terça-feira, 30 de junho de 2015

Pedir perdão não é o mesmo que pedir Desculpa

Para pedir perdão a Deus, é preciso seguir o ensinamento do “Pai-Nosso”: arrepender-se com sinceridade dos próprios pecados, sabendo que Deus perdoa sempre. Foi o que reiterou o Papa Francisco durante a homilia da Missa celebrada nesta terça-feira, 10, na Casa Santa Marta.

Deus é onipotente, mas também a sua onipotência, de certo modo, se detém diante da porta fechada de um coração que não pretende perdoar quem o feriu. O Papa se inspirou no Evangelho do dia, em que Jesus explica a Pedro que é preciso perdoar “setenta vezes sete”, que equivale a “sempre”, para reafirmar que o perdão de Deus ao homem e o perdão do homem aos outros estão estreitamente relacionados.

Francisco explicou que tudo parte de como a pessoa, antes de todos, se apresenta a Deus para pedir perdão. O exemplo do Papa é extraído da Leitura do dia, que mostra o Profeta Azarias invocando clemência pelo pecado do seu povo, que está sofrendo, mas também é culpado por ter “abandonado a lei do Senhor”. Azarias, indicou Francisco, não protesta, não se lamenta diante de Deus pelos sofrimentos; pelo contrário, reconhece os erros do povo e se arrepende.

“Pedir perdão é outra coisa, é diferente de pedir desculpa. Eu erro? Mas me desculpe, errei… Pequei! Não tem nada a ver uma coisa com outra. O pecado não é um simples erro. O pecado é idolatria, é adorar o ídolo, o ídolo do orgulho, da vaidade, do dinheiro, do “eu mesmo, do bem-estar… Tantos ídolos que nós temos. E, por isso, Azarias não pede desculpas: pede perdão”.

O perdão deve ser pedido com sinceridade, com o coração, e de coração deve ser doado a quem cometeu um deslize destacou o Papa. Como o patrão da parábola contada por Jesus, que perdoa um grande débito movido pela compaixão diante das súplicas de um dos seus servos. E não como aquele mesmo servo faz com outro servo, tratando-o sem piedade e mandando-o à cadeia, mesmo que a dívida fosse irrisória. A dinâmica do perdão – recordou o Papa – é aquela ensinada por Jesus no “Pai-Nosso”.

“Jesus nos ensina a rezar ao Pai assim: ‘Perdoa os nossos pecados assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido’. Se eu não sou capaz de perdoar, não sou capaz de pedir perdão. ‘Mas, padre, eu me confesso, vou ao confessionário…’. ‘E o que faz antes de se confessar?’. ‘Mas, eu penso nas coisas que fiz de mal…’. ‘Tudo bem’. ‘Peço perdão ao Senhor e prometo não fazer de novo…’. “Certo. E depois vai até ao sacerdote? Antes, porém, falta algo: perdoou a quem lhe fez mal?”.

Em poucas palavras, Francisco retomou o pensamento: o perdão que Deus lhe dará requer o perdão que você dará aos outros.

“Este é o discurso que Jesus nos ensina sobre o perdão. Primeiro: pedir perdão não é um simples pedido de desculpas, é ter consciência do pecado, da idolatria que eu perpetrei, das tantas idolatrias. Segundo: Deus sempre perdoa, sempre. Mas pede que eu perdoe. Se eu não perdoo, em um certo modo fecho as portas ao perdão de Deus. ‘Perdoa os nossos pecados assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido’”.


*Da Redação, com Rádio Vaticano

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Acusação Prejudicial

Por vários anos a empregada vinha sendo considerada eficiente, honesta e digna de confiança.
Certa tarde, o patrão comunicou que iria receber a visita de um amigo para o jantar e pediu a ela que preparasse dois galetos, arroz e uma boa salada.

A moça preparou os frangos muito bem, fez a salada e o arroz. Quando os galetos começaram a dourar, ela o avisou que tudo estava pronto e indagou se já podia servir a mesa.
- Ainda não, o meu amigo não chegou. é melhor retirar os frangos por um pouco e mais tarde volte-os para esquentar.

Voltando aos galetos, em pouco tempo eles estariam prontos e a moça achou que não teria problema algum experimentar um pedaço bem ao jeito do patrão. Tomou um aperitivo e comeu as asas. Não aparecendo ninguém, ela tomou outro aperitivo e comeu outros pedaços, até que nessa intercalação acabou por comer os dois galetos inteiros.
Chega o patrão e manda servir a mesa, enquanto ele afiaria uma faca para cortar o assado.

A empregada, em pânico, procurava uma ideia salvadora para se justificar e ainda garantir seu emprego... Toca a campainha. Era o convidado que chegava para o jantar. Foi nesse momento que a brilhante ideia explodiu:
- Olha, acho bom o senhor nem entrar porque o patrão lhe armou uma cilada. Veja só como ele está afiando uma faca para lhe tirar a vida...

Vendo-o, realmente, afiando a faca lá no interior da casa, o amigo não conseguia acreditar na informação, porém, as evidências comprovavam aquilo que a moça dizia. Saiu em disparada. Nisso, a empregada volta e vai até onde se encontrava o patrão e, com ares de susto, lhe diz friamente:
- Patrão, o seu convidado é de fato seu amigo? Faço esta pergunta porque nem consigo crer no que acabo de constatar... ele acaba de fazer uma coisa imperdoável! Imagine o senhor que ele chegou e eu o fiz entrar, mas enquanto me voltei para concluir minha tarefa, ele saiu correndo porta afora, carregando a travessa que continha os dois galetos!

- Olha aqui: você tem certeza que ele fez mesmo isso? Não há qualquer possibilidade de engano? Ele é meu amigo há muitos anos e eu sempre depositei nele a mais completa confiança. Muitas outras vezes ele já tomou refeições aqui em casa e nunca fez nada que desabonasse a sua conduta...
- Pois é, patrão, mas há sempre uma primeira vez. Se o senhor está duvidando, é só conferir... Cadê os dois galetos?

Esta história é muito simples, mas retrata um fato tão comum no nosso cotidiano. "Colocar a culpa no outro" E o pior é que os outros acreditam. Quantas pessoas são prejudicadas por causa disso?
É incrível notar como o ser humano, para se defender de um erro, é capaz de envolver terceiros, sem se importar com o que possa lhes acontecer.

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Não perca as oportunidades na vida

Tem muita gente que a passa a vida toda reclamando da sua sorte, mas não faz nada pra mudá-la. Reclamam que não encontram um amor, que só se envolvem com gente que não vale a pena, que estão em crise no trabalho, que só brigam com a família. E aí, fica aquela questão: o que estão fazendo pra mudar a situação?

A vida é cheia de chances e, o que muitos julgam ser sorte, na verdade é uma combinação de uma oportunidade com o estar pronto. Se ela passa diante do seu nariz e você não a enxerga, ela vai embora sem deixar rastros e aí, meu amigo, você perdeu.

Segue uma lista de coisas a se fazer para que você pare de desperdiçar oportunidades na vida:

1. Converse com pessoas. Olhe-as nos olhos. Às vezes você está na fila do banco, atrás de alguém que poderia ser alguém pela qual se interessaria. Mantenha os sentidos abertos.

2. Não gaste a maior parte do seu dinheiro com coisas materiais. Esteja atento à promoções e descontos. Use o dinheiro que economizar para viver mais experiências, como viagens ou cursos.

3. Não seja irresponsável com os sentimentos das pessoas, e não permita que elas o sejam com os seus. O universo sempre devolve as coisas que lançamos nele ? sejam elas boas, ou ruins.

4. Não perca tempo com ciúmes. Aprenda que jamais poderá perder aquilo que não possui. Use essa energia para cuidar dos relacionamentos com as pessoas.

5. Não diga que não gosta de algo que nunca fez. Há certas coisas e experiências que nos surpreendem.

6. Reconheça os favores que as pessoas fazem para você ? e, retribua-os. Seja com presentes, convites ou palavras ? o mais importante é deixar claro que você reconheceu e ficou grato pelo esforço.

7. Não faça joguinhos amorosos: se sentir, fale. Se amar, beije. Se reconhecer, agradeça. Melhor demonstrar em excesso do que perder a oportunidade de se expressar.

8. Cuide do seu corpo e mente, de modo que se sinta bem com quem você é. Você vai ser sua companhia mais frequente durante toda a sua vida.

9. Nunca aperte a mão de alguém sentada. Levante-se e dê um aperto de mão com firmeza. Mãos moles demonstram fraqueza.

10. Escolha pessoas ? não passe a vida toda sendo escolhido. Se encontrar alguém que o chame atenção se aproxime. Só pessoas muito mal-educadas ficam ofendidas com um mero ?olá.?

11. Corra atrás dos seus sonhos ? sejam eles conhecer um homem que te complete ou comprar uma casa na montanha. Se certifique de, todos os dias, fazer algo que o aproxime deles.

12. Nunca recuse um convite por SMS. Ligar é sempre a opção mais gentil.

13. Não ache que você é mais importante do que os outros. O mundo já existia muito antes de você nascer.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Compreendendo a lei da Causa e do Efeito

Todos estamos sujeitos às leis que regem a vida na Terra. Independente do fato de termos ou não conhecimento delas, estamos submetidos aos seus efeitos e não há nada que possamos fazer para modificar isso.

A lei da gravidade, por exemplo, muito antes de ser formulada por Isaac Newton, já exercia a sua influência sobre todos os corpos sobre a superfície do planeta.

O mesmo acontece com as leis espirituais. Não importa se acreditamos ou não, elas atuam sobre as nossas vidas independente da nossa vontade. 

O conhecimento dessas leis se reflete diretamente nos acontecimentos da vida de cada um. Assim como, dependendo de como se utiliza a força do vento e das águas, produzimos efeitos positivos ou destrutivos, o mesmo acontece na dimensão espiritual da vida.

Vejamos a lei da causa e do efeito, também conhecida como lei do karma, destino ou fatalidade. 

Ela anuncia que o universo nos dá a oportunidade de sermos os construtores dos nossos destinos.

É preciso apenas saber plantar o que desejamos colher. Se a semeadura é livre, a colheita é obrigatória.

A vida impõe o balanceamento dos nossos atos passados para que possamos estar quites com a lei da causa e do efeito.

Assim, como quem planta laranjas não irá colher cerejas, as situações que encontramos na vida refletem aquilo que plantamos um dia. 

Com atenção, esforço, responsabilidade, vamos aprendendo a selecionar o tipo de "sementes" que abrigamos em nossos pensamentos. Ao fazer isso, impedimos que esses pensamentos gerem sentimentos, palavras e ações menos boas que desencadeariam resultados indesejados.

Como impedir que isso aconteça? Assim que se percebe a presença de um pensamento negativo, é possível substituí-lo por outro, positivo. Se não se tem controle sobre os pensamentos que chegam, é possível impedi-los de se instalarem na mente, escolhendo outros para colocar em seu lugar. 

Isso funciona em todas as áreas, em todos os níveis, sob qualquer aspecto que se possa analisar. 

Na vida amorosa, por exemplo, é muito fácil perceber que geramos os comportamentos no parceiro(a) de acordo com aquilo que colocamos nos relacionamento.

Se expressarmos amor, aceitação, carinho, respeito, confiança, iremos atrair alguém que corresponderá a esses atributos. 

Ao semear críticas, julgamentos, cobranças, insatisfação, certamente, nossos relacionamentos irão produzir frutos dessas sementes aumentando a infelicidade e gerando desencontros.

Ter inteligência emocional é ser capaz de usar tudo em favor dos verdadeiros desejos. Fazer ao outro aquilo que gostaríamos que nos fizessem é o caminho mais seguro para fazer com que a lei de causa e efeito trabalhe a nosso favor.

Se você não está gostando do jeito como os seus relacionamentos acontecem, mude o seu modo de agir. Comece mudando a si mesmo(a) como o agente do próprio destino. 

Seja amoroso(a), leve, generoso(a) e siga a sua vida, trabalhando nos próprios projetos, aperfeiçoando-se um pouco mais a cada dia, assumindo a responsabilidade pelo que acontece na sua vida. 

Como a semente regada e cuidada com amor floresce e se transforma na árvore esplendorosa, o mesmo acontecerá na sua vida, e você viverá, enfim, o amor que semeou.

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Pedido de casamento

Desde que te conheci tive a certeza de que havias surgido para ser a mulher da minha vida, para a minha vida toda. A única e eterna, a mais amada dentre todas as outras do mundo, aquela a quem eu deveria dedicar todo o meu carinho e atenção. Passaram-se, dias, semanas e meses, e o tempo apenas reforçou a minha primeira opinião, pois foste-te mostrando, cada vez mais, a criatura mais doce e bela que o Criador colocou na face da terra.

Proporcionas-me tudo o que eu poderia desejar encontrar num ser humano, pois dás-me carinho, conforto, atenção e tranquilidade. Dás-me alegria de cada vez que sorris ou olhas para mim, e dás-me prazer de cada vez que tocas a minha pele com as tuas mãos e com os teus beijos.

Eu sei que te amo e não sinto o peso de carregar todo este amor no meu coração porque, pelo contrário, é este amor que me dá força e coragem para suportar o peso de todos os contratempos e adversidades do dia a dia. Quando penso em ti revitalizo o meu espírito e renovo os meus sonhos de futuro, e tu fazes sempre parte desses sonhos. Aliás, se não fosse assim, não seriam sonhos!

Tenho a certeza de que este período em que estamos juntos é o período mais belo e feliz que já vivi. Quando surgiste vieste preencher um espaço que eu nem desconfiava que estava vazio, que eu nem imaginava que existia. Hoje, olho para o passado e percebo o quanto a minha vida era oca, o quanto o meu cotidiano era entediante e quanto tempo eu perdia em conversas vãs ou em outras atividades que não acrescentavam nada à minha essência.

O teu amor transformou-me, e hoje faz com que eu perceba o mundo e as perspectivas futuras sob uma nova óptica, uma óptica que privilegia os esforços cooperados e o desejo de conquistar para, depois, dividir. Dividir contigo, desfrutar contigo o resultado das boas colheitas.

Por tudo isso, minha querida, é que eu preciso fazer-te uma pergunta e espero que ela não te traga surpresa ou espanto, mas apenas alegria, como também me trará a maior alegria do mundo se eu tiver uma resposta positiva para ela… Queres casar comigo?

terça-feira, 23 de junho de 2015

8 chaves para o desenvolvimento da paz interior

A paz é a mais elevada das virtudes. É o anseio secreto de todos os seres. Ela é uma profunda aceitação daquilo que é. É não se opor a nada ou ninguém. A paz brota da entrega: você entrega todos os seus problemas à Deus e deixa que o fluxo da vida a leve. Entregar significa não pensar mais a respeito. Você relaxa e sente autoconfiança. Para isso, é preciso abrir mão do controle. A paz, portanto, nasce de um profundo confiar.

Olhando para trás, revendo a minha história pessoal, vejo que a minha busca pela paz começou quando ainda era muito jovem. Antes mesmo da adolescência, entrei numa escola de conhecimentos espirituais. Certa vez, um professor disse: “As pessoas se autodenominam humanas, mas na verdade, são humanóides - criaturas com cérebro grande e duas pernas que se passam por seres humanos. Na condição atual as pessoas são incapazes de perceber o que realmente precisam. Acreditam que serão felizes se obtiverem este ou aquele objeto ou título, mas toda essa ganância somente mostra que são ainda muito imaturos para entenderem que a verdadeira felicidade somente nasce da paz no coração e na mente.” Quando eu ouvi isso, pensei: “Será que ele está se referindo a mim?”

Até aquele ponto, tudo indicava que a paz poderia ser atingida somente através do domínio sobre a matéria. E, de repente, ouvir essa devastadora crítica sobre a humanidade, e perceber nas profundezas do meu coração que isso era verdade, foi como um nocaute. Mas, esse ensinamento abriu as portas da verdade para mim.

Eu pude perceber que a vida frequentemente se resumia em uma eterna tentativa de forçar o outro a nos amar, e que podemos desperdiçar uma vida inteira nessa busca inútil. Uma vez que, no mais profundo, você sabe que amor forçado não é amor, facilmente você encontra razões para lamentar que não é amado. Com isso, você se distrai e se desvia ainda mais do objetivo de atingir a paz interior.

Eu compreendi que a paz duradoura somente pode ser alcançada quando você se liberta da necessidade de receber amor exclusivo, pois esta é a fonte de todo o sofrimento. Eu diria que essa é a principal doença da humanidade. Daí nasce o pensar compulsivo e todos os outros desdobramentos. O sofrimento é o principal enigma da humanidade. Este é o principal desafio: como superar o sofrimento? Como superar a dor em todas as suas manifestações? Em outras palavras, como alcançar a paz?

Através da minha experiência, no trilhar do Caminho do Coração, eu descobri algumas chaves que abrem as portas para o despertar da paz interior, as quais eu compartilho com você agora.

Primeira chave: Silêncio.

O silêncio é uma forma de bater na porta do salão da verdade. Ele é a base que te prepara para qualquer prática; é o alicerce do edifício da consciência. Tudo que é belo e verdadeiro nasce do silêncio.

Um instante de silencio é suficiente para exorcizar todos os demônios, porque os demônios são os pensamentos. Se existe um pensamento compulsivo constantemente assombrando a sua mente, é porque você deu muita atenção a ele, ou seja, você o alimentou acreditando nele. Mas, ao aquietar a mente, todos os fantasmas desaparecem. Não importa quão antiga seja a escuridão, uma pequena fresta de luz dissipa toda escuridão porque ela é somente a ausência de luz. O silêncio invoca a luz. Quando a mente se acalma, tudo se acalma.

O preço para a realização espiritual é a solidão. Em algum momento você vai ter que encarar a si próprio. Por isso é fundamental aprender a ficar sozinho e em silêncio. Você também pode chamar esta prática de meditação. Mas, eu não quero que você se perca no labirinto das idéias e conceitos, na ginástica do intelecto. Permita-se apenas ficar retirado e em silêncio, observando a grama crescer. Abandone toda a pressa e todo o desejo de chegar a algum lugar. Feche os olhos e focalize no ponto entre as sobrancelhas. Brinque de cultivar o silêncio.

Segunda chave: Verdade.

Falar a verdade não quer dizer que você vai sair por aí dizendo aos outros tudo o que pensa ser verdade, desconsiderando o fato do outro não estar pronto para ouvi-la, o que pode gerar mais conflito, mais guerra. Seguir a verdade significa ouvir o chamado do seu coração.

Se ainda há desconforto e sofrimento na sua vida, significa que ainda há uma camada de mentira te envolvendo. Seja corajoso para encarar suas mentiras. Sem coragem você não será capaz de encarar a verdade. Procure identificar quando você ainda não pode ser honesto com você mesmo e com a vida; quando você tem que usar uma máscara e não pode ser autêntico e espontâneo; quando você tem que fingir que é diferente do que é. Dê uma olhada nas diversas áreas da sua vida. Você terá algum trabalho, mas é um bom trabalho. Lembre-se que “a verdade vos libertará”.

Terceira chave: Ação Correta.

Isso não tem nada a ver com moralismo. A ação correta, ou ação consciente, não se baseia no que está fora, ou seja, não depende da aprovação do mundo externo. Não é seguir um manual com regras sobre o que está certo ou errado. É uma ação determinada pela intuição, que é a voz do silêncio. É ter coragem de ser você mesmo, autêntico e espontâneo. Agir conscientemente significa colocar o amor em movimento, ou seja, trilhar o Caminho do Coração.

Quarta chave: Não Violência.

A não violência é a ação sem ego. É a atitude não contaminada pela vingança e pelo ódio. É não dar passagem para a maldade que provoca sofrimento no outro, não importa em qual nível.

A não violência ou ahimsa, como é conhecida na tradição do hinduísmo, não é cruzar os braços e ficar esperando que as coisas aconteçam. Ela, muitas vezes, envolve ação, atitude. Mas, é uma ação que nasce do coração - é espontânea e sempre vem com sabedoria e compaixão. Não é o ódio ou o medo se manifestando.

Eu mesmo já questionei o poder de ahimsa. Parece que só deu certo com Gandhi, na Índia. Mas, não é verdade. Ahimsa é o remédio que esse planeta precisa. A compaixão é o remédio e ahimsa é compaixão.

Quinta chave: Amor Consciente

Eu uso esta palavra ‘consciente’, porque a palavra amor foi degenerada. Nós demos a ela tantos outros significados que não têm nada a ver com a sua essência. Para o senso comum, o amor está ligado ao egoísmo, a uma satisfação pessoal. Ele é confundido com a paixão, com o sexo e até mesmo com o ódio. Isso acontece de uma forma inconsciente: a entidade acredita estar amando porque não tem consciência do que é amor.

Não é possível definir o amor com palavras, mas eu posso dizer que amar inclui um desejo sincero de que o outro seja feliz. Inclui ver o potencial adormecido no outro e dar força para ele acordar. É querer ver o outro feliz sem querer absolutamente nada em troca. Em última instância, amar conscientemente significa amar desinteressadamente.

Mas, para que possa utilizar essa chave se faz necessário que você reconheça o seu desamor. Procure identificar em quais situações e com quem você ainda não pode ser amoroso. Aonde e com quem o seu amor não flui livremente? Em que situações o seu coração se fecha? Aí há uma pista para você. Vá atrás dessa pista e você descobrirá muito sobre si mesmo. Essa é uma forma de trazer paz para esse mundo: aprendendo a ser amigo do seu irmão; amigo do seu vizinho. Aprender a não julgar os erros do outro. Antes de levantar o seu dedo para acusar o outro, olhe para si mesmo, e pergunte: “Será que eu não tenho um defeito igual, ou outros até piores?” “Será que o meu vizinho não tem nada de bom para eu focar a minha atenção?” Comece a focar no bom que o outro tem. Essa é sua grande missão.

Sexta chave: Presença.

Estar presente significa estar total na ação. É lembrar-se de si mesmo a cada instante. Quando você pode experienciar a presença, a sua energia cresce e você percebe o amor passando por você. Se puder sustentar esse estado de alerta, você terá a percepção de que tudo é sagrado, e a partir dessa percepção, poderá expandir sua energia conscientemente na direção do outro.

Eu sugiro uma prática bem simples para o seu dia a dia. Habitue-se a perguntar: Onde estou? O que estou fazendo? Permita-se parar, apenas por alguns segundos, absolutamente tudo o que você está fazendo. No meio da ação, pare e pergunte-se: Quem está fazendo? Assim você interrompe a imaginação e volta para o seu corpo, para a presença, para a totalidade na ação. Esse é o caminho.

A presença é a chave mestra. Mas, porque não vamos diretamente para ela? Porque nem todos estão prontos para usufruir dela. Poucos estão maduros para abandonar o pensar compulsivo, já que isso lhes dá um senso de identidade. Então, em muitos casos, é necessário um trabalho de purificação (2), que é este trabalho de transformação do “eu inferior”, para que você esteja pronto para ancorar a presença. Para isso, o corpo é o portal. Sinta-se ocupando o corpo. Sinta seu campo de energia e mova-se a partir dessa percepção.

Sétima chave: Serviço Desinteressado.

Servir desinteressadamente significa colocar seus dons e talentos a serviço do amor. É quando você pode se doar verdadeiramente ao outro, sem máscaras, sem necessidade de agradar ou fazer o que é certo com a intenção de ser recompensado. O único objetivo é ver o outro bilhar. Você se torna o amor que se move em direção à construção.

Acordar pela manhã, consciente de que está acordando para servir, ilumina a alegria de viver. Naturalmente, a consciência do serviço aumenta a conexão com o divino, porque, por mais que cada um tenha seus talentos e dons individuais, ou seja, uma forma particular na qual o amor se expressa através de você - é o próprio amor que está se expressando. No serviço, você se torna um canal do amor. Por isso, eu digo que o serviço é uma forma de manter a chama da conexão acesa. O amor e a felicidade passam por você para chegar ao outro, não importa o que você esteja fazendo, se está cuidando do jardim, construindo uma casa, cozinhando, cuidando de uma empresa ou de uma pessoa.

Oitava chave: Lembrança Constante de Deus.

Lembre-se de que Deus está em tudo: dentro, acima, abaixo, dos lados - em todos os lugares. Ele é a vida única que age em todos os corpos e é o seu Eu Real. Essa percepção de que tudo é Um e de que a energia espiritual se manifesta em todas as formas de vida, promove um profundo contentamento. Não há palavras para descrever essa experiência, ela só pode ser vivida. A sua vida se transforma numa prece, numa oferenda a Deus. Pode passar um tsunami, mas você não se esquece de Deus. Pouco a pouco, a sua fé se torna constante e inabalável, até que possa sustentar a eterna conexão com Deus.

A partir dessa conexão, você olha para o outro e enxerga além das aparências, porque você vê somente Deus e assim pode reverenciá-lo. Este é um sincero namaste: a divindade que está em mim saúda a divindade que está em ti.

Se verdadeiramente utilizar essas oito chaves na sua vida, inevitavelmente você irá experienciar a paz. Essa é a minha experiência.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Perca o medo de sorrir para a vida

Pressão no trabalho, o príncipe encantado que não aparece, falta de entendimento com os próprios familiares ou amigos. Às vezes parece que o mundo conspira contra nós, não? Resultado: você acaba sentindo uma enorme tristeza. Sem essa, viu, Amiga(o)? Porque a vida é assim mesmo, cheia de altos e baixos.

Se está nessa situação, trate de dar um basta. Sem essa de clima pesado. Lembra o que falei sobre responsabilidade? Pois é hora de assumir a sua e dar a volta por cima. Você até pode dizer que tem problemas e que a vida é cheia de testes e desafios. Concordo. Mas esse pacote faz parte da nossa evolução. Então, reaja!

Só você pode movimentar seu interior, modificar-se e, assim, ficar bem. Não sinta culpa. Não estou aqui para condená-la. Muitas de nossas limitações têm origem na infância, e até antes, em outras vidas. Ou seja, atraímos para o nosso convívio certos tipos de personalidades como a rainha das tragédias ou a vítima e nos influenciamos por elas!

Pois é, pessoal, tristeza tem muito a ver com a postura da vítima. Coitada de mim, não consegui aquele emprego, coitada de mim, não amo, nem sou amada, e por aí vai. Qualquer que seja a situação que não se concretiza, a maioria das pessoas acaba no “pobre de mim. Ai, não aguento isso E falo mais: o pobre de mim é a criatura sem potencial e sempre triste, negativa e desanimada.

São pessoas que esperam pouco da vida e passam a ser o capacho das outras. Magoam-se com facilidade, são superfrágeis. Gente, acorda! Sabia que, por mais que uma pessoa seja sensível, a vida vai cobrar igual de todo mundo? Sim, todos nós somos chamados a encarar desafios. Não tem jeito! E a pessoa frágil diante de uma situação delicada torna-se dramática, se recolhe e se deprime mais. Que futuro essa infeliz terá?

Fica aí o alerta. O que é, você está com raiva de quem te humilhou ou feriu? Só rindo, mesmo. A gente quer tudo fácil na vida, não é? Pois é, a tristonha também costuma ser mimada. Não há no mundo alguém que não tenha sido provocada, exigida e desafiada. Vamos lá: faça uma análise e descubra a verdadeira razão dessa tristeza. Quem teve momentos melhores é porque saiu do baixo-astral, buscou e conseguiu conquistar. Força! Agora é a sua vez.

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Abençoa a vida

Novos tempos, novas jornadas lhe aguardam… É tempo de seguir adiante, sem temer o porvir, mas investindo dia a dia na confiança. Sem confiança nada se realiza. Assim, como confiança sem trabalho, logo se enfraquece. Não fica a valorizar os fracassos, prioriza a eterna chance de recomeço.

Transforma dores em aprendizado, prosseguindo sua jornada e tendo a plena certeza de que não segue desamparado.

Ainda não pode compreender, mas quantos amigos espirituais lhe inspiram a caminhada. Muitas vezes, encontram dificuldade de se aproximar devido ao fato de você preferir a companhia do desânimo, da revolta, do orgulho e tantos outros sentimentos que não lhe ajudarão.

Desperta para a vida! Acredita, busca pela renovação, ela está sempre lhe acenando, mas para que chegue até ela e inicie uma relação duradoura, é necessário comprometimento!

E comprometimento assim que acordarmos, independente das dificuldades que nos aguardam, afinal, sem comprometimento, os dias são sempre iguais, a dor resiste, o desânimo é forte adversário, os ideais não são concretizados e a esperança é logo vencida.

Se almeja pela renovação, o comprometimento é o primeiro passo.

Caminha com ele e vencerá qualquer obstáculo!

Confia, segue e quando faltar força, tenha a certeza de que o Alto virá em seu auxílio… Sempre!

Abençoa a vida e ela lhe devolverá inúmeras bênçãos. Afinal, reclama pelos desafios que dificultam a sua caminhada e nem percebe que apenas alimentando as lamúrias desperdiça tempo precioso, além de enfraquecer suas forças íntimas.

Quantas coisas gostaria de modificar em sua vida?
Deletar arrependimentos e dizer palavras esquecidas?
Adiar despedidas e reviver momentos alegres?
Realmente o ontem não pode ser modificado nem apagado, mas que possa fazer parte da nossa existência como importante aprendizado que nos proporcionou mais amadurecimento.

Assim, mais evoluídos espiritualmente, sigamos em frente, compreendendo que toda tempestade passa, a noite sempre é vencida pelo amanhecer, outras portas se abrem e a renovação nos acena.

Muitos e muitos outros horizontes nos aguardam, mas de cabeça baixa não teremos como visualizá-los. Decerto, encontraremos diversas provas pelo caminho, mas provas que são necessárias para o nosso crescimento espiritual.

A Sabedoria Divina busca sempre o melhor para cada um.
Confiemos e busquemos seguir sempre em sintonia com as forças do bem, porque é essa comunhão que nos fortalecerá. O exterior pode trazer fatos desagradáveis, mas a nossa essência é sempre interna.

A paz que tanto almejamos nasce dentro de nós. 
E cada vez que escolhemos trilhar o caminho deixado por Jesus, essa paz nascerá.

E com Jesus, seguindo os seus passos, semeando o seu amor, poderemos modificar a atmosfera onde nos encontramos, por mais difícil possa ser a situação, estaremos sempre serenos, conectados com o Alto e nenhuma influência negativa poderá nos atingir.

A caminhada é longa… Mas começa hoje, abençoando a vida, comprometendo-se em vivê-la com amor, alegria, esperança e coragem!

Coragem para analisar a sua vida, sem se prender de culpas, pelo contrário, libertando-se dos enganos e deixando para trás toda e qualquer sombra.

Comprometimento!

Confia… A Luz de Jesus lhe guiará.

Posso tudo naquele que me fortalece?

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Não tente, faça

Quando tentamos algo, quando dizemos: Tentarei tal opção, inconscientemente deixamos uma brecha para fugir, desistir ou frustrar-se perante nossa “tentativa”. Qualquer novo empecilho é capaz de nos desestimular do que queríamos. Quando tentamos, jogamos como numa aposta, em que as chances de perder são maiores do que a de ganhar.

Quando vivemos “tentando” ficamos dando tiros no escuro na esperança de acertar num golpe de sorte. A vida é complicada demais. sorte existe mas, não devemos contar com ela. Para termos mais opções devemos “criar” mais opções. Para nos destacar, temos que ser diferentes dos outros, se não seremos apenas mais um. Para termos bons sentimentos, devemos emanar nossos bons sentimentos àqueles a nossa volta. Para estamos em paz devemos plantar a paz, a princípio em nossos próprios corações.

Quando fazemos, fazemos com convicção chegando a ter certeza do sucesso de nosso intento. Nos desdobramos, quebramos barreiras internas que nos fazem crescer e nos dão energia e incentivo para continuar buscando. Quando dizemos: Eu farei! damos certeza a nós e aos que estão a nossa volta daquilo em que acreditamos, nos comprometemos com nosso projeto e vivemos pra ele.

Claro que existem os erros, que 80% dos casamentos terminam antes de 5 anos. Que 95% das novas empresas quebram em menos de 2 anos. Que 90% das pessoas à nossa volta são neuróticas. Que 85% das pessoas que trabalham detestam suas funções. Que 75% de nós temos sérios problemas com nossa família.

Mas abordamos o que é negativo e maioria, como se fôssemos obrigados a fazer parte da regra. Ser somente mais um. 20% das relações são sólidas e sinceras, 5% das novas empresas prosperam e contribuem com a economia do país, de cada dez pessoas que conhecemos encontramos uma sensata, 15% de quem trabalha está feliz em suas funções, 1/4 das pessoas tem uma boa relação com sua família.

Só nos resta escolher o que buscamos: “Ser regra ou ser exceção”.

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Quando penso em Você

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...E ter paciência para que a vida faça o resto...

Quando penso em você me sinto flutuar,
me sinto alcançar as nuvens,
tocar as estrelas, morar no céu...

Tento apenas superar
a imensa saudade que me arrasa o coração,
mas, que vem junto com as doces lembranças do teu ser. 

Lembrando dos momentos
em que juntos nosso amor se conjugava
em uma só pessoa, nós ...

É através desse tal sentimento, a saudade,
que sobrevivo quando estou longe de você.
Ela é o alimento do amor que encontra-se distante...

A delicadeza de tuas palavras
contrasta com a imensidão do teu sentimento.
Meu ciúme se abranda com tuas juras
e promessas de amor eterno.

A longa distância apenas serve para unir o nosso amor.
A saudade serve para me dar
a absoluta certeza de que ficaremos para sempre unidos...

E nesse momento de saudade,
quando penso em você,
quando tudo está machucando o meu coração
e acho que não tenho mais forças para continuar;
eis que surge tua doce presença,
com o esplendor de um anjo;
e me envolvendo como uma suave brisa aconchegante...

Tudo isso acontece porque amo e penso em você...

William Shakespeare

terça-feira, 16 de junho de 2015

Diretrizes para o ser humano

Você receberá lições, pois estará matriculado na escola da vida em período integral. Você terá oportunidades para aprender a cada dia que passa. Você poderá usar estas oportunidades ou deixá-las passar simplesmente.

Não há erros, apenas lições. Uma lição se repetirá até que tenha sido aprendida. Quando conseguir isso, poderá então passar para a próxima lição. Aprender lições é um processo interminável. Se você está vivo, sempre haverá uma lição para aprender.

O crescimento é resultado de um processo de tentativa e erro: uma experimentação. Os experimentos fracassados são tão parte do processo quanto os experimentos que funcionam. Você tem um corpo físico. Poderá amá-lo ou detestá-lo, mas ele será seu ao longo de toda a sua existência.

Lá não é melhor que aqui. Quando o seu lá se transformar em aqui, você apenas estará obtendo outro lá que, mais uma vez, parecerá melhor que aqui.

Os outros são apenas espelhos da sua própria imagem. Você não pode amar ou detestar alguma coisa em outra pessoa sem que isso reflita alguma coisa que você ama ou detesta em si mesmo.

É você quem escolhe o que quer fazer da sua vida. Você tem todas as ferramentas e recursos de que precisa. O que faz com eles, é problema seu. A escolha é sua.

As respostas às questões da vida estão dentro de você. Tudo que você tem a fazer é prestar atenção, ouvir e confiar.

segunda-feira, 15 de junho de 2015

O melhor está pra começar

Tudo que você fizer na sua vida faça com prazer. Fuja das situações onde você é obrigado a fazer alguma coisa somente para agradar essa ou aquela pessoa, porque no final das contas o grande prejudicado será você.

A mesma regra vale para o trabalho que você arrumou somente para não ficar desempregado, lógico que em tempos difíceis qualquer emprego é melhor que o desemprego, mas isso não significa que você deve aceitar e ficar de braços cruzados esperando por uma nova oportunidade, corra atrás de um novo emprego (na área que você deseja) enviando seu currículo para diversas empresas, conversando com amigos e principalmente, fazendo cursos na área deseja.

Lembre-se esteja sempre preparado para o melhor.

Nos relacionamentos vale a mesma coisa, ficar por ficar, namorar por namorar, estar casado por estar é pura perda de tempo e criação de “gaiola de loucos”, ou seja, por mais que uma das partes possam disfarçar e empurrar com a “barriga” a situação, uma hora a pessoa vai esquecer de representar e pronto! começam as brigas, as discussões sem fim e sem motivos, a falta de interesse, a perda do tesão, e no fim, o triste fim de quem poderia pelo ser um bom amigo.

Na vida, somos livres para cultivarmos o que quisermos, e parece que tem gente que adora plantar “pepinos”, adoram cultivar encrencas, mal sai de uma, já entra em outra, ansiosas para “sofrerem”, são os masoquistas inconscientes, ou seja eles procuram a encrenca até sem querer e somente a dor, nossa querida amiga e conselheira poderá ensinar a ser feliz de maneira simples, clara e objetiva, afinal de contas a vida é muito simples, nós é quem complicamos.

Se você vive gostando de quem não gosta de você, trabalha onde não suporta sequer a portaria, estuda onde não consegue respirar, faz um curso porque pagaram pra você fazer, e almoça onde não quer, está na hora de virar a mesa e tomar decisões que levem em conta a sua maneira de ser, o seu jeito de viver e ser feliz.

Por favor, respeite-se, adore-se, ame-se de verdade e pare de sofrer por antecipação. Ninguém pode fazer por você aquilo que só você sabe que precisa, que deseja e que espera da vida.

A sorte está lançada, você tem duas opções: ficar parado e reclamando de braços cruzados, ou tomar as rédeas da vida e lutar para conquistar tudo o que você tem direito. Captou?

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Namorados...(as)

Meu amor, hoje eu fiquei pensando em você, o dia todo .. pensando em como alguém pode causar isso em mim, ah eu Deus, como eu te amo .. agora eu sei, você é minha única esperança. Te dou o meu destino. Estou te dando tudo de mim. Eu sei que nos seus braços é o meu lugar, sei que você é a unica pessoa capaz de me fazer feliz, ah unica pessoa que me faz se sentir a garota mais amada desse mundo. Você, é tudo que eu tenho, você me completa .. você tem o dom de me fazer sorrir quando estou triste, que eu não sei explicar. Mais hoje, eu só sei de uma coisa .. é você que eu quero, e sempre vou querer, não importa oque aconteça. É do seu lado que eu vou estar, sempre! EU AMO VOCÊ.

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Amor Perfeito

Quero um amor perfeito, e como perfeição é coisa que não existe, também não encontro este tipo de amor. O problema é que eu acho que até nem sou muito exigente. Vejamos: não quero um amor a meio-gás, a meia-chama, a meio-da-agenda. Quero alguém que realmente se entregue, que se preocupe comigo e, acima de tudo, que me faça sentir que sou a mulher da sua vida. Quero que, ao acordar, olhe para mim e me ache linda, mesmo despenteada, sem batom, sem uma roupa apta, e nesse momento, me acorde com um beijo apaixonado. Quero abrir os olhos e vê-lo de barba feita, com o perfume do After Shave a envolver-me, toalha enrolada à cintura, sorriso sedutor de “Bom Dia Amor!”. Quero ver ao fundo da cama um tabuleiro com um copo de sumo de laranja natural, acompanhado, nada mais, nada menos, de uma magnífica rosa vermelha. Quero tomar banho com alguém que me encha de espuma e faça da sua boca a mais suave das esponjas. Quero ir trabalhar e ser mimada com telefonemas rápidos mas saudosos e, SMS pirosos. Quero chegar ao fim do dia e partilhar as rotinas: ele descasca as batatas, eu lavo-lhe as mãos e enxugo-as delicadamente ao tecido do meu vestido; ele tempera a carne, eu saboreio-lhe dos dedos o sal e o acre do limão; ele faz a mousse, eu deixo-a cair “sem querer” no V do meu decote. Ele lava a loiça, eu abraço-o, pelas costas (para o incentivar), e encho-lhe o pescoço e as orelhas de beijos. No final da noite, ele abre a cama e eu revoluciono os lençóis. E para que não digam que eu não faço nada, eu visto uma camisa de noite, transparente, preta, de cetim, e ele… tira-a. Será que é pedir muito? Serei assim tão exigente?

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Como Se Eu Fosse...

Aproxima-te… lentamente…com serenidade... como se eu fosse o trajeto que timidamente vens percorrer e o destino que vens conquistar. Fica perto… o suficiente para te ouvir respirar, para sentir o teu coração bater, para absorver o calor que se te evapora da pele. Contempla-me… como se eu fosse uma peça rara de fino cristal, um quadro valioso de um pintor famoso, uma gota de orvalho, singela, sobre o corpo aveludado de uma rosa. Sente-me... como se eu fosse um farrapo delicado de nuvem que esvoaça pelas janelas da tua vida. Toca-me... com delicadeza… como se eu fosse um pássaro acabado de nascer e desliza... desde a ponta dos dedos, passa pelas minhas mãos e vai subindo pela minha pele trémula e macia. Repousa o teu toque no meu rosto e segura-o… como se fosse o teu bem mais precioso. Deixa que a tua boca descubra o mel da minha boca e que os nossos lábios se unam num momento mágico de prazer. Permite ao teu nariz deslizar sobre as curvas do meu pescoço alvo e inalar da minha pele o meu aroma quente de mulher, o meu perfume fresco de menina. Desnuda o meu corpo frágil e liberta-me de tecidos e pudores e deita-me numa cama feita de amor, com edredons de penas feitos de desejo, lençóis bordados de carinho, almofadas engomadas de mimos.  Prepara-me um leito onde me sinta protegida, onde me aninhe em ti e me possa perder para me encontar. Solta a tua voz em doces ecos ao meu ouvido, faz-me crer que sou única, que sou diferente, que sou especial. Não prometas nada que não possas cumprir, não jures nada que não sintas, não queiras nada que não possas ter… não ofereças nada que não tenhas...

terça-feira, 9 de junho de 2015

Não haverá

Não haverá um só dia em que eu
...ao acordar...olhe para o céu e diga: bom dia meu anjo...
Não haverá um só dia em que eu
...não estarei com pensando em você...
Não haverá um só dia em que eu
...que ao ouvir nossas músicas vou 
conseguir controlar as lagrimas que 
insistem em de meus olhos cair...
Não haverá um só dia em que eu
ao pensar que você possa sofrer, 
sentir meu peito se apertar e eu não me perdoar
Não haverá um só dia em que eu
...que eu não estarei entregue 
as recordações de cada momento que vivemos juntos...
Não haverá um só dia em que eu
...não esteja pedindo à Deus 
para te proteger e para te levar à caminhos que o faça feliz...
Não haverá um só dia em que eu
...ao ver a chuva cair...
não vou entender mas saberei que você estará,
naquele momento me sentindo...que nossas almas estarão se tocando...
Não haverá um só dia em que eu
...conseguirei viver sem você..
Pois mesmo a distância eu o terei para sempre em mim...
os momentos que vivemos são inesquecíveis 
porque você é minha alma gêmea
Você é o meu eterno amor!

Celia Piovesan

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Qual é a tua verdade?

A sabedoria, o conhecer a si mesmo, é uma das maiores dificuldades que existem. Não deveria ser assim, mas é. E por quê?
Porque existem dois caminhos para o autoconhecimento, para a iluminação.

O 1º caminho é descobrir-se. O 2º caminho é buscar a si mesmo através dos outros e é por isso que tantas pessoas enchem as igrejas, templos, mesquitas, sinagogas, etc.. Vão buscar a verdade através dos outros isso é muito fácil mas a verdade encontrada nos outros não é sua verdade e ela tem que ser sua.

Ninguém que sabe o seu caminho, nenhum iluminado, nenhum santo pode lhe transferir a verdade, lhe transferir a vida. Você deve viver a vida. Quem pode viver por você? 
Você pode ler milhares de livros sobre o amor, pode assistir todos os filmes sobre o amor e pode escutar todos os pregadores falarem sobre o amor. mas se não tiver amado alguém, não saberá o que é o amor. Como alguém pode amar por você? Como alguém pode descobrir a sua verdade? A verdade é sua, o caminho é seu.

É como o Amor, o seu amor… Você precisa viver isso.
O buscador verdadeiro vai atrás da sua própria verdade, ele tem esperança, paciência, garra e sempre vai buscando. Buscando a vida dentro de si. Buscando a verdade. Quem pode viver por você?

O Buscador diz: não estou repetindo coisas que ouvi por aí busquei por mim. Eu vivo intensamente.
Uma pessoa que conhece a si mesmo e vive realmente a vida, dançando, celebrando, brincando, criando e principalmente amando, jamais é um fanático, jamais fica seguindo um só caminho, pois sabe que a vida tem tantos caminhos, tantas possibilidades e tantas faces. É tolerante com todos os caminhos, cristãos, budistas, hindus, etc., mas tem seu próprio caminho.

O coração não era tocado. Não havia vida e sim palavras. Os teóricos não tem vida no coração. Falam sobre vida, e não a vivem.

Ou você vive Ou você não vive!

Não fique imitando os outros, seja você mesmo, assuma a responsabilidade pelo seu caminho.

Abra espaço para Deus agir em você, abra espaço para a oração.

A oração é uma prece, a súplica da própria alma.

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Ser feliz é viver cada instante plenamente

Diz a filosofia oriental que ao longo do ano temos sempre dois dias em que nada podemos fazer: o ontem e o amanhã. 

Não se pode viver nenhum outro dia, a não ser o de hoje. O ontem já ficou para trás e dele só nos restam as experiências, que devem nos servir de sabedoria para a nossa caminhada de hoje. O amanhã nos reserva o desconhecido, de onde nada podemos tirar. 

Do ontem trazemos as saudades e as lembranças e para o amanhã tecemos esperanças. Mas nem as lembranças nem as esperanças podem ser vividas. Elas apenas podem ser percebidas e sentidas, mas não podemos deixar que controlem o nosso hoje, que sejam a razão da nossa vida. 

O amanhã e o ontem são as casas do impossível. Tudo o que é possível realizar reside no hoje, no agora, neste instante. 

A vida não é contada em meses, ou anos... É contada em minutos e segundos. Portanto, viva cada segundo intensamente. Seja feliz a cada momento.

Amanhã eu vou ter um belo carro e, então, vou ser feliz... Ontem eu estava na praia e estava feliz. No mês que vem vou estar de férias, e então estarei feliz... Mês passado eu namorava aquela garota e era feliz. Ano que vem mudo de emprego, e então serei feliz fazendo o que gosto. Há um ano eu tinha um bom emprego e estava bem de vida... Ilusões... Tudo somente ilusões! 

Não existe amanhã, não existe o mês que vem, nem o ano que vem. Não existe ontem, mês passado e ano passado. Tudo o que existe é o agora. E é agora que você pode ser feliz. 

Decida-se pela felicidade já! Seja feliz agora. Seja feliz a cada segundo, um segundo de cada vez. 

Felicidade é ter a consciência de que cada instante em sua vida é valiosíssimo. Ser feliz é saber viver cada instante intensamente, com alegria, garra, ousadia, e com a vivacidade de uma criança. É provar da fonte da vida a cada instante, e se deliciar com os estímulos e recompensas presentes a cada momento.

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Amar-te-ei

Quando fazemos tudo para que nos amem e não conseguimos, resta-nos um último recurso: não fazer mais nada. Por isso, digo, quando não obtivermos o amor, o afeto ou a ternura que havíamos solicitado, melhor será desistirmos e procurar mais adiante os sentimentos que nos negaram. Não fazer esforços inúteis, pois o amor nasce, ou não, espontaneamente, mas nunca por força de imposição. Às vezes, é inútil esforçar-se demais, nada se consegue;outras vezes, nada damos e o amor se rende aos nossos pés. Os sentimentos são sempre uma surpresa. Nunca foram uma caridade mendigada, uma compaixão ou um favor concedido. Quase sempre amamos a quem nos ama mal, e desprezamos quem melhor nos quer. Assim, repito, quando tivermos feito tudo para conseguir um amor, e falhado, resta-nos um só caminho...o de mais nada fazer.

* Clarice Lispector

Que passem os minutos, dias e anos...
Todas as estações do tempo! 
Que eu viva, qual tolo, todas as ilusões
pueris de sentimento... 

Amar-te-ei, em todas as épocas,
em todo momento
Que passem as águas por muitas pontes
e que debruce a saudade por muitas
serras e montes, amar-te-ei, 
como se fosse a primeira vez e única,
apesar das tantas aventuras! 
Ainda além deste céu, nas alturas.
Eternamente...
Ainda que outro alguém o tenha
entre lençóis confidentes, 
mesmo que os beijos sejam molhados
e quentes, 
à parte, nossa alma vaga enamorada,
sobre qualquer prazer da carne ou qualquer
entrega fugaz . 
Eternas, apaixonadas 
Amar-te-ei, sobre qualquer dor que me pese
o orgulho ferido, o despeito revolvido! 
Sobre qualquer punhalada em meu coração, 
sobre qualquer distância a nós imputada...
Porque sei, amor de mim , que ainda assim... 
Não é pequeno o nosso comprometimento . 
Ah! Soubessem todos o tamanho! 
Pobre carne, pequeno tempo!

terça-feira, 2 de junho de 2015

Oração por ti

Meu Deus, o Senhor é maior que qualquer problema e crendo nisso, saindo do lugar comum das palavras, e tendo a mais absoluta certeza de que o Senhor não está indiferente ao sofrimento humano, eu quero agora, pedir para que neste momento, o Senhor venha tocar no coração dessa pessoa tão querida que está lendo essa singela oração, e que transforme qualquer lágrima e tristeza em alegria, em sorriso, em manifesto de amor.

Se, porventura ela está lendo no leito de um hospital, ou doente em sua casa, cure-a de tal maneira que a sua recuperação seja motivo de espanto para os homens.

Se, porventura ela está lendo em uma cela, se julgando a última das pessoas, sopra agora o Teu espírito que é a verdadeira liberdade, leva alento a esse coração tão sofrido.

Se, porventura, ela está sentindo-se deprimida, angustiada, sem ânimo para nada, meu Deus, coloca teu bem estar, tua força, teu poder e levanta essa pessoa de maneira que ela possa se lembrar de quem tem menos que ela, que precisa dela e do seu bem estar.

Se, porventura, ela está desempregada, sem perspectiva de pagar suas contas, e atormentada pelas dívidas e cobranças, vem então meu Pai, manifestar o Teu Poder e abrir as portas das oportunidades, do emprego, do comércio próprio, de esperança, de renovação.

Se, porventura essa pessoa está sofrendo uma injustiça, uma separação dolorosa, sendo vítima de obras de espíritos atormentados pelo mal, liberta-a agora meu Pai, liberta-a e dá-lhe proteção. Resgata autoestima, o orgulho de ser a sua imagem e semelhança. Traga a justiça, resgata a dignidade, o casamento, o namoro, o amor, a vida.

Por saber que Teu Poder é tão grande, nesse momento eu lhe peço que não demore, que o Senhor possa se materializar agora no coração daquele que lê entre lágrimas, entre a certeza de que estou falando exatamente do seu problema.

Que a mudança possa acontecer ainda hoje, e que seja tão grande, mas tão grande que todos possam dizer, Deus realizou um milagre na vida dessa pessoa.

Para alguns, será um milagre, mas para os que creem em Ti, será a certeza da manifestação do seu amor, puro, verdadeiro e infinito amor.

Muito obrigado, meu Pai.

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Como Deus responde à oração?

Realmente, esta é uma pergunta que tenho ouvido muito ultimamente. E, da mesma forma, muitos relatos tenho lido à respeito.

Ouvi uma história que nos dá mais alguma luz à respeito de como Deus age para responder à oração. Um professor ateu numa classe da faculdade fez esta declaração,
– Se há um Deus, que ele me jogue lá para fora agora mesmo!

Os cristãos na classe ficaram estupefatos. eles simplesmente não sabiam o que dizer. Mas, exatamente naquele instante, um aluno que fazia parte do time de futebol da faculdade passava em frente à porta e ouviu o professor fazer a declaração. Apressou-se em entrar e empurrou o professor para o corredor do lado de fora. 
O professor, sentindo-se ultrajado e atacado, gritou com o rapaz,
– O que você pensa que está fazendo, seu irresponsável.

Ao que o jogador de futebol respondeu,
– Deus estava ocupado no momento, então me enviou!

Pode ser esta uma forma como Deus responde às nossas orações, pela intervenção de outras pessoas?

Outra história que li recentemente:
Um certo jornal vinha publicando uma série de artigos sobre o valor da presença na igreja. Um dia, uma carta chegou ao redator, onde se lia,
“Imprima isto se tiver coragem. Tenho tentado uma experiência. Tenho um campo de milho, que eu arei durante os domingos. Plantei durante os domingos. Fiz a colheita no domingo e carreguei meu celeiro no domingo. Acho que minha colheita neste outubro foi tão grande quanto a de qualquer de meus vizinhos que foi à igreja no domingo. Então onde estava Deus desta vez?”

O redator imprimiu a carta, mas adicionou sua resposta:
“Você não deixa de ter razão quanto à hora, o lugar e a forma de falar com Deus. Cada pessoa pode encontrar seu lugar e tempo. Mas seu erro está em pensar que Deus sempre acerta suas contas em outubro”

A medição de tempo para Deus é feita da mesma forma que a nossa? Suas razões para responder de forma e em tempo diferentes do que pensamos está acima de nosso entendimento.

Bem, onde quero chegar? O ponto que eu tento passar é, simplesmente, continue a orar mesmo que você não receba a resposta que você quer e quando você quer! Só porque você não pode ver a resposta, ou ela vem de forma diferente da que você imaginava, isto não quer dizer que Deus não lhe escutou.

Continue a orar e não desista!

Não tenha medo de abrir mão do que você quer para viver o que Deus quer para você

Deus só pode agir naquilo em que O deixamos trabalhar. Às vezes, saímos feridos de um relacionamento, tão machucados, que achamos que o “o a...