quinta-feira, 29 de setembro de 2011

AMOR, PERDAS, PARTIDAS E SAUDADE...

“Falar em perdas é falar em solidão, tristeza, desesperança, medo.”
Quando digo perdas, não estou me referindo apenas aos que morrem, mas a todos que, de alguma forma, nos deixam prematuramente, antes que estejamos preparados.
Um amigo que se muda para longe, um namoro interrompido abruptamente e até mesmo um ente querido que se vai, sempre provoca em nós uma sensação de vazio.
E por que isso? Porque sofremos tanto mesmo sabendo que estas perdas ou partidas inesperadas são inerentes à vida e que, portanto, não podemos controlá-las?


Não saberia responder com precisão as perguntas acima, mas, o que me parece mais coerente é que nunca estaremos prontos para nos acostumarmos com a falta dos que amamos. Por mais que saibamos que a qualquer instante eles nos faltarão, temos sempre a predisposição em acreditarmos que quem nos ama nunca nos trairia, nos privando de seu afeto, carinho e amor.
Ledo engano.
São justamente aqueles que amamos que mais nos machucam com suas partidas inesperadas.
Vão-se sem aviso prévio e nos levam a felicidade, a fé na vida, o equilíbrio.
O que fazer então? Não amarmos? Não nos permitirmos gostar de alguém pelo simples fato de que seremos, mais cedo ou mais tarde, deixados para trás na vida, entregues às nossas angústias e remorsos por não termos dito tudo ou feito o suficiente por eles?
Creio que não.
Se há algo na vida que mais nos trás felicidade é sabermos que somos queridos e não seria honesto nos privarmos de tal sentimento por covardia.
Um amor de pai e mãe, o carinho de um amigo ou afeto de uma relação a dois deve sempre se sobrepujar ao medo da perda.
Porque ela é inevitável; o sentimento, não. Deve ser exercitado todos os dias de nossas breves vidas.
Ele é o que nos move, nos dá o chão para que possamos caminhar pela vida com a certeza de que, haja o que houver, teremos sempre alguém com quem contar, que nos apoiará mesmo nos momentos em que não tenhamos razão.
Esta, deve ser a maior lição deixada pelos que partem sem nos avisar. Lembrar-nos que devemos sempre curtir aqueles que amamos com a intensidade proporcional à brevidade de uma vida.
Porque, quando nos faltarem, saberemos que amamos e fomos amados, que demos e recebemos todo o carinho esperado, que construímos um sentimento que nenhuma perda poderá apagar. Este sentimento transcende o espaço e o tempo, não se limita ao contato físico.
Torna-se parte de nós, impregnado em nossa alma, nos confortando nos dias difíceis, sendo cúmplice de nossas vitórias pessoais, norteando nossa conduta, nos fazendo sentir eternamente amados.
Que me perdoem os físicos, mas, neste caso, acredito sim que dois corpos podem ocupar o mesmo lugar no espaço.
Basta que permitamos sentir a presença dos que amamos dentro de nós, como se fossem parte de nossa alma. Só assim seremos inteiros.
“Aqueles que amamos nunca morrem,
apenas partem antes de nós".

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Amor Perfeito

Fecho os olhos pra não ver passar o tempo
Sinto falta de você...
Anjo bom, amor perfeito no meu peito
Sem você não sei viver

Então vem
Que eu conto os dias, conto as horas pra te ver
Eu não consigo te esquecer
Cada minuto é muito tempo sem você, sem você...



Os segundos vão passando lentamente
Não tem hora pra chegar
Até quando te querendo,te amando
Coração quer te encontrar

Então vem...
Que nos teus braços esse amor é uma canção
Eu não consigo te esquecer
Cada minuto é muito tempo sem você, sem você...

Eu não vou saber me acostumar
Sem suas mãos pra me acalmar
Sem seu olhar pra me entender
Sem seu carinho, amor, sem você
Vem me tirar da solidão,
Fazer feliz meu coração
Já não importa quem errou
O que passou, passou

Então vem...
Que eu conto os dias conto as horas pra te ver
Eu não consigo te esquecer
Cada minuto é muito tempo sem você, sem você

Fecho os olhos pra não ver passar o tempo
Sinto falta de você...
Anjo bom, amor perfeito no meu peito
Sem você não sei viver

Então vem
Que eu conto os dias, conto as horas pra te ver
Eu não consigo te esquecer
Cada minuto é muito tempo sem você, sem você...

Os segundos vão passando lentamente
Não tem hora pra chegar
Anjo bom, amor perfeito no meu peito
Coração quer te encontrar

Então vem
Que nos meus braços, esse amor é uma canção
Eu não consigo te esquecer
Cada minuto é muito tempo sem você, sem você...

Eu não vou saber me acostumar
Sem suas mãos pra me acalmar
Sem seu olhar pra me entender
Sem seu carinho, amor, sem você
Vem me tirar da solidão,
Fazer feliz meu coração
Já não importa quem errou
O que passou, passou

Então vem
Que eu conto os dias, conto as horas pra te ver
Eu não consigo te esquecer
Cada minuto é muito tempo sem você, sem você...

Deus me deu Você para que eu me enxergasse,
para manter-me forte e ajudar-me a tocar em frente.

Deus me deu Você para partilhar meu coração e minha alma,
para trazer-me coragem e esperança,
para ensinar-me o significado do Amor Incondicional.

Deus me deu Você para aceitar-me como sou,
para entender minhas dificuldades,
para que eu tivesse um Amigo de verdade.

Deus me deu Você para trazer-me lições,
ajudar-me a crescer e fortalecer meu espírito.

Deus me deu Você para dar-me esperanças,
clarear meus pensamentos e encorajar os meus sonhos.

Deus me deu Você para inspirar-me a ser o melhor que eu possa, para mostrar-me a importância da verdade e da alegria
de oferecer meu coração ao conforto de um outro coração.

Deus me deu Você para ensinar-me a deixar as tristezas de lado,
para eu declarar-me vulnerável quando assim estou
e para mostrar meu verdadeiro eu e minhas ocultas esperanças.

Deus me deu Você para amar, para honrar,
para assumir e entregar minha confiança da forma que eu sempre quis.

Ele me deu Você porque tinha um plano:

Fazer-me feliz!

terça-feira, 27 de setembro de 2011

QUANDO...

Quando você está cansado e desencorajado por esforços que não deram frutos, Deus sabe o quanto você tentou ...

Quando você chorou por longo tempo, com o coração cheio de angústia, Ele contou suas lágrimas.

Se você sente que sua vida está perdida e que muito tempo também se perdeu, Ele está confortando você ...

Quando você está solitário e seus amigos estão muito ocupados para um simples telefonema, Ele acompanha você ...

Quando você sente que já tentou de tudo e não sabe por onde recomeçar, Ele tem a solução ...

Quando nada mais faz sentido e você se sente frustrado e deprimido, Ele tenta lhe mostrar respostas ... e, de repente, tudo lhe parece mais brilhante e você percebe uma luz de esperança, nesse momento Ele soprou nos seus ouvidos .

Quando as coisas vão bem e você tem muito para agradecer, Ele está festejando com você ...

Quando algo lhe traz muita alegria e você se sente refortalecido, Ele está sorrindo para você ...

Quando você tem um propósito a cumprir e um sonho para seguir, Ele abre seus olhos e o chama pelo nome ...

Lembre-se que onde você estiver, seja na tristeza ou na felicidade, mesmo que ninguém mais saiba, Deus sabe ...

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

O Bem mais Precioso

Conta o folclore europeu que há muitos anos atrás um rapaz e uma moça apaixonados resolveram se casar.

Dinheiro eles quase não tinham, mas nenhum deles ligava para isso.

A confiança mútua era a esperança de um belo futuro, desde que tivessem um ao outro.

Assim, marcaram a data para se unir em corpo e alma.

Antes do casamento, porém, a moça fez um pedido ao noivo:

- Não posso nem imaginar que um dia possamos nos separar. Mas pode ser que com o tempo um se canse do outro, ou que você se aborreça e me mande de volta para meus pais.

- Quero que você me prometa que, se algum dia isso acontecer, me deixará levar comigo o bem mais precioso que eu tiver então.

O noivo riu, achando bobagem o que ela dizia, mas a moça não ficou satisfeita enquanto ele não fez a promessa por escrito e assinou.

Casaram-se.

Decididos a melhorar de vida ambos trabalharam muito e foram recompensados.

Cada novo sucesso os fazia mais determinados a sair da pobreza, e trabalhavam ainda mais.

E tempo passou e o casal prosperou. Conquistaram uma situação estável e cada vez mais confortável, e finalmente ficaram ricos.

Mudaram-se para uma ampla casa, fizeram novos amigos e se cercaram dos prazeres da riqueza.

Mas, dedicados em tempo integral aos negócios e aos compromissos sociais, pensavam mais nas coisas do que um no outro.

Discutiam sobre o que comprar, quanto gastar, como aumentar o patrimônio, mas estavam cada vez mais distanciados entre si.

Certo dia, enquanto preparavam uma festa para amigos importantes, discutiram sobre uma bobagem qualquer e começaram a levantar a voz, a gritar, e chegaram às inevitáveis acusações.

- Você não liga para mim! - gritou o marido - só pensa em você, em roupas e jóias.

- Pegue o que achar mais precioso, como prometi, e volte para a casa dos seus pais. Não há motivo para continuarmos juntos.

A mulher empalideceu e encarou-o com um olhar magoado, como se acabasse de descobrir uma coisa nunca suspeitada.

- Muito bem, disse ela baixinho. Quero mesmo ir embora. Mas vamos ficar juntos esta noite para receber os amigos que já foram convidados. Ele concordou.

A noite chegou. Começou a festa, com todo o luxo e a fartura que a riqueza permitia.

Alta madrugada o marido adormeceu, exausto. Ela então fez com que o levassem com cuidado para a casa dos pais dela e o pusessem na cama.

Quando ele acordou, na manhã seguinte, não entendeu o que tinha acontecido. Não sabia onde estava e, quando sentou-se na cama para olhar em volta, a mulher aproximou-se e disse-lhe com carinho:

- Querido marido, você prometeu que se algum dia me mandasse embora eu poderia levar comigo o bem mais precioso que tivesse no momento.

- Pois bem, você é e sempre será o meu bem mais precioso. Quero você mais que tudo na vida, e nem a morte poderá nos separar.

Envolveram-se num abraço de ternura e voltaram para casa mais apaixonados do que nunca.

***

O egoísmo, muitas vezes, nos turva a visão e nos faz ver as coisas de forma distorcida.

Faz-nos esquecer os verdadeiros valores da vida e buscar coisas que têm valor relativo e passageiro.

Importante que, no dia-a-dia, façamos uma análise e coloquemos na balança os nossos bens mais preciosos e passemos a dar-lhes o devido valor.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Procura

Numa época em que as carências afetivas parecem estar em alta, um anúncio anônimo em um mural chama a atenção dos que passam. Todos, sem exceção, param e leem:

Procura-se um homem. Um homem que não tema a ternura. Que se atreva a ser frágil quando necessite se deter para recuperar as forças para a luta diária.

Um homem que saiba proteger o ser a quem devotar o seu amor. Um homem que queira e saiba reconhecer os valores espirituais e que sobre eles saiba construir todo um mundo.

Um homem que, em cada amanhecer, saiba ofertar amor com toda a delicadeza para que uma flor entregue com um beijo tenha mais valor que uma joia.

Procura-se um homem com o qual se possa falar, que jamais corte a ponte de comunicação. Um homem a quem se possa dizer o que se pensa, sem temor de que se ofenda e que seja capaz de dizer a sua esposa, namorada ou mãe que a ama.

Procura-se um homem que tenha braços abertos para que sua amada neles possa se refugiar quando se sentir insegura. Que conheça sua fortaleza, mas que nunca se aproveite disso.

Um homem que tenha os olhos abertos para a beleza. Que domine o entusiasmo e que ame intensamente a vida. Um homem para quem cada dia seja um presente de valor incalculável que deve ser vivido plenamente, aceitando a dor e a alegria com igual serenidade.

Um homem que saiba ser sempre mais forte que os obstáculos. Que jamais se apavore ante a derrota e para quem os contratempos sejam mais estímulos que adversidade, mas que esteja tão seguro de seu poder que não sinta necessidade de demonstrá-lo a cada minuto em empreendimentos absurdos somente para prová-lo.

Um homem que não seja egoísta. Que não peça o que não ganhou, mas que sempre faça esforços para ter o melhor.

Um homem que saiba receber carinho, tanto quanto demonstrá-lo.

Um homem que respeite a si mesmo, porque assim saberá respeitar os demais. Que não recorra jamais à ofensa, que sempre rebaixa quem a faz.

Um homem que não tenha medo de amar, nem que se envaideça porque é amado. Que goze o minuto como se fosse o último. Que não viva esperando o amanhã porque talvez ele nunca chegue.

Finalmente, quando este homem for encontrado, qualquer mulher o desejará amar com intensidade e com ele compartilhar a sua vida.

Todos temos fome. Fome de pão, fome de amor, fome de conhecimentos, de paz e de amizade.

A fome de pão que tanto aparece é a que mais comove e, contudo, existem outros tipos de fome.

A fome de amor, dentre todas, é a mais difícil de ser saciada. Muitos passam a vida inteira sem que ninguém lhes estenda uma migalha de carinho.

Aprendamos a reconhecer a fome de quem nos fala, de quem conosco convive, entendendo que quanto maior a fome, mais escondida se encontra e a busquemos saciar.

Recordemos os versos da oração franciscana: Senhor, que eu ame mais do que pretenda ser amado...

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Valorizando a Vida

Conta a lenda que um rico mandarim chinês encheu-se de tédio pela sua vida fautosa e pelo seu poder sem limites. Nada mais despertava seu interesse, não sentia prazer por coisa alguma. Seus desejos, mal eram formulados e já estavam realizados. Tinha perdido sua ligação com a vida e não havia nele a vontade de viver. Percebeu a insensatez e a inutilidade de sua existência e temeu ficar louco.
Para acabar com o sofrimento, o rico mandarim ordenou ao seu barbeiro que, num dia qualquer, sem nenhum aviso, ao fazer-lhe a barba, cortasse-lhe a garganta. Era uma ordem e tinha que ser obedecida.

Nos primeiros dias, o mandarim se fez barbear com toda tranqüilidade, pois não esperava que a ordem fosse cumprida de imediato, mas, à medida que o tempo avançava, começou a se perguntar se o dia seria amanhã.

O entendido mandarim passou então a viver cada dia como se fosse o último, e livre da “obrigação de viver”, o rico mandarim se pode permitir ver como era lindo o amanhecer, como eram diferentes os tons de verde dos seus campos, como era alegre o canto dos pássaros e como eram belas as suas cores, como eram imponentes e cheios de força os rios que cortavam suas propriedades. Viu também toda a beleza de uma tormenta, numa exibição gratuita de energia e violência. Viu também que tinha um corpo e se deu conta de que, só tendo um corpo capaz de sentir, podia viver a beleza da vida. Por tudo isso valia a pena viver!

Agora o barbear era uma agonia e, embora tivesse dado uma contra-ordem ao barbeiro, mandou decapitá-lo, por via das dúvidas.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Carlos Drummond de Andrade

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer
seu coração parar de funcionar por alguns segundos,
preste atenção: pode ser a pessoa
mais importante da sua vida.

Se os olhares se cruzarem e, neste momento,
houver o mesmo brilho intenso entre eles,
fique alerta: pode ser a pessoa que você está
esperando desde o dia em que nasceu.



Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo
for apaixonante, e os olhos se encherem
d'água neste momento, perceba:
existe algo mágico entre vocês.

Se o 1º e o último pensamento do seu dia
for essa pessoa, se a vontade de ficar
juntos chegar a apertar o coração, agradeça:
Algo do céu te mandou
um presente divino : O AMOR.

Se um dia tiverem que pedir perdão um
ao outro por algum motivo e, em troca,
receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos
e os gestos valerem mais que mil palavras,
entregue-se: vocês foram feitos um pro outro.

Se por algum motivo você estiver triste,
se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa
sofrer o seu sofrimento, chorar as suas
lágrimas e enxugá-las com ternura, que
coisa maravilhosa: você poderá contar
com ela em qualquer momento de sua vida.

Se você conseguir, em pensamento, sentir
o cheiro da pessoa como
se ela estivesse ali do seu lado...

Se você achar a pessoa maravilhosamente linda,
mesmo ela estando de pijamas velhos,
chinelos de dedo e cabelos emaranhados...


Se você não consegue trabalhar direito o dia todo,
ansioso pelo encontro que está marcado para a noite...

Se você não consegue imaginar, de maneira
nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado...

Se você tiver a certeza que vai ver a outra
envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção
que vai continuar sendo louco por ela...

Se você preferir fechar os olhos, antes de ver
a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida.

Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes
na vida poucas amam ou encontram um amor verdadeiro.

Às vezes encontram e, por não prestarem atenção
nesses sinais, deixam o amor passar,
sem deixá-lo acontecer verdadeiramente.

É o livre-arbítrio. Por isso, preste atenção nos sinais.
Não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem
cego para a melhor coisa da vida: o AMOR !!!"

Queria ter coragem
Para falar deste segredo
Queria poder declarar ao mundo
Este amor
Não me falta vontade
Não me falta desejo
Você é minha vontade
Meu maior desejo
Queria poder gritar
Esta loucura saudável
Que é estar em teus braços
Perdido pelos teus beijos
Sentindo-me louco de desejo
Queria recitar versos
Cantar aos quatros ventos
As palavras que brotam
Você é a inspiração
Minha motivação
Queria falar dos sonhos
Dizer os meus secretos desejos
Que é largar tudo
Para viver com você
Este inconfesso desejo
Eu Te Amo !!!!!!!!!!!

Carlos Drummond de Andrade

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Santa Luzia













"Há muitos anos passados
No mundo existia
Uma jovem cantadora
O seu nome era Luzia
Um moço apaixonado
Casar com ela queria
Conversando foi dizendo
Que lindos olhos tem
Eu queria seu amor
E seus lindos olhos também
Mas Luzia respondeu
Esses olhos são seus
Mas casar não me convém"

E se ela amar ao jovem
Eu não desprezo amor
Porque é a graça divina
Que no mundo Deus deixou
Se você quiser meus olhos
E achar que tem valor
Neste caso é diferente
Pegue ele de presente
Pra consolar sua dor

Vendo ela arrancar os olhos
Pensou que estava fingindo
E virou-se para ele
foi entregando sorrinso
E o rapaz foi pegando
Com as lágrimas caindo
Quando olhou para Luzia
Em seu olhos ele via
Outros dois olhos mais lindos

Pos o joelho no chão
Disse o jovem apaixonado
Perdoe Santa Luzia
Eu percebi que estou errado
Peço a nosso senhor
Perdoai o meu pecado
Perdoe santa bondosa
Por eu cobiçar uma rosa
Que era do reino sagrado

O rapaz foi perdoado
Ouvindo a santa dizer
O amor não é pecado
Você pegou sem saber
Seu pedido não atendo
Não posso lhe pertencer
Mas tenha fé em Jesus
Que terá a minha luz
Pra sempre lhe proteger

Marco Brasil

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Remédio Infalível

Um vendedor ambulante percorria os povoados oferecendo remédio contra coice de burro. Instalou-se numa pracinha, junto à capela, e começou a gritar com aquela habilidade própria dos charlatões:

- Alô, pessoal! Ouvi contar que aqui há muito burro chucro. É só agente passar perto e já vem o coice. Mas tenho aqui um remédio infalível. Querem experimentar?…

Os curiosos se juntavam. Então ele mostrava um pacotinho bem fechado, dizendo:

- Cada pacotinho desses contém o remédio. Cura quem levou o coice e previne contra coices futuros. O pacotinho custa apenas … E dava o preço de um, de dois, de três pacotes, sempre com o desconto de praxe. Mas, cuidado, perde o efeito.

Muitos roceiros compraram o tal remédio. Chegando às suas casas, abriram curiosamente o embrulho e encontraram dentro três metros de barbante e o conselho por escrito:

“Para evitar coice de burro, basta ficar longe do animal numa distância correspondente ao comprimento deste barbante.” Desapontados e lubridiados, foram atrás do vendedor para lhe aplicar uma boa surra. Mas o espertalhão já havia sumido da praça.

Clóvis Bovo

MORAL DA HISTÓRIA - AMIGOS, NÃO ACREDITEM EM TUDO O QUE LHE FALAM, SOBRE AS COISAS DO MUNDO E SOBRE OS OUTROS. NÃO FAÇA UM PRÉ JULGAMENTO SEM ANTES SE PERMITIR EXPERIMENTAR AS COISAS OU CONHECER MELHORAS PESSOAS. BOA SEMANA!

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Resolva os Teus Problemas

* Ao aproximar-se a qualquer objetivo você vai enfrentar problemas cada vez maiores, portanto, saiba a melhor maneira de resolvê-los.

* Aceitar que os problemas são parte da vida.

* Qualquer problema só pode gastar cerca de 20% do seu tempo para definir e esclarecer o problema e 80% em soluções – nunca inverter esses percentuais.

* Para resolver os problemas, você deve:

- Verifique o seu foco e pense positivamente. Não permita sentir-se sobrecarregado.

- Tenha certeza que você vai encontrar uma resposta.

- Você tem que definir com precisão a resposta que você quer. Escreva suas idéias no papel, a escrita tem mais força e permanência que só pensamento.

- Definir um plano de ação o mais rapidamente possível. Energia, entusiasmo e dinamismo vai ajudá-lo a encontrar respostas mais rapidamente.

- Ter a confiança para tentar algo.

- ter a sensibilidade para perceber se você tentasse correr ou não.

- Seja flexível e mude sua estratégia se você não está conseguindo os resultados esperados. Sempre se pergunte: “E se …? (Essa questão mantém a sua mente flexível e adaptável a qualquer situação.

* Tudo isto é positivo, fazendo perguntas, porque a qualidade de suas respostas vêm da qualidade de suas perguntas.

* Não se esqueça de usar os outros que resolveram problemas semelhantes como um exemplo ou conselheiros para resolver o seu.

* Muitas pessoas não são capazes de resolver os seus problemas, porque eles se sentem “oprimidos” e sua capacidade de resolver problemas está fechada.

* Você precisa mudar a sua associação com a sensação de se sentir “emocionado” muita dor e muito prazer para parar esse sentimento e resolver seus problemas de forma eficaz.

* Mude suas crenças sobre o que significa um problema para você. Um problema pode ser uma oportunidade de crescer, de aprender, de encarar a si mesmo, etc ,pensando assim, têm menos medo de enfrentar problemas. O problema maior, maior é sua chance de crescer.

* O propósito da vida é crescer e os efeitos dos problemas é que você cresce.

5 PERGUNTAS PARA QUALQUER PROBLEMA

Estas cinco perguntas são usados ​​para tratar problemas de qualquer tamanho e para qualquer situação.

Ao fazer estas perguntas muitas e muitas vezes é capaz de deslocar o foco sobre a situação e liberar recursos internos para resolver o problema com menos estresse, medo e mais rápido.

1. O que é bom nesta situação? (Se a resposta inicial é “nada”, então pergunte a si mesmo, o que seria bom para esta situação? “)

2. O que está faltando essa situação para ser perfeito?

3. O que ela está disposta a fazer para tornar as coisas do meu jeito?

4. O que é que eu não estou disposto a fazer para tornar as coisas do meu jeito?

5. O que eu tenho que fazer para resolver o problema e apreciar o processo?

Você pode, você irá conseguir...

Cesar

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Onde estão os Anjos?

Aquela era mais uma tarde de trabalho abençoado na escola de evangelização infantil de uma Casa Espírita.

Todas as semanas, um grupo de mães e seus filhos, de idades variadas, adentravam as portas da instituição de amor e caridade.

Naqueles encontros semanais, as famílias buscavam o alimento para a alma, que lhes era ofertado através dos ensinamentos cristãos e das palavras de conforto que partiam do coração de cada trabalhador devotado.

Também lhes era ofertado o alimento para o corpo pois, depois dos estudos e de outras atividades, as mães e seus filhos desfrutavam de um lanche, preparado com muito carinho e dedicação.

Uma vez por mês, em um desses encontros, lhes era oferecido um lanche especial.

As crianças esperavam ansiosamente por esse dia, pois sabiam que receberiam um agrado diferente. A maioria vivia em condições de muita dificuldade financeira, tendo na sua rotina apenas o alimento básico para o sustento.

Foi num desses lanches que aconteceu algo inesperado. As crianças receberam guloseimas. Logo as abriram e degustaram com rapidez.

Porém, uma das crianças, de apenas quatro anos, ao receber as balinhas que foram depositadas na sua pequenina mão, fixou demoradamente o olhar nelas e, em seguida, guardou-as em seu bolso.

A pessoa que as entregou, estranhando a atitude, resolveu perguntar por que ele não iria saborear as guloseimas naquele momento.

O menininho disse que gostava muito dos docinhos mas que iria guardá-los para o irmão que havia ficado em casa. A mãe não tinha como transportá-lo por não ter uma cadeira de rodas.

* * *

Esse ato de amor de um coração infantil nos traz uma grande lição.

Evidencia o desprendimento de uma criança que, com espontaneidade, abriu mão de algo que apreciava, para ofertar ao irmão que ali não podia estar.

Ao renunciar à própria vontade em nome de fazer o outro feliz, essa doce criança mostrou-nos possuir um nobre sentimento: a abnegação.

Na sua pequenez, mostrou que o amor está em nós, que não precisa ser ensinado, que basta algo ou alguém para despertá-lo.

Mesmo sem ter disso consciência, essa criança agiu como um anjo, zelando e cuidando de um ente querido e amado, seu próprio irmão.

* * *

Que possamos ter olhos sensíveis para ver o quanto podemos aprender com a simplicidade das atitudes infantis.

Que possamos estar atentos às palavras e ações vindas desses corações inocentes.

A pureza do coração é inseparável da simplicidade e da humildade. Exclui toda ideia de egoísmo e de orgulho. Por isso é que Jesus toma a infância como emblema dessa pureza, do mesmo modo que a tomou como o da humildade.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

TRADUÇÃO DO DIA 14/09

OLÁ APESAR DA VOZ QUASE FANHA...QUIS FAZER A TRADUÇÃO DO DIA HOJE "AO VIVO", COMO SEMPRE. DESCULPE, ESPERO QUE VOCÊS GOSTEM.
GOSTARIA MUITO QUE DIVIDISSEM COM AMIGOS DE PERTO OU LONGE NOSSO BLOG. QUEM SABE ALGUÉM, EM ALGUM LUGAR PRECISO LÊR OU OUVIR UMA PALAVRA AMIGA.

SUCESSO SEMPRE!

César

http://www.4shared.com/audio/xgXGwsmA/Brian_Adans_2011.html 

Amanhã pode ser tarde

Ontem?... Isso faz tanto tempo!...
Amanhã?... Não nos cabe saber...
(E amanhã pode ser muito tarde...)

Amanhã pode ser muito tarde:
Para você dizer que ama,
Para você dizer que perdoa,
Para você dizer que desculpa,
Para você dizer que quer tentar de novo...

Amanhã pode ser muito tarde:
Para você pedir perdão,
Para você dizer:
- Desculpe-me, o erro foi meu!...
O seu amor, amanhã, pode já ser inútil;
O seu perdão, amanhã, pode já não ser preciso;
A sua volta, amanhã, pode já não ser esperada;
A sua carta, amanhã, pode já não ser lida;
O seu carinho, amanhã, pode já não ser necessário;
O seu abraço, amanhã, pode já não encontrar outros braços... Porque amanhã pode ser muito... muito tarde!

Não deixa para amanhã para dizer:
- Eu amo você!
- Estou com saudades de você!
- Perdoe-me!
- Desculpe-me!
- Esta flor é para você!
Você esta tão bem...
Não deixe para amanhã:
O seu sorriso,
O seu abraço,
O seu carinho,
O seu trabalho,
O seu sonho,
O seu elogio,
O seu amor,
A sua ajuda...

Não deixe para amanhã para perguntar:
- Por que você está triste?
- O que há com você
- Ei... Venha cá, vamos conversar...
- Cadê o seu sorriso?
- Ainda tenho chances?...
- Já percebeu que eu existo?
- Por que não começamos de novo?
- Estou com você. Pode contar comigo!
- Cadê seus sonhos?
- Onde está a sua garra?

Lembre-se:
Amanhã pode ser tarde... muito tarde

Amanhã o seu amor pode não ser preciso;
O seu perdão pode não ser necessário;
O seu carinho pode não ser preciso;
O seu amor pode não encontrar outro amor;
O seu presente pode chegar muito tarde;
O seu reconhecimento pode não ser recebido com o mesmo entusiasmo;

Procure. Vá atrás! Insista!
Tente mais uma vez!

Só o hoje é definitivo!
Amanhã pode ser Tarde...
Muito tarde!

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Perseguindo Sonhos

É muito frequente encontrarmos pessoas que afirmam ter desistido de seus sonhos frente às dificuldades de os concretizar.

Para alguns, a dificuldade financeira não permitiu dar continuidade aos estudos, obrigados a trabalhar desde cedo.

Para outros, as obrigações no lar, os filhos, compromissos familiares de grande monta consumiram o tempo necessário para dedicar-se a outras lides para onde apontavam os sonhos.

É natural que tenhamos que nos adaptar às circunstâncias e contingências que surjam. Temos o dever moral de enfrentar as obrigações e compromissos que a vida nos oferece.

Porém, não raro, muitos são os que desistem de seus sonhos, na ilusão que tudo é tranquilo e fácil de se obter, sem a disposição de sacrifício e luta.

Ninguém consegue formar-se em um curso superior, sem o esforço de estudar para o processo seletivo que este impõe.

E, uma vez na Universidade, fazem-se às centenas as avaliações, trabalhos, projetos, que forjam o intelecto e constroem as competências para as lides profissionais.

Para o musicista conseguir interpretar, de maneira impecável, determinada obra em seu instrumento musical, são incalculáveis as horas de esforço e estudo até o resultado final.

Vemos o orador de maneira brilhante expondo o seu raciocínio na tribuna, mas não aquilatamos os anos de estudo intenso a que ele se dedicou, para que pudesse sistematizar o conhecimento em breves minutos.

Admiramos as conquistas e descobertas do cientista, o apogeu de seu sucesso, colhendo as láureas de suas pesquisas, ignorando as horas intermináveis em laboratório, sobre livros e documentos científicos para embasar seus estudos.

Nenhuma conquista no mundo é conseguida sem sacrifício e sem esforço.

Todos os sonhos hoje realizados, estavam ontem apenas na mente do sonhador, que ousou colocá-los em prática, disposto ao esforço diário e perseverante.

Conquistas são construídas nas lides e no trabalho diário, no planejamento e na dedicação, na perseverança e na coragem.

Assim, jamais desistamos de nossos sonhos, tendo-os como meta a alcançar e realização a ser concretizada.

Porém, não nos iludamos. Eles demandam sacrifícios.

Teremos, sem dúvida, que abrir mão de muitas coisas em nome dos sonhos e das conquistas que almejamos.

Porém, serão nossos esforços que construirão a estrada que nos levará à concretização dos planos e sonhos que hoje vemos tão distantes.

Abriguemo-nos nos melhores ideais, planejemos o futuro como nos fale o coração e tenhamos a coragem de vencer obstáculos, superar dificuldades e enfrentar barreiras para que eles, efetivamente, se concretizem.

Afinal, o desafio da vida é o do aprendizado. E o maior propósito de Deus, é o de que cresçamos, tornando-nos pessoas melhores.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

A vida me ensinou muitas coisas

Aprendi que... "AMORES ETERNOS" podem acabar em uma noite;
Que grandes amigos podem se tornar grandes inimigos;
Que o amor, sozinho, não tem a força que imaginei;
Que ouvir aos outros não é o melhor remédio e sim o pior veneno;
Que a gente nunca conhece uma pessoa de verdade, afinal gastamos uma vida inteira para conhecer a nós mesmos;
Que confiança não é questão de luxo, e sim de sobrevivência;
Que os poucos amigos que nos apóiam na queda, são muito mais fortes do que os muitos que nos empurram;
Que o "NUNCA MAIS" nunca se cumpre;
Que o "PARA SEMPRE" sempre acaba;
Que minha família com suas mil diferenças, está sempre aqui quando eu preciso;
Que ainda não inventaram nada melhor do que colo de mãe desde que o mundo é mundo;
Que vou sempre me surpreender, seja com os outros ou comigo;
Que vou cair e levantar milhões de vezes... E ainda não vou ter aprendido tudo!
" Que tenho um ANJO em minha vida
você

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

O ladrão Veraz

Certa ocasião, foi trazido à presença de um honorável homem sábio um jovem ladrão que havia sido apanhado no ato de roubar.

Porém, devido à sua pouca idade, não desejavam puni-lo tão severamente quanto a lei requeria.

O sábio deveria mostrar ao menino o caminho lúgubre e o trágico final de uma vida de roubo e, dessa maneira, fazê-lo desistir daquela prática abominável.

Mas o sábio não disse uma palavra sequer a respeito de roubo.

Ele falou carinhosamente com o jovem e conquistou sua confiança.

A única exigência que fez foi que o rapaz prometesse sempre dizer a verdade.

Pensando que tinha realmente se safado com facilidade, o garoto imediatamente concordou com isso e foi para casa sentindo-se muito aliviado.

Porém, durante a noite, pensamentos a respeito de roubo vieram a ele como nuvens que obscurecem a lua.

Enquanto saía furtivamente por uma porta lateral da casa, entretanto, foi surpreendido por um pensamento:

“Que irei dizer caso alguém me pare na rua para perguntar que estou fazendo? Que direi amanhã? Se mantiver minha promessa de ser veraz, terei de confessar tudo e não poderei evitar o castigo que mereço.”

À medida que o rapaz procurava ser veraz, apesar de todos os seus hábitos, tornava-se cada vez mais difícil para ele roubar.

O desenvolvimento de sua veracidade criou espaço para sua honestidade e correção.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Não há Outra Maneira?

Você já se encontrou em beco sem saída? Onde todas as alternativas são ruins? E mesmo assim tem de fazer a sua escolha?

Um homem na Irlanda do Norte estava trabalhando, quando foi chamado às pressas para sua casa. Sua esposa estava grávida e bem perto da hora de dar a luz.

Quando ele chegou em casa, sentiu que algo não estava bem! O médico com tristeza na voz lhe disse:- Houve complicações durante a gestação da sua esposa! Infelizmente teremos chance de salvar apenas uma pessoa. Ou salvamos a sua esposa e perdemos o seu filho, ou salvamos o seu filho e perdemos a sua esposa!

Imagine a situação deste homem. Incapaz de efetuar a escolha por si mesmo, ele tenta buscar uma fuga devolvendo ao médico uma outra pergunta: Doutor tem certeza de que NÃO HÁ OUTRA MANEIRA?


Infelizmente, como resultado da entrada do pecado neste mundo, somos obrigados a viver situações que não gostaríamos de viver, e de fazer escolhas que não gostaríamos de fazer.

Acredito até, que não existe, nem nunca existiu uma pessoa que em pelo menos num momento de sua vida não precisou fazer uso desta frase: NÃO HÁ OUTRA MANEIRA?

No capítulo 22 de Gênesis, encontramos uma situação semelhante. Um dos mais preciosos presentes que Deus deu ao ser humano, é o dom da procriação. O privilégio da paternidade, ou da maternidade é algo muito valioso, que Deus nos deu.

Após vários problemas familiares que Abraão havia enfrentado, finalmente, sua legítima esposa lhe daria um filho. O filho que Deus havia prometido há muito tempo, finalmente chegara. Na verdade, o filho era muito mais do que uma simples promessa. Era um milagre, visto que Sara, a esposa de Abraão, já estava idosa e era estéril.

Apesar das dificuldades, o menino trouxe muita alegria àquela família. Abraão achava graça de tudo o que ele fazia. A maneira como olhava, o jeito tranquilo de dormir. A felicidade de Abraão e Sara era tão grande, que colocaram no menino o nome de Isaque, que no hebraico, quer dizer: “aquele que ri”.

O garoto crescia com saúde e era o orgulho dos pais. Mas, um dia, aconteceu o que encontramos em Gênesis 22:2 – “Prosseguiu Deus: Toma agora teu filho; o teu único filho, Isaque, a quem amas, vai à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre um dos montes que te hei de mostrar.”

Naquela época, o verdadeiro cordeiro que é Cristo ainda não havia morrido por nossos pecados, por isso era costume se oferecer sacrifícios de animais, visto que o salário do pecado é a morte. Este simbolismo está descrito com detalhes no livro de Levíticos.

Deus poderia simplesmente ter dito: Toma teu filho, e oferece-o em holocausto, mas não. Ele disse: Toma o teu filho, o teu único filho, a quem você ama.

Parece que o objetivo de Deus era realmente estremecer o coração de Abraão! Pela linguagem do texto, entende-se que Deus queria fazer com que Abraão acordasse para o fato de que ele tinha vivido tanto em função do filho, que havia se esquecido do próprio Deus.

Mas segundo o capítulo 22 do livro de Gênesis, Abraão era um homem que procurava obedecer a Deus. De madrugada, acordou dois dos seus servos, chamou seu filho e partiram em viajem até o local onde ele deveria matar a Isaque.

Durante a viajem, cada minuto era uma interminável tortura. O pensamento de que Não teria mais seu amado filho ao seu lado, corroía-lhe por dentro. E em todos os momentos Abraão levantava os olhos para o céu e perguntava a Deus; Senhor, NÃO HÁ OUTRA MANEIRA?

O filho então faz uma pergunta que o apunhala por dentro: pai, onde está o cordeirinho para o sacrifício?

Engasgado, o pai Abraão responde com seu silêncio. Pois desta vez, Isaque seria o carneirinho. Em seu silêncio, mais uma vez levanta os olhos ao céu e pergunta: Senhor, NÃO HÁ OUTRA MANEIRA?

Deus conhecia o coração de Abraão. E no momento em que ele realmente ia matar seu filho, em obediência a Deus, um anjo lhe segura a mão e um carneirinho aparece entre os arbustos.

Quando nos encontramos perdidos e não conseguimos encontrar a luz no fim do túnel, Deus sempre encontra uma outra maneira. Quando por nossos olhos a desgraça é permanente e não termos forças para encontrar sozinhos uma saída, Deus sempre encontra uma outra maneira.

Somente Cristo não teve outra saída. Ele veio à Terra para pagar o preço do pecado. E Ele sabia o preço. Sabia que teria que morrer. Morrer sozinho, morrer calado, morrer sofrendo. Sabia até o momento que isso aconteceria.

Neste contexto, encontramos Jesus no jardim do Getsêmani, encurvado sobre uma pedra, derramando grossas lágrimas de agonia em conversa com o Pai. “E dizia: Aba, Pai, tudo é possível a Ti; afasta de mim este cálice; todavia não seja o que eu quero, mas o que tu queres.” Marcos 14:36.

Em outras palavras, quase não suportando o peso do sofrimento, e sabendo do futuro que lhe aguardava, encontramos pela única vez, Cristo dizendo ao Pai: Senhor, NÃO HÁ OUTRA MANEIRA?

Mas não havia outra saída. O mais alto preço deveria ser pago. A vida de qualquer outro ser vivo, não pagaria o salário do pecado que é a morte.

Como Abraão, vemos então Deus o Pai caminhando com Seu Filho até a cruz, onde deveria acontecer o sacrifício. Só que desta vez, não surgiu um cordeirinho na última hora. O Cordeiro era o próprio Cristo.

Para que Deus pudesse salvar a humanidade da morte eterna, Deus o Pai, assistiu a morte de Seu Filho.

Você pode estar se perguntando neste momento: Mas o que eu devo fazer para receber a vida eterna? Só há uma resposta!

Entregando o seu coração a Cristo agora mesmo! Aceitando em sua vida o maravilhoso amor de Deus.

NÃO HÁ OUTRA MANEIRA!

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Não há outra maneira

É duvidoso às vezes; é um pensamento muito forte, verdade?

Suponha que cada um de nossos pensamentos e sentimentos não fica sem resposta no universo. (E isto é tão elementar, tão real e tangível, que não precisa de um laboratório para comprová-lo – só animar-se a dominar os pensamentos em vez de deixar que eles dominem a ti).

Faça algo, imagine algo, e o mundo te responderá.

Qualquer coisa. Receberá a resposta já contida em sua mensagem inicial, não há outra possibilidade. Dado que tudo o que existe corresponde a uma mesma e única fonte, cabe elucidar que o que mandamos para fora, retorna. A lei da atração não funciona segundo a decisão das pessoas. É imodificavel.

Por isso, se seu sentimento for de pena, atrairá pena. Se sentir alegria, haverá a seu redor alegria. Tenha o dom de contagiar o que te agrada. Ative desde este momento sua habilidade de gerar campos de atração baseados em sentimentos plenos de emoções cristalinas, e o universo se encarregará de executar um mecanismo, uma conspiração divina, para que os elementos harmônicos se desdobrem em sua direção, e dancem ao redor de sua imaginação como nunca acreditou ser possível. Visualize o que deseja e se materializará. Assim bem simples. Não há outra maneira.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Nunca Deixe de Sonhar

Às vezes é preciso sonhar…
Possa eu ficar desolado, mas não quero deixar de sonhar…
O sonho traz desilusão, é verdade, mas os momentos mais importantes e maravilhosos das nossas vidas por eles são construídos!

Viver um sonho é uma experiência única que traz humildade e sempre tem uma lição que faz valer nossas vidas!

Podemos viver momentos de extrema tristeza, em que encontramos nossa fé abalada, e nessas situações o sonho sempre nos é confortável…

O sonho nos ajuda a perceber pessoas que são de uma importância inestimável.

Talvez alguma não te ache tão importante, isso pode ser muito difícil…

Porém a angústia é convertida em felicidade quando descobrimos que entre aquelas pessoas existe ao menos uma que veio para abençoar nossas vidas, seja com uma palavra amiga, um abraço, ou mesmo um sorriso…

Essa pessoa prefiro chamar de ANJO…
Lembre-se que os maiores poetas são sonhadores em depressão!

Talvez esse seja o propósito de viver:
Nascemos para sonhar, sonhamos para encontrar ANJOS, e ANJOS nos trazem inspiração!
Nunca deixe de Sonhar!!!!

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

A importância de ser você mesmo!

Certo dia, um Samurai, que era um guerreiro muito orgulhoso, veio ver um Mestre Zen. Embora fosse muito famoso, ao olhar o Mestre, sua beleza e o encanto daquele momento, o samurai sentiu-se repentinamente inferior.

Ele então disse ao Mestre:
- “Pôr que estou me sentindo inferior? Apenas um momento atrás, tudo estava bem. Quando aqui entrei, subitamente me senti inferior e jamais me sentira assim antes. Encarei a morte muitas vezes, mas nunca experimentei medo algum. Pôr que estou me sentindo assustado agora?”

O Mestre falou:
- “Espere. Quando todos tiverem partido, responderei.”

Durante todo o dia, pessoas chegavam para ver o Mestre, e o samurai estava ficando mais e mais cansado de esperar. Ao anoitecer, quando o quarto estava vazio, o samurai perguntou novamente:
- “Agora você pode me responder pôr que me sinto inferior?”

O Mestre o levou para fora. Era um noite de lua cheia e a lua estava justamente surgindo no horizonte. Ele disse:
- “Olhe para estas duas árvores: a árvore alta e a árvore pequena ao seu lado. Ambas estiveram juntas ao lado de minha janela durante anos e nunca. houve problema algum. A árvore menor jamais disse à maior: ” Pôr que me sinto inferior diante de você? ” Esta árvore é pequena e aquela é grande – este é o fato, e nunca ouvi sussurro algum sobre isso.”

O samurai então argumentou:
- “Isto se dá porque elas não podem se comparar.”

E o Mestre replicou: Então não precisa me perguntar. Você sabe a resposta. Quando você não compara, toda a inferioridade e superioridade desaparecem. Você é o que é e simplesmente existe. Um pequeno arbusto ou uma grande e alta árvore, não importa, você é você mesmo.

Uma folhinha da relva é tão necessária quanto a maior das estrelas. O canto de um pássaro é tão necessário quanto qualquer Buda, pois o mundo será menos rico se este canto desaparecer.

Simplesmente olhe à sua volta. Tudo é necessário e tudo se encaixa. É uma unidade orgânica: ninguém é mais alto ou mais baixo, ninguém é superior ou inferior. Cada um é incomparavelmente único. Você é necessário e basta. Na Natureza, tamanho não é diferença. Tudo é expressão igual de vida!

Não tenha medo de abrir mão do que você quer para viver o que Deus quer para você

Deus só pode agir naquilo em que O deixamos trabalhar. Às vezes, saímos feridos de um relacionamento, tão machucados, que achamos que o “o a...