terça-feira, 31 de agosto de 2021

“A fé em Deus nos faz crer no incrível, ver o invisível e realizar o impossível” (padre Marcelo Rossi)


Leia esta poderosa reflexão inspirada na frase do padre!


Padre Marcelo Rossi é um dos grandes representantes do catolicismo em nosso país. Sacerdote, escritor e cantor, Marcelo está há décadas fazendo parte da rotina de muitas famílias cristãs, na televisão e nos sermões, e tem uma estrada muita longa na fé, sendo reconhecido até mesmo por pessoas que seguem outras religiões.


Provavelmente todos nós já vimos pelo menos algum familiar ou conhecido assistindo ou escutando suas pregações, ou tenhamos nós mesmos o hábito de acompanhar as suas celebrações, pois sabemos que ele sempre tem algo positivo para acrescentar a nossas vidas.


Com o advento das redes sociais, o sacerdote viu na web uma maneira especial de estar perto do seu público, e está constantemente compartilhando frases e mensagens de sua autoria como forma de reforçar a fé dos internautas.

 

Há algum tempo, padre Marcelo compartilhou uma frase impactante nas redes, que com certeza nos traz uma dose de motivação nos momentos em que sentimos que as nossas forças estão se acabando: “A fé em Deus nos faz crer no incrível, ver o invisível e realizar o impossível”.


Na vida, todos passamos por caminhos tortuosos e momentos de insegurança e medo, que nos abalam e podem nos fazer desviar da rota da felicidade e plenitude. No entanto, nunca podemos deixar que os problemas nos afastem da fé em Deus, pois é ela que nos sustenta quando as coisas não estão seguindo o nosso caminho.


A fé em Deus nos fortalece, nos ajuda a caminhar com a cabeça erguida e nos mostra que somos vencedores, e plenamente capazes de realizar os sonhos mais verdadeiros dos nossos corações.


Ela nos capacita para vencer qualquer obstáculo que se coloque em nosso caminho e nos preenche com segurança e coragem, para que não permitamos que um momento de fraqueza sabote o futuro lindo que temos pela frente.

 

A fé em Deus nos mostra que há mais coisas reservadas para nós do que podemos imaginar, e nos deixa claro que não há “impossível” para aqueles que escolhem confiar n’Ele com todo o coração, pois Deus sempre sabe o que é melhor para nós, e responde às nossas orações no momento certo.


Ter fé em Deus nos torna muito mais fortes diante da vida e nos abre as portas para uma realidade de prosperidade e vitórias infinitas. Guarde a mensagem do padre Marcelo Rossi em seu coração e nunca deixe de confiar em Deus, pois Ele tem o melhor para a sua vida.



*Luiza Fletcher

segunda-feira, 30 de agosto de 2021

Quantas vezes nessa vida a gente se atropela…


Quantas vezes nessa vida a gente se atropela! Atropela o corpo, atropela a alma, atropela o tempo de maturação de uma experiência, de uma sensação.


A gente atropela os dias, com todas as tarefas que temos, com os deveres mais importantes, com as coisas mais relevantes, a gente não guarda 10 minutos para sentar, respirar e pensar nos passos dados, na direção dos voos. Não dá tempo de parar o atropelo para meditar sobre nós mesmos.


A gente atropela os sinais do corpo, coloca mais um antiácido no estômago, deixa as necessidades básicas para depois, melhor responder a emergência dos e-mails primeiro. A gente atropela a mastigação do almoço com digitações no celular. A gente atropela o momento de conversa com o parceiro por coisas que temos que postar. A gente atropela um olhar, uma flor, um filosofar mais profundo com um vomitar nossas dores e falar sobre a vida dos outros.


A gente atropela nossos aprendizados diários com pensamentos que não vêm ao caso, a gente atropela a possibilidade de outros entendimentos, de outras interpretações com a nossa raiva instaurada, com a nossa dor pré-concebida, com os nossos vícios de ser o que já sabemos ser.

 

A gente se atropela dando ouvidos demais ao que, no fim das contas, não interessa nada na nossa estrada.


A gente atropela um olhar bonito, um cheiro bom, um momento único com a vontade de que as coisas cresçam e vinguem no momento seguinte.

A gente atropela um momento de chegada, uma fase de alívio, uma veia rasgada, um coração rompido. A gente atropela o luto e o sentimento recém-nascido.


A gente atropela um abraço de uma criança, a gente atropela tantas árvores todos os dias, a gente atropela as boas ideias, a poesia falando mal do vizinho. A gente atropela as soluções com um excesso de problemas, a gente atropela a maré mansa de dentro com imposições e expectativas. A gente atropela quem não se atropela e senta um pouco todos os dias teimosamente no meio da estrada dos atropelados.

 

A gente atropela os dias, a geografia, a nossa história de vida. A gente atropela o eu te amo da mãe no telefone, a gente atropela as presenças com a nosso constante foco na falta, a gente atropela os pequenos significados com expressões gigantes que vivemos esperando aterrissar na nossa janela.


A gente atropela o silêncio, o nosso e o dos outros, atropela o futuro com nossos medos bobos, atropela o passado, manchando com nossos apegos e desgostos… atropela o presente com a acidez do desconforto de não saber mais estar na própria pele.


A gente se atropela.


*Clara Baccarin 

sexta-feira, 27 de agosto de 2021

Às vezes tudo o que a gente precisa é abandonar a causa…


Sabe aquele dia que parece que a vida se tornou um emaranhado de fios de alta tensão?


Por onde quer que você tente desfazer os nós, enfiar as mãos, encontrar soluções, os outros lados se embolam mais. É que nem bijuteria antiga enferrujada, aquelas correntinhas guardadas juntas num porta-joias antigo e você pode ficar horas na frente da TV, esticando as linhas nos joelhos, e a coisa não desenrola: desfaz um nó aqui e cria outro acolá.


Sabe quando parece que a vida se tornou aquele bendito cubo mágico, que você quebra a cabeça resolvendo um dos lados, alinhando a mesma cor, e quando vai trabalhar na outra face, bagunça tudo o que já tinha conseguido?


Você já teve essa sensação de que algumas situações quanto mais mexe mais fede?


De que aquela repetição de atos e conversas além de não estar levando a lugar nenhum, muito menos dissolvendo os problemas, está causando dores de estômago, esgotamento emocional, enjoo em todas as partes do corpo, pois é como ouvir a estridência de uma mesma música 521 vezes, ou engolir pelos ouvidos aquelas mesmas falas.


É como estar viciado em jogar na cara verdades que vêm de dores, é como querer resolver os dramas trazendo ele à tona a cada 5 minutos. É como querer fechar as feridas cutucando-as sem parar. É como querer lavar a alma, resolver a vida, limpar a casa, mas jogando as merdas todas no ventilador.


E depois de tantos nós desfeitos e refeitos, depois dos bolos todos no estômago, depois da exaustão dos dias, você pensa: e se eu simplesmente desistir dessa luta insana? E se eu seguir o conselho de minha avó ‘o que não tem remédio, remediado está! ’?


E se você perceber que pode simplesmente abandonar uma discussão no meio, pode jogar aqueles colares enroscados no lixo, pode dar um chute metafórico em tudo, porque tudo isso está sim ‘macumbando’ seu coração, amargando sua alma e atrasando sua vida?


Há sempre a opção eject, pedir pra sair, pular do trem em movimento, desligar telefone na cara, sair andando sem mais nem menos. Fechar a boca e não engolir mais nenhum sapo.


Há sempre a opção de não participar da fervura do momento, de não ter as respostas na ponta da língua, de não querer falar mais para não deixar as emoções mentirem pela sua própria boca. Porque às vezes a gente é caldeirão em ebulição e está precisando apenas de um tempo quieto, de decantação para as coisas começarem a fazer mais sentido.


Porque a vida parece não parar, mas a gente pode sim escolher a paz sem razão, abandonar o sem solução, aceitar não ter decisões, viver um dia de cada vez, sem medo do que vier, ou não vier, porque o que importa é o agora.


Importa é conseguir respirar, conseguir se desenterrar e se resgatar no meio de tudo isso.

Importa é deixar a vida agir em nós com seu tempo e razão e sorrir tranquilos sabendo que tudo o que vem de um não atropelo e sim de uma fluidez de dentro é o que realmente faz sentido.


Às vezes tudo o que a gente precisa é abandonar a causa.


*Clara Baccarin  

quinta-feira, 26 de agosto de 2021

Ninguém chega em nossa vida por acaso…

Ninguém chega até nós… E ninguém permanece em nossa vida por um simples acaso.


Pessoas nos encontram ou nós as encontramos meio sem querer não há programação da hora em que as encontraremos.


Assim, tudo o que podemos pensar é que existe um destino, em que cada um encontra aquilo que é importante para si.


As pessoas que entram em nossa vida, sempre entram por alguma razão, algum propósito.


Ainda que a pessoa que entrou em nossa vida, aparentemente, não nos ofereça nada, mas ela não entrou por acaso, não está passando por nós apenas por passar.


O universo inteiro conspira para que as pessoas se encontrem e resgatem algo com as outras.

Discutir o que cada um nos trará, não nos mostrará nada, e ainda nos fará perder tempo demais desperdiçando a oportunidade de conhecer a alma dessas pessoas.


Conhecer a alma significa conhecer o que as pessoas sentem, o que elas realmente desejam de nós, ou o que elas buscam no mundo, pois só assim é que poderemos tê-las por inteiro em nossa vida.


A amizade é algo que importa muito na vida do ser humano, sem esse vínculo nós não teremos harmonia e nem paz.

Precisamos de amigos para nos ensinar, compartilhar, nos conduzir, nos alegrar e também para cumprirmos nossa maior missão na terra: “Amar ao próximo como a si mesmo”.


E para que isso aconteça, é preciso que nos aceitemos em primeiro lugar, e depois olhemos para o próximo e enxerguemos o nosso reflexo.


Essas pessoas entram na nossa vida, às vezes de maneira tão estranha, que nos intrigam até.

Mas cada uma delas é especial, mesmo que o momento seja breve, com certeza elas nos deixarão alguma coisa.


Observe a sua vida, comece a recordar todas as pessoas que já passaram por você, e o que cada uma deixou.


Você estará buscando a sua própria identidade, que foi sendo construída aos poucos, de momentos que aconteceram na sua vida, e que até hoje interferem em seu caminho.


Passamos por vários momentos em nossa vida.

Momentos estes que nos marcam de uma forma surpreendente, nos transformam, nos comovem, nos ensinam e muitas vezes, nos machucam profundamente.


Quando sentir que alguém não lhe agrada, dê uma segunda chance de conhecê-lo melhor, você poderá ter muitas surpresas cedendo mais uma oportunidade.


Quando sentir que alguém é especial para você, diga a ele o que sente, e terá feito um momento de felicidade na vida de alguém.

 

Não deixe para fazer as coisas amanhã, poderá ser tarde demais.


Faça hoje tudo o que tiver vontade.


Abrace o seu amigo, os seus irmãos, os seus filhos.

Dê um sorriso para todos, até ao seu inimigo.


Se estiver amando, ame pra valer, viva cada minuto deste amor, sem medir esforços.

Seja alegre todas as manhãs, mesmo que o dia não prometa nada de novo.


Preste bastante atenção em todas as pessoas, elas podem estar trazendo a sua tão esperada FELICIDADE!

 

*Vilma Galvão

quarta-feira, 25 de agosto de 2021

Bem-me-quer ou malmequer: como saber se uma pessoa ama você?


Ninguém quer amar sozinho. Todos desejam vivenciar uma relação de amor correspondida e assim construir laços mais fortes e duradouros.


E mesmo o amor sendo um sentimento que precisa existir independente do outro, nas relações amorosas é importante ser amado, além de ser muito bom. Mas e como saber se uma pessoa ama você? Que atitudes e sinais demonstram esse amor e nos faz ter certeza que o amor é correspondido?


É sobre isso que este artigo irá falar. Veja abaixo dicas para saber se uma pessoa ama você:


Quem ama se dedica


O amor é um sentimento nobre e acompanhado de atitudes de carinho, respeito e marcado fortemente por uma coisa chamada dedicação. Quem ama se dedica, cuida e, mesmo que aos olhos do mundo isso não fique claro, o ser amado sente. Portanto, o primeiro sinal para saber se uma pessoa ama você é a dedicação. Mas e o que é dedicação? Segundo o dicionário Aurélio, dedicação é “afeto extremo, devoção para com alguém ou alguma coisa”. O afeto e a devoção são ramificações do amor. Quem ama possui afeto e dedicação, seja nas coisas mais simples, como nos momentos mais difíceis.


Quem ama quer estar perto


Quem não quer estar perto quando se ama? Todo mundo sabe que o amor é um sentimento gostoso de viver ao lado do ser amado. Quem ama não precisa mais do que a companhia da pessoa amada para sentir bem-estar. Seja num passeio ou numa simples pipoca de frente à TV, estar perto de quem se ama é uma imensa prova de amor. É nas coisas mais sutis que o amor se revela.

 

O amor é companheiro


Falar de amor é falar de convivência, de parceria, de união. Quando duas pessoas se amam elas compartilham o aprendizado da vida e constroem os laços que a vida fortalece com o passar do tempo. Quem ama é parceiro nos mais diversos momentos. Quem ama está presente nos episódios importantes, sejam eles bons ou ruins, e sua presença é lembrada como fortaleza e porto seguro.


O amor tem dessas coisas, afinal. Quer estar perto, compartilha e se dedica. Qualquer pessoa que tenha o mínimo de amor por outra possui essas atitudes. Portanto, observe sua relação e, se seu amor é assim, comemore. Amar é uma das experiências mais belas e saudáveis que existe. Aproveite as dicas e não deixe também de amar, compartilhar e se dedicar à pessoa que você ama. Afinal, reciprocidade adoça ainda mais a relação.


*Lidiane Franqui

terça-feira, 24 de agosto de 2021

Acredite em mim, você é mais forte do que imagina e Deus jamais o abandona!


Talvez, todos esses acontecimentos, toda essa dor seja para curá-lo. É difícil entender, não é mesmo? Mas, só tenha fé, afinal, Deus é muito maior do que nosso entendimento, os planos de Deus são maiores que os nossos.  Permita-se chorar quando estiver com vontade, permita-se sentir, mas tenha fé e esperança de que tudo vai passar, e quando tudo passar, você se tornará mais forte do que já é.


Ei, você é FORTE E SUA VIDA É IMPORTANTE!!


Muitas vezes você se pega pensando que não suporta mais e, em alguns casos, você se sente culpada(o) por ter uma família maravilhosa, saúde, talvez poucos amigos, mas são estes, que realmente se importam com você. E então… por que me sinto assim? Por que o desânimo? A vontade de não fazer nada? Alteração no apetite? A falta de gosto dos alimentos? E você se lembra, quantas pessoas sem o que comer, e porquê me sinto assim? E então a culpa e sentimentos negativos vem à tona. E não basta você já se culpar por se sentir assim, pessoas que amam você o lembram disso tudo e ainda citam uma situação ruim que certo alguém vive, “desmerecendo” o que você está sentindo e talvez nem saiba explicar o porquê.


Ei, eu quero lhe dizer uma coisa! Sua família e amigos só querem tentar fazê-lo sentir-se bem. Eles não sabem que você já se culpa por saber de tudo isso, então perdoe-os eles e perdoe a si mesmo, não se cobre tanto, não faça comparações, ou melhor, tente todos os dias lembrar-se de que é um momento ruim e você não tem culpa por estar assim.

 

Acredite em mim, você é forte. É você que, mesmo sentindo tudo que sente, a falta de ânimo de fazer até mesmo as coisas que amava, ainda precisa se levantar e ir ao trabalho, escola ou faculdade e realizar tarefas do dia a dia.


E para você, que deixou de fazer algo, lembre-se: você é forte e mesmo sem ânimo, mesmo com uma visão distorcida de quem você é, de como é especial, forte e linda(o), continue lutando a cada dia, arrume-se, mesmo sem vontade, cuide-se, tome um banho quente, sempre que necessário, fique um pouquinho debaixo da água quente, eu acredito que isso ajudará a relaxar), e, caso algum dia você não consiga, não se julgue.


Talvez você esteja aí pensando: “EU não sou forte, eu não consigo” ou “eu já usei todas as minhas forças”; EU quero lhe contar um segredo: a nossa força vem do Senhor, que é muito maior do que tudo isso que você está passando, muito maior do que todo seu entendimento. E não o esqueceu, Ele não deixou de amá-lo, caso você esteja pensando isso e se perguntando: “Então por que Ele deixa acontecer isso comigo?”. Porque ainda estamos no mundo, onde não é nossa casa. Ele mesmo disse que seria difícil, porém Ele também disse que a chegada valeria a pena, e eu posso te garantir isso, não porque nós merecemos, mas para Honra e Glória de Deus, acredite nisso.


Além disso, Ele também disse que estaria conosco em todos momentos, mesmo se parecer que está distante, Ele não está.

 

Eu acredito que deve ser difícil para você procurar por ajuda, ou que guarde tudo para si mesmo e tente fazer com que ninguém perceba o que se passa dentro de você, mas, por favor, procure por ajuda, explique a sua família o que se passa no seu coração, explique que você reconhece tudo o que tem, mas, não sabe o porquê está desse jeito. Eles vão ajudá-lo. O que você tem, não é falta de Deus, não é falta de fé, é como uma doença física e Deus é tão bondoso, que deixou os médicos para cuidarem de nós, e caso você não tenha com quem possa falar, para que o ajude a procurar por ajuda, lembre-se: você é forte, sua força vem de Deus, você é capaz.


Talvez você tenha perdido amigos, e pessoas que você ama o deixaram, mas, perdoe-as, elas não conseguem entender o que está acontecendo, talvez não estejam prontas para s doar, e se agora você está pensando, “eu não consigo perdoar”, faça isso por você, espelhe-se em Jesus que, mesmo humilhado, pediu a Deus que perdoasse essas pessoas, e o mais importante, você tem um amigo incrível, que nunca irá abandoná-lo. Ele te ama, Ele é JESUS. E caso você ainda não tenha intimidade com esse amigo incrível, eu quero lhe dizer que Ele só está esperando você abrir seu coração para que Ele possa entrar. Ele não vai abandoná-lo. Busque ser apaixonada(o) por Ele, Ele nunca o decepcionará.


Você pode não entender a dor que está sentindo agora, talvez tenha acontecido várias coisas com você ao mesmo tempo, mas eu lhe peço que tenha esperança, e tudo bem você questionar o porquê de acontecer, saiba que somos humanos, mas tenha fé.


Talvez, todos esses acontecimentos, toda essa dor seja para curá-lo. É difícil entender, não é mesmo? Mas, só tenha fé, afinal, Deus é muito maior do que nosso entendimento, os planos de Deus são maiores que os nossos.


Permita-se chorar quando estiver com vontade, permita-se sentir, mas tenha fé e esperança de que tudo vai passar, e quando tudo passar, você se tornará mais forte do que já é. Além disso, poderá ajudar outras pessoas a se curarem.  Tem algo mais gratificante do que isso?


Reflita, sua vida será usada por Deus para abençoar alguém, curar alguém, alegrar alguém, doar-se a alguém.


Lembre-se sempre, se preciso, anote em todos os lugares: tudo isso vai passar, para honra e glória do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo!!


E nunca se esqueça de ser apaixonada(o) pelo meu, seu e nosso amigo JESUS, Ele nunca o abandonará, Ele sofre com você e conforta seu coração, Ele se alegra com você, Ele conhece sua essência. Seja como criança, conte tudo a nosso Pai, conte tudo a Deus, quanto mais você se aproximar dEle, maior você o enxergará.

 

Eu me comprometo a orar por você, para que conheça de verdade esse infinito amor de DEUS e acalme seu coração, e para que você tenha forças para buscar por ajuda!


Uma oração é uma expressão de amor. Eu sou muito grata a DEUS quando alguém me diz que está orando por mim. E eu desejo que você sinta esse amor.

SUA VIDA É IMPORTANTE, E EU AMO SUA VIDA EM CRISTO JESUS.   


*Taina Gabriele Lopes


Direitos autorais da imagem de capa: wallhere / 638286

segunda-feira, 23 de agosto de 2021

O problema por trás do Problema


Lara, 35 anos, limite estourado. Juros do cheque especial, dívida de 30 mil reais e uma frase: “30 mil reais resolveriam minha vida”. Só que é a terceira vez, em três anos, que Lara visita o cheque especial.⁣

Marco, 27 anos, sozinho no sábado à noite. Uma taça, uma cadeira e uma frase, todas vazias. A frase? “Uma boa companhia resolveria minha vida”. Só que Marco não encontra boas companhias desde os 12 anos.⁣

Caio, 38 anos, quase tudo em tudo. Quase diretor, mas a crise não deixa. Quase maratonista, mas o frio não deixa. Quase casado, mas a noiva mora em outra ci-dade e a distância não deixa. Caio dirá: “quando a crise, o frio e a distância passa-rem, eu serei”. Mentira. ⁣

O que Lara, Marco e Caio têm em comum? Todos focam em problemas circuns-tanciais. Nenhum olha para problemas existenciais. Ninguém enxerga o problema por trás do problema.⁣

Não é a falta de renda que compromete Lara. É a falta de equilíbrio. A pergunta não é “onde encontrarei dinheiro?”. A pergunta é: quem sou eu que nunca consigo viver com o que ganho?⁣

Marco não é prejudicado pela falta de companhia, mas pela falta de capacidade de construir relações. A pergunta: quem sou eu que não consigo fazer amigos?⁣

A distância, o frio e a crise não são problemas estruturais. O problema essencial de Caio é o não comprometimento. A questão é: quem sou eu que nunca cumpro um plano? ⁣

O que fazemos? Vemos o problema circunstancial. E esquecemos da essência. Mas se vivemos igual situação, o problema é existencial. Psicólogos dirão que você não aprendeu com a experiência prévia. Leigos falarão do seu “dedo podre”. Mas não é o seu dedo que é podre. É o seu gosto que é podre. Você gosta de agir dessa forma mesmo sabendo do sofrimento final. Sofrimento porque seu desejo não se cumprirá. É “o desejo pela não realização do desejo”. E isso é grave. Há pessoas com 50 anos vivendo os dramas que viviam aos 20.⁣

Se a circunstância se repete, mude a pergunta. Não questione qual é o problema. Pergunte qual é o problema por trás desse problema. Isso fará com que ele não se repita. E mudará o seu nível de vida.


* Sumer Agi

sexta-feira, 20 de agosto de 2021

Começo meio e fim. Quem foi que disse que a vida é assim?


Acho estranho quem nunca desiste, nunca muda, nunca erra. Quem nunca se permite dar voltas na vida. Não volta atrás em uma decisão.


Quem não rebobina um filme ou não dá um passo maior que a perna e assim aprende a voar. Estranho é quem acha que a vida é sempre em frente e em linha reta.


Começo, meio e fim. Quem foi que disse que a vida é assim?


Estranho é quem tem certeza de tudo, já nasceu sabendo, tem um planejamento arquitetônico da vida, cada centímetro no seu lugar.

 

Estranho é quem não troca o certo pelo duvidoso e o duvidoso pelo certo. Quem não cai de paraquedas numa história, quem não tropeça e quem não aprende a levantar, quem não encontra desvios no caminho. Quem não se perde para se encontrar. Quem não escuta o coração.


Estranho é quem não inclui um subcapítulo no roteiro da vida e não muda totalmente a própria história. Estranho é quem não titubeia. É quem não rasura os traços do destino com desenhos do acaso.


Estranho é quem não muda o filme quando sente que não pode mais engolir as mesma falas. E quem não repete muitas vezes a mesma história quando ainda se encanta com ela.


Estranho é quem não entende que a vida é balanço e não sabe que o vento que guia a nossa natureza humana é rebelde, vezes levando longe, vezes descabelando, vezes girando em torno de si mesmo.

 

Estranho é quem não percebeu que a vida não tem GPS e que as setas indicam para todos os lados porque na bússola do coração o norte varia de acordo com a umidade do am(ar). Estranho é quem não aceita a nossa inerente inconstância humana.


Estranho é quem segue a boiada sem nunca questionar. Quem acha tudo normal. Quem não experimenta, nem que seja em pensamento, viver na pele de outra pessoa. Estranho é quem não quer se testar, quem não tem abertura para ouvir, expressar, tentar entender, mudar de opinião, em busca de desenvolver nesta vida mesmo o melhor de si mesmo, o melhor que pode ser, o mais longe que pode chegar enquanto pessoa, enquanto ser humano.


Estranho é quem tem medo de mudanças, mas não tem medo de estagnar. Não tem medo de ver a vida passar pela janela. Quem não se usa para evoluir. Quem não deixa de lado o que não interessa, quem perde tempo com o que atrasa e amarga. Estranho é quem é mais autoritário do que amoroso consigo mesmo, com a vida e com os outros.


Estranho é quem se abandona nos dias e chama isso de viver.



*Clara Baccarin

quinta-feira, 19 de agosto de 2021

Mais importante do que ter razão, é ficar em paz!


Mais importante do que saber do futuro, é doar energia feliz e forte para o agora.


Mais importante do que resolver as equações matemáticas do destino, é se sentir profundamente entregue nesse passo.


Mais importante do que saber o que é certo, o que é errado, é se sentir bem na fluidez do momento. Sentir que o coração está sereno nos acontecimentos.

 

Mais importante do que se cobrar uma decisão, se posicionar numa situação, é relaxar para poder deixar a experiência fazer sentido.


Mais importante do que se desesperar, ouvir conselhos, fazer tabelas, listas de prós e contras, introdução, análise e conclusão de uma história, é meditar para aprender a ouvir menos o cérebro e confiar que a própria natureza da verdade essencial também age em nós.


Estou aprendendo a respirar na dor, a respirar no amor, a respirar nos invernos e nas primaveras. A deixar que o vento traga o que melhor se adapta nos caminhos desse coração destemido.

Porque percebi que dor mesmo é ocupar espaços nos tempos errados, é respirar num ritmo artificial só para se enquadrar no compasso, é entrar de cabeça, mas não de coração sereno.


Dor mesmo é se adaptar ao mundo, aos preceitos, aos tempos, aos medos. Dor mesmo é agir para ganhar quando tudo que se precisa é sentir um pouco mais a perda.


*Clara Baccarin 


quarta-feira, 18 de agosto de 2021

Obrigado por tudo!


Esta é a última carta que escrevo a você e não tive a coragem de entregar-te pessoalmente, não pelo o amor que senti mais por fugir do amor que não me destes.


Obrigado por me fazer o homem que me sinto hoje. Um perfeito idiota.


Antes de qualquer coisa, eu queria começar dizendo que te agradeço por ter ido embora. É isso mesmo que está escrito, você não está lendo errado, por mais doido que isso possa parecer, por mais irônico que isso possa soar, é só o que eu tenho pra te dizer agora: obrigado por não ter ficado.


Obrigado por ter fugido enquanto eu mergulhava cada vez mais fundo numa história que acreditávamos ser nossa. Foi o seu medo que me ensinou a ter coragem, foi o seu medo que me fez ver que pior do que ficar machucado é sair sem ter se doado cem por cento, a culpa não foi minha se você foi medrosa demais pra se jogar nesse amor.


Obrigado por ter me deixado sozinho na metade do caminho sem nenhum mapa pra voltar pra casa, se não fosse isso eu jamais teria descoberto que eu não precisava de você para chegar a lugar algum, se não fosse isso eu jamais teria encontrado dentro de mim o caminho de volta.


Obrigado por ter feito meu mundo desabar e por ter partido meu coração em pequenos pedaços difíceis de juntar, obrigado pelos hematomas que por muito tempo ficarão em minha alma.


Obrigado pelas minhas noites em claro e por cada lágrima que jurei que seria a última. Você me fez mais forte, foi por sua ausência que eu tive de me reerguer sem ter em que me apoiar, foi por sua causa que eu aprendi que a gente não morre de amor, só morre se desistir de nós mesmo, foi por sua causa que eu insisti em mim, eu precisava me segurar em algo, e mesmo machucado… Eu fui o meu melhor apoio… Sozinho consegui me levantar.


Obrigado por cada ligação que você não deu, por cada mensagem não respondida e pelas suas desculpas pra não ler o que te mandava.

 

Obrigado pelo seu egoísmo, sua ingratidão, por fazer com que o álcool dominasse meus pensamentos até adormecer, por ter me feito acreditar que eu não era bom o suficiente e que jamais arranjaria alguém melhor que você.


Sinto muito em ter que te dizer que, amor, melhor do que o seu foi fácil de arrumar.


Obrigado por termos armado todo esse circo pra encenar um espetáculo sobre um amor que nunca existiu. Obrigado por ter atuado de forma tão patética ao ponto de eu sentir mais pena de você do que de mim.


Obrigado por não ter deixado eu te conhecer um pouco mais. Ou nem ter te conhecido de verdade, por você ter desistido de tudo e jogado pro alto a nossa história, nossos planos, nossa vida.


Obrigado por ter rido das minhas declarações e fugido dos meus dramas.


Obrigado por fazer sentir-me um idiota, foi só assim que eu entendi que não precisava aceitar qualquer migalha de qualquer pessoa pra ser feliz. Eu não preciso mais de você e nem de ninguém além de mim mesmo.


Obrigado por ter me ensinado a ser auto suficiente, a não contentar-me com qualquer relacionamento e nem engolir doses homeopáticas de alguém.


Obrigado por não me deixar provar do veneno e me fazer usar uma corda tão fraca que arrebentou com meu peso, me dando uma segunda chance de viver. Obrigado por me fazer dormir no chão aquela noite mesmo sabendo que tinha uma cama confortável à espera.


Obrigado por me fazer enxergar que existe um DEUS dentro de mim.


Obrigado por ter me feito ver que amor não é pra machucar, e foi na marra que eu descobri que o verdadeiro não faz sangrar… E se dói, é outra coisa… Desprezo.


Se doer é qualquer coisa, menos amor, porque amor é paz, é zelo, é cuidado, é tudo o que você foi um dia e hoje já não é mais.


Obrigado por me fazer ouvir todas as músicas românticas do mundo.

 

Obrigado por me fazer enxergar a beleza do luar e ainda buscar você em cada olhar.


Obrigado por me dar oportunidade de ver o mundo e a vida de outra maneira, de conhecer novas pessoas.


Obrigado por me fazer enterrá-la em uma cova funda pra sempre mesmo estando viva.


Obrigado por levar metade de um coração que nunca mais amará do mesmo jeito.

 

Obrigado por eu descobri que seu amor era líquido e que fluiu entre meus dedos. Apaixonou-se e desapaixonou-se tão subitamente, desculpa, pensei que fosse pra sempre.


Obrigado por me deixar ver sua alma ao me olhar no espelho que não levou.


*Adecio Lima de Sousa

terça-feira, 17 de agosto de 2021

Quando você se fecha demais, você se protege. Inclusive do que é bom!


Já pensou um dia dizer sim para uma proposta que te fizerem e o seu primeiro impulso era dizer não?


Já pensou que as suas certezas sobre si mesmo, seu orgulho, seus conceitos, podem ser frutos de um ego que joga contra o seu verdadeiro eu?


Há tantas surpresas boas no inesperado, no desconhecido, nos caminhos ainda não trilhados!


Ta certo, ser aberto demais tem lá seus riscos, acaba chegando perto da gente de tudo um pouco, chega perto o louco, o chato, o mal intencionado, mas chega também uma preciosidade de pessoa, uma conversa pra lá de boa, uma ótima companhia para ficar à toa.

 

Ser fechado te deixa impermeável, centrado e sozinho no seu mundinho redondinho, bem estruturado, com cada cantinho conhecido, sem riscos, sem pecados, sem prejuízos.


Viver fechado te deixa blindado, inclusive para as coisas, pessoas e situações fantásticas que você nem imaginava.


Fechado você segue firme, forte, inabalável, adulto. Não cai em armadilhas, não se abala, não entra em histórias que vão machucar sua alma, não deixa que te façam de bobo, não sofre, não é passado pra trás.


Mas também não é passado pra frente!

 

Não sente, vai endurecendo a visão, a intuição, a empatia, o altruísmo, a paixão.


Ser aberto demais te faz levar uns belos tombos, é verdade, mas também te permite voos inimagináveis. Por vezes, te causa frustração, revolta, decepção, cansaço… Mas também mais maturidade, sabedoria, esperteza, autoconhecimento, entendimento dos próprios limites.


Você aprende a avaliar, a dizer sim e não, a ser doce, mas também sério, a deixar que entrem, mas também pedir por favor para que saiam. A abrir um sorriso e os braços e também derramar lágrimas e andar mais rápido, desapegado.


Aberto você pode aprender a ser membrana semipermeável!

 

Aberto, você conquista a liberdade de ocupar na vida espaços mais amplos que a própria zona de conforto. Em outras palavras, te permite viver alto e além dos limites dos seus próprios medos e dos medos que inventaram para você.


Ser um ser hermeticamente fechado (sim, isso é um pleonasmo!) não te faz mais forte, muito pelo contrário, mostra a fraqueza e o comodismo de viver observando o mundo dentro do seu velho e habitual escafandro. Mostra que você tem mais medo da vida do que desejo por ela, e que você desperdiça preciosíssimas oportunidades.


Você se torna aquela pessoa que prefere observar o mar do lado de fora, sem se atrever a sentir a delícia das ondas te lavando a alma.

Abra-se!


*Clara Baccarin 

segunda-feira, 16 de agosto de 2021

Porque a maioria das pessoas não consegue manifestar seus desejos?


Sabe porque a maioria das pessoas não consegue manifestar seus desejos? Porque elas focam demais no problema.


Sim. Para que uma cocriação se materialize em sua realidade é preciso focar naquilo que dá certo e não naquilo que não está acontecendo.


Calma que eu chego lá. O que acontece é que quando fazemos uma cocriação, nós já emitimos o sinal ao Universo de que queremos manifestar em nossas vidas. Deste modo o Universo reage ao nosso desejo mandando possíveis possibilidades compatíveis ao nosso desejo.


Mas a nossa dúvida diante àquela possibilidade, afeta a frequência vibracional e diminui esta vibração, fazendo com que “a coisa” não saia do lugar. Para que a oportunidade aconteça, é preciso sair da baixa frequência. E como se faz isso?

 

Quando algo entra em nossas vidas é preciso um pouco de perseverança e paciência, pois temos que lembrar que lidamos com crenças limitantes subconscientes, o que afeta todos os nossos planos.


Ou seja, sempre que começamos algo novo, a tendência de nossas mentes é focar naquilo que não está se manifestando, mas assim como tudo aquilo que nós focamos cresce, aquilo que nós focamos de negativo também cresce.


E como mudar essa situação? Simples. Não foque no negativo, não fale que dá errado só porque você ainda não alcançou o resultado. Foque naqueles pequenos detalhes em que houve sucesso.


“Ah, mas como vou ficar feliz, se aconteceu tão pouco? Ainda tenho contas para pagar, não posso ganhar uma mixaria, quero que os resultados aconteçam logo”. Sim, é claro que queremos que tudo aconteça imediatamente e que tudo se materialize do dia para a noite, mas infelizmente, não é assim que acontece, pelo menos não ainda.

 

Como eu disse, é preciso paciência e perseverança, querer tudo para ontem só vai gerar ansiedade e isso ativa a baixa frequência vibracional e não queremos isso. Por isso é necessário focar no positivo, em tudo aquilo que dá certo, que se materializa. Exemplo: realizou uma venda de R$20,00, ótimo, agradeça! Não reclame daquele estoque parado há semanas, foque no que deu certo e agradeça todas as vezes que isso acontecer.


Quanto mais você agradece, mais você se conecta com a prosperidade, e quanto mais você reclama, mais você atrai motivos para reclamar.


Aquilo que você foca cresce, então foque em tudo que você atraiu de positivo, quanto mais você fizer isso, mais abundância atrairá.


O que sempre faz dar errado na vida das pessoas é a louca vontade de reclamar, a tendência subconsciente de se queixar e ver tudo que não acontece, por isso, saia dessa tendência, quebre este padrão viciante e recrie a sua realidade. Todos temos capacidade de manifestar o que quisermos e o Universo sempre trará os recursos necessários para esta manifestação.

 

Tente seguir estes passos, cocrie algo, você verá que o Universo mandará oportunidades semelhantes, infinitas possibilidades.


Comece algo, foque nisso e veja, aos poucos, as coisas acontecendo. E o mínimo que acontecer, foque nisso e agradeça, todas as vezes.


Isso fará com que você se acostume e crie um novo padrão mental, o que acarretará mais pelo o que agradecer.


Evite reclamar, evite falar mal de coisas e pessoas, foque no bem! Assim sua vida começará a mudar e você deixará de ser uma vítima do mundo, tornando-se o dono do seu próprio destino!


*Clara Baccarin 


 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: avesun / 123RF Imagens

sexta-feira, 13 de agosto de 2021

O amor de Maria está passando em sua casa e sua vida. Receba-o, em nome de Jesus!


Maria, nossa mãe de misericórdia, está trazendo para sua vida todas as dádivas que você tanto merece, tudo aquilo com que você tanto sonhou. Receba-o e agradeça a Ela!


O amor de Maria, mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo, está passando em sua casa, sua vida e na vida da sua família, neste dia especial. Nossa mãezinha quer que você se lembre que ela o ama acima de todas as coisas.


Ela se alegra por saber que você se orgulha de fazer o bem ao próximo, ajudando quem precisa e que está sempre buscando ser uma pessoa melhor. E, como toda boa mãe, quando está feliz com a conduta de um filho, ela fará questão de presenteá-lo com grandes bênçãos em mais este dia que se inicia.


Esteja de braços abertos para receber as novidades que Maria colocará em seu caminho. Receba o resultado de todos os seus esforços e de toda a sua fé.

 

É tempo de desfrutar de tudo aquilo pelo qual você tanto batalhou, colher os frutos de tudo o que plantou com tanto carinho e dedicação.


Não se espante quando tudo começar a dar certo, neste dia, não será sorte, será apenas a vontade da sua mãezinha se cumprindo, se materializando diante dos seus olhos. Uma nova fase em sua vida começa agora, e ela será repleta de sorrisos, abraços, amores e grande realizações.


Você ficará ainda mais feliz ao ver que as pessoas que você tanto ama também desfrutarão de todas essas realizações. A mãe de Nosso Senhor ainda tratará de encher de bênçãos a vida dos seus pais, dos seus amigos e de todos os seus outros entes queridos.


Todos vocês serão tomados por uma felicidade que há muito tempo não viviam. Aqueles que você ama terão ainda mais motivos para continuar firmes em seus propósitos no trabalho, nos estudos e em qualquer outro compromisso que tenham assumido.

 

A maior mãe de todas manda avisá-lo que a vitória que há tanto tempo vocês almejam começa a se concretizar neste momento. Dias de glória virão para recompensá-los pelos muitos dias de luta que todos enfrentaram para chegar até aqui.


Comece a agradecer-Lhe, porque o que não lhe faltará nos próximos dias são motivos para se lembrar com gratidão e felicidade de sua mãezinha.

Receba, em nome de Jesus Cristo, tudo o que ela tem para lhe dar.


Assim como Nosso Salvador, você também tem o privilégio de ter Maria como guia e protetora a cada passo. O amor de nossa mãezinha está em seu coração para fazer sua vida muito mais feliz.


*Adriano Fernandes


quinta-feira, 12 de agosto de 2021

Deus dá as batalhas mais difíceis aos seus melhores soldados. Você é capaz de vencer!


Deus não dá a nenhum de nós batalhas que não seremos capazes de ganhar. Diante dos desafios, não tenha medo, tenha fé, porque você será vencedor!

Muitas vezes, quando algum grande desafio ou problema se apresenta em nossa vida, podemos nos revoltar ou nos entristecer com Deus. Não entendemos o porquê de Ele colocar essas dificuldades em nossos caminhos, se somos tão fiéis, retos e justos, e se todos os dias batalhamos para ser pessoas melhores.

Podemos acreditar que existe algo de errado conosco ou que não estamos sendo reconhecidos em nossa fé, e isso pode provocar um distanciamento entre nós e Deus, o que apenas nos preenche com sentimentos negativos.

Algo que precisamos entender para o nosso bem é que Deus dá as batalhas mais difíceis aos seus melhores soldados, e que se estamos passando por momentos de grande tribulação, é porque Deus acredita em nossa capacidade de sermos vitoriosos e de sairmos ainda mais fortes dessa situação.
 
As suas lutas nem sempre significam que Deus está insatisfeito com você ou está fazendo-o sofrer para aprender, elas também pode significar que Ele acredita em sua força.

Amadureça a sua fé para compreender que nem sempre as coisas acontecerão da forma como você espera e que as dificuldades fazem parte de nossa jornada tanto quanto as coisas boas, ainda que tenhamos Deus ao nosso lado.

É através das batalhas que nos fortalecemos, nos tornamos mais sábios e conscientes, e nos aproximamos da vida que Deus tem preparado para nós.

Deus sabe exatamente o que colocar em seu caminho para que possa evoluir e viver melhor, com prosperidade e alegria. Ele conhece o seu coração e a sua forma de se comportar. Ele sabe que você é diferente de todo mundo, por isso conduz a sua vida de uma forma única, que algumas vezes pode ser complicada, mas sempre o leva a um futuro mais feliz.
 
Não compare as suas batalhas com as de outra pessoa nem seja rápido em julgar a sua vida como mais difícil do que a de seu próximo. Deus conhece a sua força e só lhe dá batalhas que sabe que você pode ganhar.

Viva com segurança, fé e de cabeça erguida. Deus o sustenta e lhe dá a capacidade de vencer todas as suas batalhas.

Você não está sozinho e tem tudo de que precisa para ser próspero, para ser feliz. Creia!

*Luiza Fletcher

quarta-feira, 11 de agosto de 2021

Busque um relacionamento que te faça feliz, completa você já é sozinha!


Crescemos acreditando que os relacionamentos vão nos tirar da situação ruim na qual nos encontramos, esquecendo que não precisamos ser salvos por ninguém.


A forma como enxergamos o outro diz muito sobre como gostaríamos de ser tratados. Os relacionamentos, por mais que sejam desejáveis, são complexos de se administrar e nem sempre se desenrolam da forma como esperamos.


Por vezes, temos uma ideia equivocada do que o outro pode representar em nossas vidas, e queremos que ele ocupe espaços e preencha lacunas que, nem sempre, cabem a ele. Já reparou como sempre estamos esperando alguém que vai nos tirar da situação atual?


Como se fosse um salvador da pátria, que estava apenas esperando a nossa presença para resolver todos os nossos problemas, que vão desde a insegurança até a indecisão. A pessoa pela qual vamos nos apaixonar não tem obrigação nenhuma de solucionar nenhuma de nossas questões, isso cabe apenas a nós mesmos.


Essa visão equivocada que temos dos relacionamentos acaba sendo cultivada desde a infância, quando acreditamos em príncipes que irrompem da floresta sombria, empunhando uma espada, prontos para tirar as princesinhas indefesas daquele castelo horrível, depois, claro, de uma luta com a madrasta ou um dragão.

Sem falar nos homens que acreditam que as mulheres serão a solução para seus problemas de lealdade, fidelidade e responsabilidade, acreditando que “a mulher certa” será aquela capaz de “endireitá-lo”.


Estamos sempre esperando que o outro mude nossa essência, retire de nós as partes ruins ou simplesmente minimize nosso sofrimento, resolvendo o máximo de problemas que tivermos. Acontece que os relacionamentos não servem para isso! Quem espera isso de um companheiro deveria cogitar muito mais um acompanhamento psicológico do que um namoro.


Compreender que o outro não existe apenas para nos servir é tentar reconhecer no próximo um igual. Relações unilaterais tendem a não funcionar porque apenas um quer ser o “mandante”, organizando e decidindo tudo, enquanto a outra pessoa tem que acatar e ainda se dar por satisfeita.

 

Dessa forma egoísta e egocêntrica, os relacionamentos não perduram, é preciso reconhecer no companheiro um igual, uma pessoa dotada de vontades e anseios, assim como você. Namoros existem apenas para nos trazer felicidade, companheirismo e tranquilidade.


Com o tempo, esse relacionamento vai se tornando algo sólido o suficiente para se tornar um casamento (ou algo do tipo), em que os dois estão dispostos a empenhar os melhores sentimentos, fazendo crescer assim o amor.

A quantidade de membros pode aumentar, ou não, mas nunca podemos nos esquecer que todos possuem obrigações em uma casa, e tudo deve ser igualmente dividido. Mesmo em relacionamentos adultos, nunca se esqueça que o outro não existe apenas para satisfazer seus anseios pessoais, como se sentir amado, desejado, querido ou menos sozinho.


Enxergar no próximo a vida, a razão dos sorrisos, sentir vontade de pegar em sua mão em todos os momentos é o que deve mover as relações humanas. Nascemos e vivemos hoje porque a comunicação é nossa melhor ferramenta, então use-a com seus amores, porque uma boa conversa é capaz de resgatar a humanidade em todos nós.


*Agatha Rodriguez

terça-feira, 10 de agosto de 2021

A vida dá voltas…


De uma hora para outra sua vida muda. Para melhor. Para pior. Para melhor de novo. Uma verdadeira roda gigante que nos rodopia a mente e nos tira o chão.


E nesse vai e vem, vamos nos moldando.


Estruturas são quebradas, reestruturadas, construídas.


Vamos nos transformando, pouco a pouco, naquilo que nos traduz hoje, mas que não nos define, pois a vida é uma eterna descoberta de nós mesmos. Uma constante busca por respostas que nos revelem nossa essência.

 

Algumas vezes (não poucas), somos forçados a enxergar aquilo que nem sempre gostaríamos de ver. Aquilo que nos faz virar do avesso. Que nos obriga a ficar cara a cara com a realidade. A vida vai dando um jeito de te mostrar o que é de verdade. De despertar o melhor e o pior que há dentro de você, para que entenda que a vida é feita também de imperfeições.


Ela te prova que nem todo mundo é amigo e que família não tem nada a ver com laço de sangue. Algumas relações sufocam, nos roubam de nós mesmos. Outras, nos fazem encontrar em nós o nosso lado mais bonito. E você vai aprendendo a definir suas prioridades.


Aprende quem tem coragem para assumir que, talvez, o seu lado avesso seja o seu lado certo. Mais real. Mais humano. Mais seu e de mais ninguém. Aprende quem tem coragem de se despir das falsas promessas que lhe são feitas o tempo todo e a selecionar quem e o que deve roubar o seu sono, sua paz, seu tempo e o seu coração.


Você começa a entender que não importa o quanto se esforce, algumas pessoas jamais serão capaz de reconhecer. Mas isso não é um problema seu. Não crie expectativas quanto a isso (você se decepcionará bem menos).

 

Você aprende que amar o próximo vai muito além da mesa de bar.


Que se deve amar o outro também na hora que ele não pode te oferecer nada em troca. Na hora que você tem que assumir as rédeas. Na hora que você precisa engolir o choro e ser forte por você e pelo outro.


Simplesmente amar.


Porque essa é a nossa única salvação nesse mundo cheio de incertezas e violências desmedidas.

 

Você passa a desejar viver plenamente a sua vida, porque ela passa depressa demais para esperar o dia de amanhã.


*Keissy Kelly

segunda-feira, 9 de agosto de 2021

Tenha fé e paciência. As coisas darão certo para você!


Nem sempre as coisas acontecem como você espera, mas isso não significa que a felicidade e o sucesso não virão. Viva com fé e paciência, porque tudo dará certo para você!

A vida não é um caminho reto, muito bem pavimentado e cheio de boa sorte por todos os lados. É uma estrada tortuosa, em que somos obrigados a enfrentar diversos desafios e abandonar muitas coisas que apreciamos para que possamos ser felizes.

A vida é um grande desafio e nem sempre as coisas acontecem como esperamos, mas isso não significa que não seremos capazes de conquistar a felicidade e o sucesso. Precisamos nos fortalecer a cada nova experiência e manter em mente a certeza de que somos capazes de viver tudo o que desejamos.

Muitas vezes, quando nada dá certo, podemos pensar em desistir ou encontrar um atalho mais simples, que nos deixa mais perto das conquistas, mas mais distantes da nossa verdadeira essência.

Nessas horas, precisamos seguir com muita fé e paciência, sabendo que o caminho é difícil, mas que a vitória daqueles que persistem e mantêm sua pureza é sempre recompensadora.

Não importa por qual dificuldade você esteja passando agora ou todas as vozes negativas em sua cabeça, que lhe dizem para desistir e se acostumar com menos do que você deseja, saiba que tudo dará muito certo e você será mais feliz do que imagina.

Mantenha o coração cheio de esperança e o caráter intacto, caminhe com a cabeça erguida e não permita que nada corrompa sua integridade, porque a estrada nem sempre será tortuosa, e quanto melhor você for nas horas difíceis, mais recompensas positivas colherá.

Sua atitude nos momentos difíceis é o que define o seu futuro, portanto faça o seu melhor hoje, mesmo com todos os problemas, para que seja digno de tudo aquilo que deseja conquistar.

Tenha confiança na vida e fé nos planos de Deus, porque você está aqui para ser feliz e próspero e, no momento certo, todo o seu esforço valerá a pena.

Reconheça todas as coisas pelas quais você já pode ser grato e nunca perca a humildade, porque é ela que o levará adiante nas horas mais escuras.

Não abandone a fé e a paciência, elas são os melhores guias em seu caminho e garantem que você permaneça forte em todos os momentos.

As coisas darão certo para você e sua felicidade e prosperidade serão maiores do que imagina. Creia!


* LUIZA FLETCHER


sexta-feira, 6 de agosto de 2021

Ao final de cada dia, agradeça a Deus por estar vivo e perto daqueles que você ama


Seja grato a Deus por estar vivo, ter saúde e poder estar com aqueles que você ama neste momento tão difícil que estamos vivendo. Muitos não têm a mesma oportunidade.


A gratidão a Deus é algo que devemos praticar todos os dias. Se estamos vivos hoje, respirando ar puro, com a saúde em dia e podendo estar perto das pessoas importantes para nós, mesmo no período de isolamento, é porque Ele nos concedeu essa graça.


Especialmente nos últimos tempos, quando a realidade está complicada para todos, devemos aprender a valorizar tudo aquilo que temos, seja grande ou pequeno. Precisamos aprender a valorizar o teto sobre nossa cabeça, o alimento que nunca nos falta ou a presença de nossos familiares, que continuam sendo essenciais para nós, mesmo com seus defeitos.


Muitas pessoas não são tão afortunadas quanto nós. Existem aquelas que vivem nas ruas, não possuem informação e estrutura para se proteger, outras que estão sozinhas no mundo, distantes da família, e aquelas cuja saúde não vai bem, por isso estão mais suscetíveis a qualquer tipo de doença.

 

O mundo nem sempre é tão colorido e feliz quanto gostamos de imaginar.


A realidade pode ser muito mais dura do que acreditamos, e se para nós as coisas vão bem, precisamos dobrar os joelhos e agradecer a Deus.

Não importa o que você esteja vivendo hoje, saiba que as coisas poderiam ser muito piores, e que é a misericórdia de Deus que o impede de enfrentar realidades muito mais difíceis. Portanto, aprenda a ser grato, independentemente de todos os problemas.


Quando aprendemos a olhar para nossa vida com gratidão, agradamos a Deus e atraímos muito mais bênçãos divinas. Em um mundo onde as pessoas andam cada vez mais antidualistas e frias, o coração de Deus se alegra ao perceber que alguém ainda faz questão de seguir os Seus conselhos.

 

Seja a pessoa que faz a diferença, aquela que enxerga além do negativo e que é capaz ver a própria vida como uma bênção. O mundo está precisando de exemplos positivos, de pessoas que realmente acreditam em Deus e fazem da própria vida testemunha de Seu poder.


A gratidão é uma corrente do bem, que deixa uma mensagem positiva por onde passa e ajuda a transformar vidas.


Agradeça a Deus por tudo o que tem, e Ele se certificará de que você tenha muito mais!


*Luiza Fletcher

quinta-feira, 5 de agosto de 2021

A primavera está chegando e nós podemos florescer com ela!

 


A primavera está chegando e, com ela, podemos aproveitar para refletir sobre a nossa própria capacidade de renovação.


É fato que a vida, às vezes, tem seus dias nublados e chuvosos. Aqueles dias em que você, simplesmente, deseja se enrolar no cobertor e entregar-se para aquelas séries que o fazem esquecer dos problemas.


E não há problema nenhum nisso, desde que você não permita que isso vire um hábito.


E se eu pudesse lhe fazer uma sugestão, eu lhe diria: Não permita que a sua vida se resuma  em encontrar refúgios.

 

Opte por construir uma vida onde a sua liberdade é o seu bem mais precioso!


Talvez a chuva insista e perdure por alguns dias, mas o fato é que sempre haverá um dia ensolarado, assim que a tempestade se for


E é por mais dias iluminados que devemos viver.


O que você faz para colorir seus dias?

 

Que hábitos você alimenta?


Que tal recomeçar a ler aquele velho livro que você abandonou há tanto tempo?


Que tal se matricular em cursos que o estimulem a aprender novas habilidades?


Que tal parar de reclamar sobre aquilo que ainda não aconteceu ou que não está como você gostaria, e ser grata por todos os pequenos milagres que acontecem na sua vida diariamente?


Que tal assumir o papel, de uma vez por todas, de autor da sua própria história?


O fato é que também podemos ser flores tão lindas quanto as que brotam na primavera.

A verdade é que nós podemos ser primavera todos os dias.


Basta aceitarmos as transformações em nós que são essenciais para que tenhamos ainda mais força e beleza na próxima florada.


Dizem que ao olhar uma flor com carinho ela floresce ainda mais bela!


Quantas vezes você se olha no espelho e, de fato, fica admirado por ser exatamente como é?


Quantas vezes você profe palavras de amor e carinho a si mesmo?


Somos cocriadores do nosso próprio jardim.

 

Com que frequência você rega seu jardim para que ele possa crescer e enfeitar a sua alma?


A verdade é que tudo aquilo que tanto buscamos está em nossas mãos.


Temos o poder de transformar nosso jardim e deixá-lo repleto das cores mais lindas que alguém já viu!


Porque, afinal, não é o que você faz que o torna especial, mas o como você faz. Com que intensidade você se dedica a si mesmo?


Que tal começar hoje mesmo a ser a sua melhor versão?


*Keissy Kelly


Direitos autorais da imagem de capa: timonko / 123RF Imagens

quarta-feira, 4 de agosto de 2021

A solidão faz você ver o amor onde não há. Amor não se implora!


Não há dúvidas de que o amor é o sentimento mais poderoso que podemos experimentar. Ele pode transformar nossas vidas de dentro para fora, proporcionando-nos companheirismo, felicidade, resiliência e confiança para conquistarmos tudo o que merecemos na vida.


No entanto, a mesma medida que nos eleva, também pode ser a fonte de muitos sofrimentos, decepções e tristezas, quando não existe reciprocidade.


Pode acontecer de amarmos uma pessoa e desejarmos ter uma vida ao seu lado, mas ela não sentir nada além de amizade e carinho por nós.


Quando confrontadas com essa situação, muitas pessoas se veem obrigadas a fazer de tudo para conquistar o amor do outro, e, muitas vezes, acabam deixando muita coisa pelo caminho, amor-próprio, autorrespeito, dignidade.

 

Uma coisa que precisamos aprender o quanto antes é que amor não se implora, ou ele é natural, ou não existe verdadeiramente. Não é certo termos que nos exaurir pedindo para alguém nos notar, nos querer. Isso não é amor. Se forçarmos demais, o relacionamento se tornará tóxico.


Os psicólogos Raquel Aldana e Sergio Melchor publicaram em suas redes sociais uma carta com a missão de nos mostrar porque não devemos implorar por amor. Leia com atenção e perceba porque a esperança de conquistar alguém através da insistência é equivocada.


Porque você não deve implorar por amor…

“Não dedique tempo a alguém que não tem tempo para você. Não implore o amor de alguém que simplesmente não o ama. Se essa pessoa o trata com indiferença, é porque não o merece. Sua atenção deve ser direcionada para alguém que o aprecia, ouve e tem tempo para você.

 

Se você deve implorar para que lhe deem um pouco de atenção, é a mera prova de que não há amor, apenas uma rotina e uma injustiça emocional. Carinho e afeto não devem ser pedidos, mas demonstrados pelos fatos. Alguém que não vive de promessas, mas o surpreende com suas ações é alguém que realmente merece você. Se essa pessoa só o procura quando precisa de algo, está claro que o relacionamento não tem o equilíbrio que deveria ter.


Uma pessoa que vale a pena é aquela que dá tudo, sem esperar nada em troca, que faz você se sentir importante. Muitas pessoas dizem que não há falta de tempo, mas falta de interesse, porque quando realmente queremos algo, damos um jeito. Se realmente houver interesse, a noite se torna dia, as segundas se tornam sábados e o momento menos esperado se torna uma oportunidade.


Não entanto, precisamos ter uma visão mais realista do mundo dos relacionamentos. Não podemos esperar muito das pessoas, você tem que ser realista. Aquele que espera muito, mais desapontado, é melhor ser surpreendido do que desanimado e desapontado.


Ame-se e valorize a si mesmo!

 

Seu bem-estar é o primeiro, e você deve se dar sua posição antes de todos. Você é o que você construiu, não o que os outros pensam ou falam sobre você. Você é valioso, único e especial, não deixe ninguém fazer você pensar o contrário. Não implore por amor, semeie e regue, e quando for a hora certa, ele nascerá e dará frutos.”


*Luiza Fletcher

segunda-feira, 2 de agosto de 2021

Fuja de quem se lembra dos pecados de todo mundo, mas se esquece do mal que fez.


Ninguém consegue ser bom o tempo todo, falar com doçura, sorrir com verdade. Somos humanos e, portanto passíveis de erros e vacilos, somos seres em construção diária. Inevitavelmente, uma ou outra hora, erraremos, magoaremos alguém, falaremos o que não deveríamos. Reconhecer isso e tentar melhorar é o que nos resta.


O que importa, na verdade, é termos consciência do que fizemos, dissemos, da forma como atingimos as vidas das outras pessoas. Não poderemos sair por aí fazendo o que quisermos, tentando tão somente atingir nossos objetivos, sem enxergar as pessoas ao nosso redor e seus sentimentos. Não poderemos nos isentar de qualquer responsabilidade sobre quem caminha conosco.


Conviver requer olhar para além de si mesmo, para que nosso comportamento se adeque a uma postura minimamente empática. Tentar entender as dores alheias, a maneira como recebem o que ofertamos, o modo como somos vistos, tudo isso nos ajudará a nos tornarmos alguém mais humano e digno. A escuta e o olhar não podem apenas estar voltados para nosso mundinho. Lá fora tem mais gente, tem mais sentimentos, tem outros mundos.

 

 Isso não quer dizer que devemos agir de acordo com o que os outros querem ou esperam, mas sim que nossa autenticidade não deve passar por cima de ninguém, caso estejamos machucando quem não merece. Sempre haverá quem criticará, quem desabonará nossas condutas, simplesmente porque muitas pessoas estão vazias e se preenchem com as vidas alheias. Identificar os julgadores de plantão que apontam os dedos, sentados sobre os próprios erros, será providencial em nossa jornada.


Isso porque assim seremos capazes de continuar caminhando com nossas verdades, sem dúvidas quanto ao nosso direito de ser feliz. Teremos a certeza de que estamos no caminho certo, a despeito dos julgadores de plantão. Portanto, fuja de quem se faz de desentendido e esquece o mal que fez, mas se lembra do pecado de todo mundo. Amnésia seletiva. Mantenha muita distância. Léguas.


*Prof. Marcel Camargo 

 


Imagem: Dmitry Schemelev

Talvez você esteja exigindo demais

Querer é um direito seu, ter é um privilégio. Até que ponto vale a pena fazer a vida parar só para que ela aconteça exatamente do jeito que ...