verdade e amor desapareceram. O mundo está nas trevas. Não quero viver neste escuro.


A última vela, a única que continuava acesa, iluminou as lágrimas de seus olhos e lhe disse:


– Não chore, não tenha medo. Enquanto eu permanecer acesa, posso acender todas as velas que estiverem apagadas. Eu sou capaz de dar luz outra vez à paz, à fé e ao amor.


O menino perguntou:


– Você é capaz de acender outra vez a luz da paz, da fé e do amor? Quem é você?


A vela, então, respondeu:


– Eu sou a esperança. Enquanto eu permanecer acesa, nem tudo está perdido. Com minha luz, pode-se acender outra vez a paz, a verdade e o amor.


E assim, todas as velas foram novamente acesas.


A esperança é como uma vela que nunca deixa de queimar. Se ela estiver viva, ainda que outras luzes se apaguem, nunca ficaremos no escuro.


Acenda a sua luz da esperança e cuide dela todos os dias, ela o ajudará a permanecer forte e iluminará o caminho para uma realidade muito melhor.


Mantenha esta parábola em seu coração e compartilhe-a com os amigos que precisam dessa mensagem!


*Luiza Fletcher


Quem desconta seus problemas nos outros, acredita que a culpa é de todo mundo, menos dele mesmo!

Você com certeza já conheceu alguém que não consegue admitir um erro e que possui a necessidade de colocar a culpa de tudo que acontece nos ...