quinta-feira, 31 de março de 2022

Ninguém cruza nosso caminho por acaso e nós não entramos na vida de ninguém sem nenhuma razão


Todos que estamos aqui hoje, no mesmo meio, nos encontramos em outras vidas; nossa relação de hoje, nosso encontro, é produto de outras existências. Como estamos novamente juntos, agora podemos acertar os erros do passado, para que na próxima vida que nos encontrarmos as coisas possam ser mais fáceis para todos, e os laços estarem mais fortalecidos.


As pessoas entram na nossa vida por uma “Razão”, ou por uma “Estação”, ou por uma “Vida Inteira”. Quando se percebe por qual motivo é, saberemos saber o que fazer por cada pessoa.


Quando alguém está na nossa vida por uma “Razão”é, geralmente, para suprir uma necessidade que demonstramos. Elas vem para auxiliar numa dificuldade, fornecer orientação e apoio, ajuda física, emocional ou espiritual. Elas poderão parecer como uma dádiva de Deus, e são! Elas estão lá pela razão que nós precisa que estejam. Então, sem nenhuma atitude errada da nossa parte, ou em uma hora inconveniente, esta pessoa vai dizer ou fazer alguma coisa para levar essa relação ao fim. Às vezes, eles simplesmente se vão, ou agem de uma forma para tomarmos uma posição. O que devemos entender é que nossas necessidades foram atendidas, nossos desejos preenchidos e o trabalho delas, feito. As suas orações foram atendidas. E agora é tempo de ir.


Quando as pessoas entram em nossas vidas por uma “Estação”, é porque chegou nossa vez de dividir, crescer e aprender. Elas trazem a experiência da paz, nos fazem rir, nos fazem bem. Elas poderão ensinar algo que nunca tínhamos feito antes. Elas, geralmente, dão uma quantidade enorme de prazer. É tudo real. Mas apenas por uma “Estação”.


Relacionamentos de uma “Vida Inteira” ensinam lições para toda a vida: coisas que se deve construir para ter uma formação emocional sólida. A nossa tarefa é aceitar as lições, amar a pessoa, e colocar o que aprendemos em uso em todos os outros relacionamentos e áreas da nossa vida.


"Ninguém cruza nosso caminho por acaso e nós não entramos na vida de ninguém sem nenhuma razão."


(Chico Xavier)

quarta-feira, 30 de março de 2022

Amor mesmo, amor pra valer, requer entrega, comprometimento, é para os fortes e corajosos


Amor mesmo, amor pra valer, é muito difícil. Porque dá trabalho. Porque necessita de tempo. Porque requer entrega, comprometimento, formação de vínculos. Exige renúncia e significa escolher a mesma pessoa todos os dias. Se ninguém te contou, eu conto: amor é afeto, mas também decisão.

 A verdade é que amor mesmo, amor pra valer, é muito difícil.

Que atire a primeira pedra quem nunca sonhou com um amor desses de cinema, correndo de mãos dadas na chuva, tomando vinho em frente à lareira, compartilhando planos, gostos, viagens, filhos… com química, afeto, saliva, música de fundo e foto tipo Tumblr no Instagram.

Atire a primeira pedra quem nunca imaginou que o amor pudesse ser cem por cento encontro, romance, fogos de artifício e a solução de todas as nossas angústias, carências, dificuldades e incompletudes.

Atire a primeira pedra quem nunca teve pressa de amar e ser amado, de junto ao seu par ser um casalzão desses que a gente olha e sorri, de adquirir a segurança de nunca ser decepcionado ou incompreendido, de nunca conviver com a imperfeição.

Nos anos 80 Herbert Vianna já alertava: “A vida não é filme você não entendeu”, mas ainda assim a gente seguiu, insistindo na crença de que para amar, bastaria ter afeto.

Ninguém nos contou que amor sem comprometimento não dura. Amor é afeto, mas também disposição para dar certo.

A verdade é que amor mesmo, amor pra valer, é muito difícil. Porque dá trabalho. Porque necessita de tempo. Porque requer entrega, comprometimento, formação de vínculos. Exige renúncia e significa escolher a mesma pessoa todos os dias. Amor mesmo, amor pra valer, é para os fortes e corajosos.

Se ninguém lhe contou, eu conto: amar dá trabalho. Construir uma relação com vínculos duradouros implica não somente em acolher o brilho no olhar e o sorriso ao acordar, mas em se comprometer igualmente com as dificuldades e noites sem dormir da relação.

Se ninguém lhe contou, eu conto: amar não é para preguiçosos. Pois amar é uma tarefa trabalhosa e algumas vezes cansativa. Pode exigir algumas renúncias e adiamento de vontades e planos. Amar não é para individualistas, egoístas e comodistas. Amar desassossega.

Amar não é simplesmente ter o outro à nossa disposição, mas também priorizar o outro em nossa vida. Não é somente ter alguém interessado em nós, em nossas qualidades e conquistas, mas também nos interessarmos verdadeiramente pela vida do outro, saindo do nosso mundinho, aceitando as diferenças, acolhendo a discordância como parte de nosso universo também.

Amar é uma escolha, e às vezes temos que colocar essa escolha acima de todos as outras.

Vivemos uma época em que o maior patrimônio é o tempo. Porém, muitas vezes desperdiçamos esse bem precioso e declaramos que não temos tempo suficiente para investir construindo vínculos. Vivemos o paradoxo de desejar um amor desses de cinema e não querer empregar nossa energia na construção dessa relação. Almejamos ter alguém com quem compartilhar nossas alegrias e angústias, mas não estamos dispostos a priorizar esse amor. Aspiramos por alguém que goste de nós verdadeiramente, mas nunca dedicamos um tempo para conhecer realmente o outro.

Numa sociedade rápida como a nossa, nem sempre estamos dispostos a doar nosso tempo construindo laços com alguém. A andar lado a lado não somente quando todas as peças se encaixam, mas também quando faltam respostas e significado. A permanecer não somente quando há beleza, mas também quando é preciso suportar a aridez e a severidade.

Amor é afeto, mas também decisão. Investimento. Construção. Empenho. Disposição. Interesse genuíno no outro. Prioridade. Vínculo. Vontade. Escolha.

Você escolhe o outro e o relacionamento todos os dias, e empenha-se diariamente para fazer dar certo. E ao final, descobre que conseguiu ter um amor desses de cinema, mas não foi de graça. E isso é igualmente bonito, pois a vida também acontece nos bastidores, quando as luzes se acendem e a plateia se despede.


*Fabiola Simoes


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.

terça-feira, 29 de março de 2022

OS TRÊS DESEJOS DE ALEXANDRE, O GRANDE


Muitas pessoas não conseguem compreender que não levamos bens materiais, dinheiros, tesouros dessa vida. Precisamos entender que sentimentos e emoções sim nos acompanharão em nossas vidas, somente isso.

Conta a lenda que, à beira da morte, Alexandre (O Grande) convocou todos os seus generais e relatou seus três últimos desejos:

1º- Que seu caixão fosse transportado pelas mãos dos médicos da época;

2º- Que fosse espalhado no caminho até seu túmulo os seus tesouros conquistados (prata, ouro, pedras preciosas…);

3º- Que suas duas mãos fossem deixadas balançando no ar, fora do caixão, à vista de todos.

Um dos seus generais, admirado com esses desejos insólitos, perguntou a Alexandre quais as razões. Alexandre explicou:

1º- Quero que os mais iminentes médicos carreguem meu caixão para mostrar que eles NÃO têm poder de cura perante a morte;

2º- Quero que o chão seja coberto pelos meus tesouros para que as pessoas possam ver que os bens materiais aqui conquistados, aqui permanecem;

3º- Quero que minhas mãos balancem ao vento para que as pessoas possam ver que de mãos vazias viemos e de mãos vazias partimos.

Pense nisso…

E que você continue buscando realizar seus sonhos, mas que se lembre de viver intensamente e de usufruir de seus sentimentos e emoções, pois embora as coisas materiais sejam importantes para nós, elas ficam. Já os sentimentos e as emoções nascem conosco e nos acompanharão nas vidas futuras. Esta é a nossa verdadeira propriedade: o que trouxemos quando aqui chegamos e o que levaremos quando daqui partirmos.

Queridos amigos!!

Pode parecer lógico que não levamos certas coisas após a morte, mas muitas pessoas se pudessem, levavam.

Cargos, casas, carros, nada disso ficará conosco. Agora se formos pessoas de bem, plantarmos o bem, tivermos sentimentos de fraternidade, humildade isso sim irá conosco.

Portanto viva a vida, viva cada momento, utilize seus sentimentos e lembre-se que bens materiais embora sejam importantes, esses ficam.

Oque se leva, é o que se vive!

segunda-feira, 28 de março de 2022

As aparências enganam, mas as energias não mentem.


O autor Alexandro Gruber escreveu um texto que revela uma verdade indiscutível:


AS APARÊNCIAS PODEM ATÉ TENTAR NOS ENGANAR, MAS QUEM ESTÁ DESPERTO, CONSEGUE SENTIR AS ENERGIAS QUE CADA SER HUMANO TRANSMITE.


“As aparências enganam, mas a energia não mente.


Quando uma pessoa tem bom coração isso se nota de longe. As aparências se constroem, mas a essência sempre se revela.


Ninguém consegue ocultar aquilo que é e traz consigo. A energia fala muito mais do que palavras. Ela releva as intenções que a alma carrega.


É a energia que dá o tom, a beleza, o bem-estar.


As pessoas mais bonitas sempre são aquelas que nos abraçam por dentro, que nos fazem nos sentimos bem apenas com sua presença, que possuem uma aura de afeto, bondade e luz.


A gente não cria amizades, afetos e relacionamentos por gostos ou aparências, mas pela sintonia de energia. A gente pode até se apaixonar pela aparência, mas é a energia que conquista e faz ficar.


Acredito muito que a intuição nunca falha, que a energia sempre revela quem as pessoas são, que é ela que une e também afasta, porque uma coisa é certa: as aparências podem iludir, mas a energia jamais mente!”, escreveu o autor.


Em um momento onde a ira, o egoísmo e a ganância estão levando os seres a despertarem para a maldade e, pior, para a crueldade, que é capaz de destruir tudo o que contraria as suas vontades mesquinhas, devemos olhar para as energias como se fossem substâncias mais palpáveis e visíveis.


Mesmo que muitos, ainda não consigam ver a energia dos outros, a grande maioria de nós, consegue sentir. O problema é que a gente finge não sentir, a gente tem medo de sentir… E esse medo é fruto da ilusão que criamos a respeito da verdade e do sentido da vida.


Quando a gente parar de sentir medo do medo e passar a agir com coragem na intenção de fazer o bem para nós mesmos e para todos que vivem aqui, construiremos um mundo mais justo, pacífico, onde os seres se respeitam e valorizam as suas diferenças.


Essa mudança, precisa começar em nós. Cada um de nós precisa começar a iluminar as próprias sombras para que essa luz, possa iluminar tudo a nossa volta e dissolver os conflitos que nos impedem de viver em paz uns com os outros.


*Iara Fonseca 

sexta-feira, 25 de março de 2022

As melhores coisas que existem na vida, não são coisas!


De vez em quando, a gente se perde, e não encontra meios de voltar ao equilíbrio, e se pararmos para observar os motivos que nos levaram a esse desalinhamento interior, na maioria das vezes, poderemos concluir que, foram coisas que estão fora do nosso controle.


Coisas como, preocupações com a falta de dinheiro, com a vontade de ter alguma coisa que ainda não temos, com o desejo de conquistar alguma coisa que ainda não conquistamos, ou até com a falta de aceitação por não conseguir realizar as coisas que precisam ser feitas para que a gente alcance o nosso objetivo.


Acontece que, as melhores coisas da vida, não são coisas, e quando a gente se prende ao desejo de ter coisas, a gente perde a alegria de viver, a gente perde a grande oportunidade de aproveitar a vida com tudo aquilo que ela já tem a nos oferecer.


Essa frase título foi atribuída ao humorista Art Buchwald e ao colecionador de citações Laurence J. Peter, e é muito apropriada para o momento atual, onde estamos enfrentando uma guerra, não apenas entre países, mas entre as nossas sombras e a nossa essência genuina que anseia por luz.


No entanto, enquanto a gente continuar dando mais valor as coisas do que às pessoas, nós permaneceremos abreviando a vida, e favorecendo a morte.


A vida nos pede para que valorizemos a vida, não as coisas. O que a vida pode nos oferecer de melhor, muitas vezes, não valorizamos. O melhor da vida é o amor, a amizade, o apreço, a bondade, a honestidade, a parcimônia, a compaixão, o perdão, a compreenssão, o carinho, a atenção, a abundância… uma infinidade de melhores qualidades da vida são intangíveis e espirituais, mas, no entanto, muito reais.


As melhores coisas da vida, não são coisas, mas sim, a maneira que encontramos de enfrentar as nossas crises, e as crises, só serão superadas, quando aprendermos a valorizar o ser.


Porque quando você sabe quem você é, e o que a vida tem a te oferecer, você para de dar tanto valor ao que você tem que comprar e pagar, e passa a valorizar o que a vida pode te oferecer de graça.


*Robson Hamuche 


Se você sente uma profunda dificuldade em valorizar a sua vida, você pode estar, nesse momento, enfrentando uma crise. Envie um direct para @rhamuche, eu posso te ajudar.

quinta-feira, 24 de março de 2022

Tem gente que soma, mas tem gente que suga! Quem é você?


Você vai se identificar com essa história.


Toda vez que você precisa de apoio e ajuda dessa pessoa, antes que você possa falar qualquer coisa, ela já vai despejando seus problemas em cima de você.


Ela diz que a vida dela está difícil, que está tudo indo mal, mas não é o que dizem os seus stories diários. O que aparenta mesmo é que, sua vida, está cheia de alegrias e fartura, porém, pra você, ela só despeja lamentações.


Basta ela perceber que você vai pedir alguma coisa, que não é nada absurdo, é uma coisa que ela pode fazer, que está a seu alcance fazer, para ela começar a se lamentar e contar histórias tristes, até que, você mesmo, acaba acreditando que a sua vida humilde e simples, está melhor do que a vida abundante dela, e você acaba desistindo de fazer o seu pedido. Afinal, “ela está tão mal”, você pensa.


Existe aí uma jogada muito calculada para que você silencie as suas necessidades, e continue atendendo as dela.


Ela te suga de todas as maneiras possíveis e até de maneiras que você nunca imaginou que poderia. Mas você a acolhe, a oferece seu tempo, sua atenção, e mais, a sua fidelidade.


Na contra mão, ela se esforça para justificar o seu comportamento injusto em relação a você, e tenta te convencer que faz mais por você do que você merece, e age como se já te oferecesse o suficiente.


Você conhece alguém assim?


Pessoas assim, existem aos montes, em cargos hierarquicamente confortáveis e até dentro do ceio familiar. São pessoas que te sugam e te oferecem migalhas, que sempre estão enfrentando problemas em suas vidas, mas também sempre estão culpando os outros por esses problemas.


São pessoas que olham para os seus problemas como se eles fossem fáceis de serem resolvidos, mas os delas… ah, os delas, são infinitamente maiores.


Ore por essas pessoas, e as envolva com suas energias mais positivas, mas não se deixe escravizar, nem dominar.


Aprenda a impor limites saudáveis e expresse os seus sentimentos em relação a elas, isso, se elas se disporem a ouvir.


VALORIZE QUEM SEMPRE ESTEVE AO SEU LADO E SE PROTEJA DE QUEM APENAS SUGA A SUA ENERGIA E SE ESQUIVA SEMPRE QUE VOCÊ PRECISA DE AJUDA.


Tem gente que soma, mas tem gente que suga! Quem é você?


*Robson Hamuche 


quarta-feira, 23 de março de 2022

A pessoa certa é a que está ao seu lado nos momentos incertos


O empresário certo é o que investe em seus funcionários nos momentos incertos; o funcionário certo é o que aposta na empresa nos momentos incertos; os colegas certos são os que permanecem lutando, junto com você, nos momentos incertos; o amor certo é o que está ao seu lado, chova ou faça sol, nos momentos incertos.


Pablo Neruda disse certa vez:

a pessoa certa é a que está ao seu lado nos momentos incertos.

E isso faz toda a diferença do mundo, já que a vida é repleta de momentos incertos.

Nos momentos de sua vida nos quais tudo está indo bem e dando certo, as pessoas erradas se aproximam.


Você não as notará, porque está tudo certo.

Verá o melhor delas, porque está tudo certo.


Gostará mais delas, porque está tudo certo. Será mais fácil de iludir você, sua empresa, departamento ou até toda a sua família, amigos e colegas, porque está tudo certo.

 

Como um cruzeiro em um iate, todos nós sofremos uma certa dose de “ilusão das férias de verão” quando conhecemos alguém, seja na vida profissional ou pessoal, com a qual só experimentamos momentos de calmaria, de festas, baladas e alegria.


Momentos muito bons, mas nos quais é impossível separar o “joio do trigo”. Momentos nos quais só vemos o melhor ângulo da personalidade de uma namorada (ou namorado), um funcionário, um sócio, um parceiro. Temos, portanto, uma visão perigosamente mono dimensional.


Muitos casamentos acabam, quando marido e mulher, descobrem que a personalidade da outra pessoa é muito mais complexa do que podia ser visto durante a fase de namoro e noivado – especialmente quando aquela fase não ofereceu “crises” para testar o casal. Os dois só viram o “trigo”, antes do casamento, descobrindo o “joio” depois.


Sim, há casos em que o joio é visto bem antes, mas alguns de nós fazemos questão de fingir que não estamos vendo nada, ou acreditamos na fantasia de que depois essa pessoa mudará…

 

Quantas pessoas que você considerava “grandes amigos”, não se afastaram imediatamente, assim que você perdeu aquele emprego? Sim, é impossível avaliar amigos, colegas, funcionários e amores sem o teste das crises.


Para conhecer realmente essa pessoa, você tem que observa-la quando o iate entrar em uma tempestade gigantesca no meio do oceano, quando o navio estiver sob risco de afundar, e um grupo de piratas começarem a destruir tudo e invadir a nau.


Neste momento, você verá, de modo cristalino, quem é que corre para os botes salva-vidas esquecendo-se completamente de você, da empresa ou do projeto, e quem está com você até o fim -seja este fim qual for.

 

Por isso, antes de julgar alguém pelo belo sorriso em um dia de sol, veja se o sorriso ainda está lá, mesmo que haja lágrimas em um dia de chuva.


Como explicou Pablo Neruda:


A pessoa certa é a que está ao seu lado nos momentos incertos.


*O Segredo

terça-feira, 22 de março de 2022

Estou cansado


Sabe Deus, estou cansado (a) de tantas coisas, pessoas, situações e circunstâncias que não consigo mudar, melhorar ou resolver. 

Desculpa Deus, mas eu preciso dizer que estou exausto (a)…

Estou tão cansado das duras batalhas dentro da minha casa. Estou tão cansado das brigas familiares, dos debates desnecessários e das diferenças falando mais alto que as semelhanças. 

Estou tão cansado de perceber que as pessoas estão tentando vencer o diálogo com o grito ou com chantagem emocional. Estou cansado de sentir o quanto as amizades ou relacionamento parece algo descartável e sem valor. 

Estou tão cansado de me esforçar por pessoas ingratas que não conseguem reconhecer o quanto tenho me esforçado para manter a casa em ordem, as contas pagas, a união familiar e ainda um sorriso nos lábios, mesmo após mais um dia difícil.

É, Deus. Estou exausto e demorei muito tempo para vir aqui lhe dizer que preciso descansar a minha mente tão cheia de pensamentos, responsabilidades e decisões que preciso tomar. Eu preciso aprender a descansar a minha mente, mas nem sei por onde começar. 

O Senhor pode me ensinar como silenciar os meus pensamentos, os meus piores medos e anseios?

Estou tão cansado de ser negativo e enxergar somente o pior. Estou tão cansado de sentir medo de tudo ou acumular ansiedade sobre coisas que podem nem acontecer.

Estou cansado de me preocupar com o meu amanhã que nem chegou e desperdiçar o meu hoje que é tudo que tenho.

Estou tão cansado de tentar agradar todos e esquecer que eu preciso me colocar em primeiro lugar em algum momento e que isso não é errado. 

Estou tão cansado de fingir que estou bem por fora quando por dentro meu coração foi duramente ferido por palavras duras ou por críticas de quem desconhece a minha longa e dolorosa jornada até aqui.

Eu queria ser tão forte e dizer que o grito do outro não me feriu, que ter o meu coração magoado não doeu, que descobrir que mentiram pra mim não tirou o meu sono e que posso recomeçar sem raiva ou mágoa alguma dentro de mim.

Mas peço que me ajude a perdoar os que me feriram, a seguir fazendo o bem aos que de alguma forma me fizeram chorar e entender que desta vida não se leva ódio, mas amor. 

Meu Deus, entendo perfeitamente que tenho muito a aprender e quero aprender. Me ensina, por favor, como descobrir a minha melhor versão? 

Eu preciso descansar o meu coração e encontrar dentro de mim a paz, o amor, a fé e a força que é dom do Senhor já existente dentro da minha alma, mas que devido a tantos desafios, cobranças e preocupações tenho tido dificuldade em encontrar.

Peço-te, em nome de Jesus, que direcione os meus passos ao caminho que te agrada, que direcione as minhas mãos calejadas das batalhas e duras lutas a trabalhar em propósitos determinados pelo Senhor, que me leve a uma firme rocha para que eu me sinta segura novamente e que eu me torne invisível aos olhos do homem cruel, mas que do alto os teus olhos estejam iluminando meu coração que ousa ter esperança de que vou alcançar dias de paz e alegria novamente.

Peço-te que me cubra com o manto divino do amor sobrenatural  e que eu me sinta amado, forte e corajoso novamente.

Peço-te que fortaleça a minha alma abatida, os meus pés cansados e a minha mente ansiosa.

Agradeço antecipadamente o descanso que encontro quando em teus braços escolho descansar, quando em tuas mãos escolho segurar e quando o meu coração escolhe te adorar. Amém.


*Su Cursino

segunda-feira, 21 de março de 2022

O poder da oração


Uma pobre senhora, com visível ar de derrota estampado no rosto, entrou num armazém, se aproximou do proprietário conhecido pelo seu jeito grosseiro, e lhe pediu fiado alguns mantimentos.

 

Ela explicou que o seu marido estava muito doente e não podia trabalhar e que tinha sete filhos para alimentar.


O dono do armazém zombou dela e pediu que se retirasse do seu estabelecimento.


Pensando na necessidade da sua família ela implorou:


“Por favor senhor, eu lhe darei o dinheiro assim que eu tiver…” ao que ele respondeu que ela não tinha crédito e nem conta na sua loja..


Em pé no balcão ao lado, um freguês que assistia a conversa entre os dois, se aproximou do dono do armazém e lhe disse que ele deveria dar o que aquela mulher necessitava para a sua família por sua conta.


Então o comerciante falou meio relutante para a pobre mulher: “Você tem uma lista de mantimentos?”

“Sim”, respondeu ela . “Muito bem, coloque a sua lista na balança e o quanto ela pesar, eu lhe darei em mantimentos”.

 

A pobre mulher hesitou por uns instantes e com a cabeça curvada, retirou da bolsa um pedaço de papel, escreveu alguma coisa e o depositou suavemente na balança.


Os três ficaram admirados quando o prato da balança com o papel desceu e permaneceu em baixo.


Completamente pasmado com o marcador da balança, o comerciante virou-se lentamente para o seu freguês e comentou contrariado:


“Eu não posso acreditar!”

 

O freguês sorriu e o homem começou a colocar os mantimentos no outro prato da balança.


Como a escala da balança não equilibrava, ele continuou colocando mais e mais mantimentos até não caber mais nada. O comerciante ficou parado ali por uns instantes olhando para a balança, tentando entender o que havia acontecido…


Finalmente, ele pegou o pedaço de papel da balança e ficou espantado pois não era uma lista de compras e sim uma oração que dizia:

 

“Meu Senhor, o senhor conhece as minhas necessidades e eu estou deixando isto em suas mãos…”


O homem deu as mercadorias para a pobre mulher no mais completo silencio, que agradeceu e deixou o armazém. O freguês pagou a conta e disse:


“Valeu cada centavo…”

 

….Só mais tarde o comerciante pode reparar que a balança havia quebrado, entretanto só Deus sabe o quanto pesa uma prece…


*Beatriz 

sexta-feira, 18 de março de 2022

Oi Jesus, eu sou o Zé...


Cada dia, ao meio dia, um pobre velho entrava na igreja e, poucos minutos depois, saía. Um dia, o sacristão lhe perguntou o que fazia, pois havia objetos de valor na igreja.


Venho rezar, respondeu o velho.


Mas é estranho, disse o sacristão, que você consiga rezar tão depressa.


Bem, retrucou o velho, eu não sei rezar aquelas orações compridas. Mas todo dia, ao meio dia, eu entro na igreja e falo:


"Oi Jesus, eu sou o Zé. Vim  visitar você."


Num minuto, já estou de saída. É só uma oraçãozinha, mas tenho certeza que Ele me ouve.


Alguns dias depois, Zé sofreu um acidente e foi internado num hospital. Na enfermaria, passou a exercer grande influência sobre todos.


Os doentes mais tristes tornaram-se alegres e, naquele ambiente onde antes só se ouviam lamentos, agora muitos risos passaram a ser ouvidos.


Um dia, a freira responsável pela enfermaria aproximou-se do Zé e comentou: Os outros doentes dizem que você está sempre tão alegre, Zé...


O pobre enfermo respondeu prontamente: É verdade, irmã. Estou sempre muito alegre! E digo-lhe que é por causa daquela visita que recebo todos os dias. Ela me faz imensamente feliz.


A irmã ficou intrigada. Já tinha notado que a cadeira encostada na cama do Zé estava sempre vazia. Aquele velho era um solitário, sem ninguém.


Quem o visita? E a que horas? Perguntou-lhe.


Bem, irmã, todos os dias, ao meio dia, Ele vem ficar ao pé da cama por alguns minutos, talvez segundos... Quando olho para Ele, Ele sorri e me diz:


"Oi Zé, eu sou Jesus, vim te visitar".


*   *  *


A história é singela e seu autor é desconhecido.


No entanto, o ensinamento que contém nos faz refletir profundamente.


Fala-nos da fé, da simplicidade, da dedicação e da perseverança.


Quem de nós dispõe, como o Zé, diariamente, de alguns minutos para falar com Jesus?


Muitos ainda confundimos a oração com um amontoado de palavras que vão saindo da boca, destituídas de sentimento e de humildade.


Quantos de nós temos tal perseverança, tanto nas horas de alegria quanto nas de dor, para elevar o pensamento a Jesus, confiando-lhe a nossa intimidade, com a certeza de que Ele nos ouvirá?


A oração é uma ponte que se distende da alma opressa para que o alívio possa chegar.


 É o fio misterioso, que nos coloca em comunhão com as esferas divinas.


É um bálsamo que cura nossas chagas interiores.


É um templo, em cuja doce intimidade encontraremos paz e refúgio.


Enfim, para as sombras da nossa alma, a oração será sempre libertadora alvorada, repleta de renovação e luz.


É importante que cultivemos a fé inabalável nas soberanas leis que regem a vida e das quais o Sublime Galileu nos trouxe notícias.


É preciso orar, ainda que a nossa oração seja singela, mas que seja movida pelo sentimento.


quinta-feira, 17 de março de 2022

Como resolver seus problemas…


Espero que você esteja tendo um ótimo dia.

 

Nesta carta, quero que você experimente fazer uma coisa e veja quão poderosa ela é…


É uma coisinha que você pode fazer de modo diferente e que faz toda a diferença do mundo…


Mas, antes, quero lhe contar sobre um homem bêbado cuja história tem haver com o que vou lhe ensinar…

 

Estou falando do bêbado que estava desesperadamente procurando a chave do carro debaixo de uma luz, tarde da noite em um estacionamento.


Uma pessoa passou e perguntou o que ele estava procurando. O bêbado então disse: “Estou procurando pela chave que eu perdi naquele beco escuro do outro lado do estacionamento”.


Quanto o passante perguntou porque ele estava procurando ali então, ele respondeu: “Porque aqui está mais iluminado!”


Às vezes não é o esforço que empregamos na nossa busca mas sim a forma como buscamos é que faz toda a diferença…


Ao se deparar com obstáculos, algumas pessoas se perguntam coisas com um certo padrão…por exemplo:


“Por que é que toda vez em que eu quero … (seja lá o que for), isto acontece comigo?!” E assim por diante


Você consegue identificar o padrão aqui, não?


O padrão é sempre algo como:

“Por que é que…(algo negativo)…?”


Você deve saber, que estamos sempre em busca da resposta certa…


Nós fazemos uma pergunta e passamos um tempão ou mesmo a vida inteira em busca da resposta…


Mas nós nunca duvidamos da pergunta em si…


Nós simplesmente presumimos que existem respostas certas e erradas, mas raramente suspeitamos de que possam existir perguntas certas e erradas também…


Através da História, aqueles que alcançaram as maiores coisas foram os que se fizeram as perguntas certas…


Fazer a pergunta certa é de longe mais importante do que buscar pela resposta…

 

Então, sempre que você buscar a resposta a uma pergunta e não obtiver sucesso, experimente questionar a pergunta!


Às vezes ao mudar um pouco a pergunta você pode encontrar a resposta…


A mente humana é extremamente poderosa, mas a chave para desencadear este poder é a “pergunta certa”…


Não importa quão importante seja o computador, se você não usar a senha correta, você não poderá acessar este poder.

 

Você se lembra do que eu disse nas cartas passadas, sobre como reformular uma pergunta pode transformar a negatividade em positividade, fácil e rapidamente?


A sua mente subconsciente sabe a resposta a muitos dos seus problemas, se não todos eles…


Afinal de contas, ele vem colecionando e armazenando informações durante toda a sua vida, esteja você conseciente disso ou não…


Porém,

 

Para ter acesso a este imenso arsenal de soluções, você necessita usar a pergunta certa…


Isso aí, Faça a “Pergunta Certa” e você receberá “A Resposta”…


Mas, COMO você pode mudar as suas perguntas para obter as respostas que precisa?

 

Aprender a reformular as suas perguntas pode ser uma das maiores coisas que lhe ajudam a mudar a sua vida.


Desejo-lhe toda a felicidade,


*Beatriz

quarta-feira, 16 de março de 2022

Se não houvesse amanhã, você foi feliz hoje?


Se não houvesse amanhã, você foi feliz hoje? E ontem? Qual foi a última vez que você demonstrou amor e gratidão por aqueles que ama?

 

O que precisa acontecer nas nossas vidas para percebermos que a vida é um sopro?


A coisa mais certa desta vida é a morte, mas como é duro falar e conviver com ela. E mesmo assim, sabendo que ela um dia acontecerá para nós e para aqueles que mais amamos, insistimos em postergar decisões, guardar mágoas, “deixar para amanhã”, “depois eu faço”, “depois eu visito”…


Por que insistimos em deixar preso na garganta aquele “eu te amo mãe, obrigada por tudo!”, “pai eu te perdoo.”, “eu não te amo mais e preciso te deixar!, “você é importante para mim!”, “eu te acho um gato!”, “vamos sair para jantar?”, “você é o melhor irmão do mundo!”?

 

A questão da morte é quase um tabu, pouco se fala sobre isso. Dormimos hoje com a convicção de que amanhã vamos acordar. E se não acordar?


É claro que devemos querer e esperar acordar “amanhã”. Devemos sim esperar acordar todos os dias, ter uma vida longa.


Mas também devemos viver cada dia como se ele fosse o último. Não para fazer loucuras, mas para ter a certeza de que hoje você foi pelo menos 1% melhor que ontem.


Quando eu falo de morte, não quero que me interprete como pessimismo ou algo assim. Justamente o contrário. É para darmos o nosso melhor em cada dia. Ao invés de reclamar por ter que acordar cedo, agradecer a Deus por ter aberto os olhos e ter uma nova chance de realizar sonhos.

 

É para ser grato pela vida das pessoas que você mais ama e que também te amam. É para valorizar aquele almoço simples com todos da sua família ao redor da mesa. É para não perder um dia sequer alimentando orgulho, arrogância, raiva, mágoa ou rancor. É para decidir perdoar enquanto há tempo, sem nunca perder a perspectiva de que perdoar não significa conviver. É para fazer aquela viagem dos seus sonhos! É para não deixar escapar nenhuma oportunidade.


Pare de colocar condições na sua felicidade: “eu só vou ser feliz quando eu casar, eu só vou ser feliz quando for rico, eu só vou ser feliz quando morar em tal lugar…”.


Todos os dias Deus reinicia nosso “cronômetro” do tempo, dando-nos a dádiva de viver mais um dia. Faça bom uso desse PRESENTE que de chama hoje. Ontem já passou e amanhã ainda não sabemos como vai ser.


O momento de ser feliz é agora. O dia de ser feliz é hoje.


*Ângela Braun


   

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: vadmary / 123RF Imagens

terça-feira, 15 de março de 2022

Senhor, dê-me serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar


Senhor, preciso que me capacite com a serenidade de aceitar as coisas que não posso mudar, de saber deixar os capítulos da minha vida que já terminaram e seguir o meu caminho, com muita fé e confiança.


Senhor, eu sei que as coisas nem sempre acontecem da maneira como eu espero e, apesar de nem sempre ser fácil lidar com os resultados inesperados, a cada dia estou trabalhando mais em mim mesmo para entender que tudo sempre colaborará para o meu bem no final, por mais que no início pareça ser o oposto.


Deus, eu sei que você prometeu estar sempre ao meu lado e me guiar pela vida, para que eu possa viver de acordo com os seus planos e alcançar a felicidade de uma vida de propósito, mas nem sempre é fácil.


Alguns dias eu realmente me revolto com a forma como certas coisas têm que acontecer. Eu não me conformo quando não consigo algo pelo qual trabalhei muito, quando vejo que outras pessoas que se esforçam menos do que eu parecem viver uma vida de cinema, e quando percebo quanta injustiça e maldade existem no mundo.

 

Não é fácil compreender que o mundo simplesmente nunca será como eu imagino, e que há diferentes tipos de pessoas ao meu redor, desde as mais puras até as mais maldosas. Não é simples aceitar que, às vezes, simplesmente não posso fazer nada para mudar aquilo que acredito estar errado.


É por isso, Deus, que eu preciso de sua ajuda. Preciso que me capacite com a serenidade de aceitar as coisas que não posso mudar, de saber deixar os capítulos da minha vida que já terminaram e seguir o meu caminho, com muita fé e confiança.


Preciso que me ajude, meu Deus, a entender que existe um propósito para cada dor e para cada lágrima.

Preciso saber que o sofrimento de alguns tem sentido e que a boa sorte dos desonestos é passageira.

 

Eu tenho muitos sentimentos dentro de mim em relação às coisas que não posso mudar, mas tenho certeza de que o Senhor pode me ajudar a lidar com eles da melhor maneira possível.


Deus, ajuda-me a permanecer sempre honesta e fiel às suas palavras, porque é a minha fé que me levará mais longe, e que, nos momentos de desilusão e desesperança, o Senhor continue segurando a minha mão e me tranquilizando de que será apenas uma fase.


Dê-me a serenidade e confiança para continuar seguindo em frente, mesmo com o coração machucado, Deus, para que eu seja capaz de conquistar tudo aquilo que o Senhor preparou para mim.


Eu sou fraca sozinha, mas sei que, com o seu amor e a sua orientação, posso conquistar uma vida de tranquilidade e propósito, e viverei em paz com minhas limitações.

 

Guie-me e oriente-me, Deus, para que minha vida sempre seja um motivo de orgulho para você e que esteja sempre crescendo e aprendendo mais sobre o Senhor.


É isso que eu lhe peço. Amém!


*Luiza Fletcher 

segunda-feira, 14 de março de 2022

Abre os olhos


Ei, não desanima!

 

Tudo bem que as circunstâncias que lhe cercam são complicadas, mas terá sempre o amparo divino para enfrentá-las.


Não se desespera mesmo diante da prova mais temida!


Quando tudo parecer assustador e sem solução, tem fé! E é a chama da fé que lhe aquecerá.

 

O mundo pode lhe oferecer inúmeros espinhos, mas o perfume da esperança não se perde.


Acredita! E quando o tempo for necessário para que os fatos se normalizem, aguarda sem se render à revolta, pelo contrário, descruza os braços e prossegue.


Se ainda não sabe o que fazer e se aflige pela falta de respostas, acalma sua alma numa oração.


Fala com o Jesus, Ele está sempre pronto para ouvi-lo.

 

Roga o seu amparo e a mão amorosa do Mestre enxugará suas lágrimas.


Chega de angústia! Abre o seu coração e permite que Jesus lhe envolva em sua paz.


Ele está sempre ao nosso lado, mas muitas vezes não permitimos a sua aproximação devido à agitação interna em que nos colocamos.


Para um pouco, respira e sinta como Jesus renova suas forças


Ele lhe compreende… Jamais lhe julga, Ele sabe das perturbações que lhe afetam e lhe mostrará o caminho.


Confia, sim, confia muito em Jesus!


Tudo passa! Mas necessário é abrir a alma e sentir o quanto de Vida ainda lhe aguarda.


Não é uma queda ou um erro que põe fim a sua história, pelo contrário, é apenas uma pausa para o recomeço.

 

Tristezas, decepções, mágoas ficam para trás quando deixamos de alimentá-las.


Perdas trazem imenso aprendizado.


E a cada manhã, quantas oportunidades! São bênçãos do Alto que chegam a todo instante!


Nada tema! E ao invés de alimentar o sofrimento que corrói seu Espírito, novamente, entrega-se à prece, expõe a dor que lhe atormenta e pede auxílio.

 

Esse nunca tardará!


Inspirações estão chegando até você… Ouve! E olha pra frente!


A vida lhe aguarda com novas oportunidades… Sua história não terminou! Ainda tem muito a viver, a aprender, a conquistar e a evoluir.


Caminha! Mesmo que esteja assustado, fragilizado, caminha, dá o primeiro passo e mãos espirituais irão lhe ajudar.


Mas precisam que você se ajude! A confiança é o primeiro passo, o outro é a perseverança e é assim que se chega a novos horizontes.


Tem fé, não está sozinho!


E mesmo na pior escuridão, não se sinta derrotado, afinal, a luz do Mestre continua a brilhar.


Abre os olhos e contempla uma nova estrada…

 

Confia! E ouve do Alto a voz que não se cala: “Pra Deus tudo é possível” Mateus 19:26


Sônia Carvalho 

sexta-feira, 11 de março de 2022

Um pedaço do bolo


Às vezes nos perguntamos:


“O que eu fiz pra merecer isso?” ou…


“Por que Deus tinha que fazer isso justo comigo?” 


Aqui vai uma belíssima explicação:


A filha dizia à Mãe como tudo ia errado.


Ela não se saíra bem na prova de Matemática, o namorado resolveu terminar com ela e a sua melhor amiga estava de mudança para outra cidade. Em horas de amargura, a mãe sabia que poderia agradar a filha preparando-lhe um bolo. Naquele momento não foi diferente. Abraçou a filha e levou-a à cozinha, conseguindo arrancar da moça um sorriso sincero.


Logo que a mãe separou os utensílios e ingredientes que usaria e os colocou na mesa, perguntou à filha:

– Querida, quer um pedaço de bolo?

– Mas já, mamãe? É claro que quero. Seus bolos são deliciosos…

– Então, está bem, respondeu a mãe.

– Tome um pouco desse óleo de cozinha!


Assustada, a moça respondeu:

– Credo, mãe! Que tal, então, comer uns ovos crus, filha?

– Que nojo, Mãe!

– Quer então um pouquinho de Farinha de Trigo ou Bicarbonato de Sódio?

– Mãe, isso não presta!


A mãe, então, respondeu:


– É verdade, todas essas coisas parecem ruins sozinhas, mas quando as colocamos juntas, na medida certa… Elas fazem um bolo delicioso!


Deus trabalha do mesmo jeito.


Às vezes, a gente se pergunta por que Ele quis que nós passássemos por momentos difíceis, mas Deus sabe que quando Ele põe todas essas coisas na ordem exata, elas sempre nos farão bem. A gente só precisa confiar nEle e todas essas coisas ruins se tornarão algo fantástico!


Deus é louco por você. Ele lhe manda flores em todas as Primaveras… O nascer do Sol todas as manhãs…


E sempre que você quiser conversar, Ele vai ouvi-lo!


Ele pode viver em qualquer lugar do universo, e Ele escolheu o seu coração!


*Beatriz

quinta-feira, 10 de março de 2022

Você está disposto a pagar o preço pela sua felicidade?


Felicidade! Todos querem a felicidade…


Para uns é a saúde do corpo físico, para outros é o encontro da sua alma gêmea; para a maioria é a prosperidade financeira, para alguns poucos, é o autoconhecimento…


O conceito de felicidade varia, de pessoa para pessoa.

 

Mas já parou para pensar qual o preço dessa felicidade? E você estaria disposto a pagar por esse preço?


Já dizia a propaganda de cartão de crédito: tudo na vida tem um preço… E é uma grande realidade.


Para conquistar o seu objetivo, seja ele qual for você precisa ter um planejamento. Nada acontece aleatoriamente.


Realizar esse planejamento, significa sair da zona de conforto.

 

Ou você acredita em “ter” sem “fazer” e sem “ser”?


Traduzindo: para que você possa ter o que deseja, você precisa que a sua alma e a sua ação estejam em perfeita sintonia com o seu objetivo.


Exemplificando: você deseja ter um automóvel zero. Essa conquista seria a sua felicidade no momento. Entretanto, por mais que você deseje esse carro, a sua alma não coopera (você). Os seus pensamentos frequentemente zombam do seu desejo: Você de carro novo? Hahaha, só no dia de São Nunca! Emocionalmente, bem lá no fundo, provavelmente, sinta que não é capaz de conseguir, que esse é um sonho impossível no momento. Em conseqüência às suas atitudes contrariam o que você deseja, pois não poupa para obter o bem, nem se dispõe a um trabalho extra para adquirir mais renda e, tampouco, deixa de gastar com supérfluos. Resultado final: NADA DE CARRO ZERO!


Existe a necessidade de que você tenha atitudes coerentes com o seu desejo.

 

O ser (você) e o fazer (a atitude) resultam no ter (ter prosperidade, ter felicidade, ter amor etc).


Não existe receita milagrosa para o sucesso. Fuja de promessas furadas.


É preciso “pagar o preço” pela felicidade.


Isso significa que você, sua ação e seu desejo devem estar alinhados.


Alguma vez já se questionou porque luta, luta e nada obtém? Não é estranho? Certamente algo deve estar errado.


Você consegue fazer essa análise em sua vida?


Identificar os problemas e ver onde você está se sabotando?


Não é uma análise fácil, mas é necessária.

 

Sair da zona de conforto, que é onde disfarçamos nossas reais intenções.


Ter carro, para alguns, é questão de status. É estar incluído em um grupo; afinal, a grande maioria tem carro, imagina se eu vou ficar para trás. Imagina o que vão pensar e falar de mim se eu não tiver um veículo. Então eu tenho que ter um carro. Vou me sentir melhor, mais valorizado, incluso na sociedade, posso ir e vir livremente. Perfeito.


Quais as ações a serem tomadas? Qual “o preço” a ser pago pelo bem?


Você precisa fazer. Ter atitudes congruentes com o seu desejo. Sair da zona de conforto.

 

Isso é importante, porém, não é tudo. Se você não estiver em sintonia com esse desejo, você pode até conquistá-lo, mas virá com grande dificuldade.


Temos que ser prósperos. Para a grande maioria das pessoas, prosperidade é algo que vem de fora, como se fosse uma bênção que chegasse até nós, nos envolvesse e nos agraciasse com o que queremos.


Prosperidade não é assim. Prosperidade vem de dentro. Ser próspero é um estado da alma. Não é “ter prosperidade” e sim “ser próspero”.


Confundi sua cabeça? Tomara que sim, esse é o objetivo. Fazer refletir.


Em terapia, trabalhamos vários casos, e a grande maioria ainda pensa que as coisas caem do céu.


Não estão despertos e ainda não conseguem ver o que fazem consigo mesmos.


Se você verdadeiramente deseja a felicidade, em todos os sentidos que ela representa, SEJA uma pessoa melhor. Se você já é bom, torne-se ótimo. E tenha atitudes coerentes com o seu interior. Faça acontecer. Assim finalmente vai TER o que deseja.


Por Claudia Regina

quarta-feira, 9 de março de 2022

Vá em busca do lhe faz bem


Já reparou como as plantas buscam pelo sol? Em vasos que deixamos em ambientes internos, menos iluminados pelo sol que o ambiente externo, percebemos isso ainda mais facilmente. Os galhos da plantinha vão se direcionando para onde há mais luz. Elas se entortam, se contorcem, usam toda a sua capacidade de se moldar para ir em busca do elemento que lhes oferece energia e vida. Da mesma maneira, elas também apresentam a tendência de aprofundar as suas raízes para buscar por água e outros elementos essenciais na terra. Seguindo o fluxo natural da vida, as plantas buscam por aquilo que as fornecerá a energia vital para seguirem cheias de força, multiplicando o verde ao seu redor. Seu impulso é voltado para viver bem, cheias de potencial para multiplicar a vida, crescer, desenvolver flores e frutos saudáveis.

 

E nós, seres humanos, estamos em busca daquilo que nos mantém cheios de vida e recarregamos nossa energia para isso? Responda por você. Você tem ido em busca dos elementos que lhe fazem sentir-se mais vivo? Estes elementos podem ser aqueles ambientes, pessoas, situações, escolhas, estados saudáveis que lhe auxiliem no crescimento. Você se direciona para eles? Busca por eles e os mantém acesos em sua vida? Sim, porque às vezes a gente até busca, mas não mantém a chama viva, vamos nos envolvendo na correria do cotidiano e perdemos de vista o essencial.


 ESCOLHAS QUE FALAM AO CORAÇÃO


O que faz seus olhos brilharem? Quais companhias colocam você para cima, lhe incentivam a ser você mesmo e torcem pelo seu crescimento? Que escolhas falam mais alto ao seu coração?

 

Quais hábitos são verdadeiramente importantes e lhe fariam ter uma vida mais plena?


Seja sincero e avalie como você tem levado a vida. Sempre há tempo para mudar de rota. Retome aqueles caminhos que apontam para o que tem a ver com você, que lhe permitem ter mais espaço para criar, para ser você e se sentir plenamente realizado, caminhos que sejam prazerosos e também acrescentem sabedoria e crescimento a cada passo.


Reflita e faça como a plantinha, que mesmo nos menores vasos e mesmo que você se esqueça de aguá-la de vez em quando, ela se vira daqui e dali para se aproximar daquilo que a fará se manter saudável, cheia de vida e de energia para continuar espalhando sementes.



*Beatriz

terça-feira, 8 de março de 2022

Em caso de sofrimento, evite reticências


Eu não sei quando foi que você deixou de ser sua para se doar todinha a um cara que, pode até ter convencido no começo, mas na verdade, nunca teve habilidade para te cuidar do jeito que você merece. Não sei o motivo que te faz prolongar a vida desse relacionamento que há meses, respira por aparelhos. E também não sei de onde você tira forças para carregar nas costas, o peso dessa bagagem abarrotada de problemas, desleixos, desequilíbrios, falta de atenção, infantilidade e ordens que você sabe que não deveria obedecer, mas acaba cedendo aos absurdos impostos, só para ficar “tudo bem”.

 

Olha, isso daí está errado. Está errado para caramba. Porque a partir do momento em que você substituiu os seus sorrisos sinceros, por suspiros de insatisfação, a sua felicidade começou a fazer as malas para ir embora. E, pelo visto, foi. Sem sequer dizer um tchau para notificar esse teu coração que tem andado tão apertado e dolorido ultimamente, né?


Mas olha, hoje eu gostaria de te falar umas coisas e te abraçar. Assim mesmo, através das palavras. Queria dizer que, mesmo não te conhecendo, eu sinto muito. E, daqui, eu não aceito a realidade que você está vivendo, daí. Porque eu sei que, às vezes, quando estamos lidando com algo que ao invés de clarear a nossa vida, só nos confunde, tudo o que a gente precisa é de alguém que chegue e fale baixinho: você não merece passar por isso. Se livra disso tudo, porque você é mais. E, se você não acredita que consegue, eu acredito.


E é por acreditar que você consegue, que eu quero te encorajar. A ser menos dependente. Menos medrosa. Menos privada. Menos submissa. Mais firme. Mais decidida. E mais feliz. Tudo o que eu quero aqui, é fazer com que você perceba que, permanecer dentro de um relacionamento que só aperta os seus pulmões, é suicídio lento. E, eu preciso te dizer que não vale a pena morrer por quem não morreria pela gente. É burrice.

 

Entenda que a sua vida, é só sua. E ninguém é dono de ninguém, não. As pessoas precisam uma das outras para se fortalecerem, mas isso não significa que elas DEPENDAM de alguém para serem fortes. Principalmente quando esse alguém, só lhe faz se sentir cada vez mais fraca e impotente. Portanto, saia dessa, menina, moça, mulher. Volte a ser dona dos seus sorrisos, das suas roupas, do seu corpo e, principalmente, de você.


Porque em caso de sofrimento, evite reticências. O ponto final é necessário. Vai doer no começo porque é normal. Afinal, a função da saudade é causar terremoto no coração e provocar uma tempestades nos olhos. Mas isso passa. Confia em mim, que passa. Porque onde há desgaste, não tem amor. Tem a falta dele. E, se quando assistimos a um filme várias e várias vezes, decoramos suas falas, quando damos muitas chances, já estamos acostumados com a dor. Então, por favor, desacostume!


*Isabela Freitas

segunda-feira, 7 de março de 2022

É necessário deixar escoar tudo o que não for sentimento bom e enaltecedor


As mágoas são tóxicas e corroem as engrenagens do nosso corpo, da mente e do nosso coração.

 

É muito importante deixar efetivamente para trás quaisquer sentimentos dolorosos, de ressentimento, de discórdia, de confusão. E entender a máxima: o que passou, passou.


Por mais que algo tenha sido difícil, ou até mesmo importante, aconteceu em um momento passado, dificultou-nos e impediu. Isso agora é passado. Perdoe-se, perdoe o seu passado, os equívocos, perdoe as pessoas, perdoe a vida. Tempo é vida.


Pensar, sentir, atualizar os sentimentos no exato momento em que se vive é providencial e profilático. O dia de hoje é fonte de cura, de renascimento, de reconstrução, independente do que tenha ocorrido ontem.

 

A vida, Deus, o universo, nos presenteiam com um dia novo, totalmente em branco para iniciarmos uma etapa de nossas vidas. 


Para quê perder tempo com o que não tem mais vez, nem importância?! Deixe espaço em seu coração para que o melhor possa surgir, vir, acontecer. Deixe para trás o passado, como um filme, uma história que acabou. E comece a brilhar intensamente, pensando no aqui e agora. Deixe as pessoas que não comungam com seus interesses, objetivos e sentimentos, no passado. Distancie-se totalmente, dando oportunidades para coisas e pessoas que estão se aproximando de você neste momento. Pessoas que, com os acontecimentos atuais, se aproximam de você e comungam com seus interesses, sentimentos, objetivos, desejos e sonhos.


Dê as mãos ao seu presente, dê as mãos ao que faz o seu coração mais feliz, mais amável, mais doce. O que faz o seu olho brilhar. Dê as mãos ao que lhe faz melhor, ao que o faz sorrir.


Deixe todo o resto para trás, solte as correntes, os grilhões da prisão de dores, frustrações, mágoas. A natureza, a vida e o universo se encarregam de tudo.

 

Conscientização, pensamentos, vibrações em tudo o que possa ser para enaltecimento, engrandecimento, crescimento. Tudo o que for contrário a isso e que nos impede e dificulta, não tem mais vez. Acabou!


Liberdade, expressão, só o que possui valor para a alma, só o que traz paz, só o que encanta. Escolha ser abundante e próspero, e a vida se encarregará de lhe trazer energias semelhantes.


Quando nos distanciamos verdadeiramente do que nos faz mal, do que nos impede, quando perdoamos, de fato, pessoas e situações, quando nós nos perdoamos, estamos nos libertando de tudo e de todos que nos impediram de alcançar a nossa felicidade integral.


“O perdão existe em primeiro lugar para aquele que perdoa, para libertá-lo de algo que vai destruí-lo, que vai acabar com sua alegria e capacidade de amar integral e abertamente…” – Trecho do livro: A Cabana


*Patrícia Tavares  

sexta-feira, 4 de março de 2022

Se o tempo voltasse


Existe um ditado que diz: “O que não tem remédio, remediado está”. Essa frase serve tanto pra gente se conformar com a realidade (que nem sempre é a que desejamos) quanto para entendermos que o tempo não volta, que o que aconteceu não deixará de acontecer, e que arrependimentos ajudam a construir uma existência mais certeira daqui pra frente.


Alguns acontecimentos nos colocam em xeque mate, e enquanto puxamos o freio de mão da vida que corre acelerada, é possível que questionemos o destino final com o descuido próprio dos viajantes sem direção.


De vez em quando revemos nossas vidas e paramos para pensar nas escolhas que fizemos até o momento. Fica sempre a pergunta: Se o tempo voltasse, eu faria outras escolhas? Teria tomado outro caminho? Ou será que “não somos donos, mas simples convidados”? _ Como disse Mia Couto?


Será que os desfechos de nossas histórias almejam um destino pré traçado, ou são escritos conforme a caligrafia das escolhas que fazemos e que poderíamos não ter feito?

 

O que sei é que só podemos nos arrepender do amor que não demos, de que forma for. E mesmo lamentando uma situação presente, ela também é fruto da imperfeição dos dias, e não somente de escolhas mal feitas.


De vez em quando somos tentados a achar que se o tempo voltasse estaríamos mais felizes e realizados. Mas será que teríamos adquirido a sabedoria que temos hoje sem errar? Sem tropeçar nesse terreno arenoso e improvável que é a vida? Tombos e deslizes fazem parte do processo, aprender a levantar e seguir adiante tentando superar as cicatrizes, também. Lamentar o desfecho de nossas escolhas nos tira do papel de protagonistas de nossa própria história, e nos arremessa a um lugar secundário, como co-autores da vida que representamos.


Amadurecer é tomar as rédeas da própria existência; é ser protagonista dos bons e maus momentos, acreditando firmemente que, já que o tempo não volta, só podemos construir uma existência de paz aprendendo a lidar com o que temos pra hoje.


Por mais doloroso que seja o presente, ele é o nosso fato concreto. E aceitá-lo sem dívidas é a melhor maneira de nos sentirmos realizados. Sem pensar na possibilidade de sermos mais felizes em outro lugar senão no nosso. Sem cogitar a esperança de dias melhores a partir de um passado que não tem mais volta. Sem imaginar nossa vida com outros perfumes senão o aroma do presente.

 

É comum pensarmos “nessa altura da vida”… “Se o tempo voltasse, eu teria seguido por esse caminho, mas o tempo passou e eu não fiz o que queria ter feito…” Desconhecemos a lógica de que o presente está mais perto do que imaginamos, ao alcance de nossas mãos. E é só com ele que podemos contar.


Minha avó tem 87 anos e se matriculou num curso de computação. Sigo me inspirando em sua cartilha de otimismo e determinação. No seu pensamento jovem, apesar das raízes brancas que denunciam os anos corridos. Na sua coragem de olhar para frente, lidando com a própria vida com o entusiasmo dos que não se curvam para trás nem lamentam o que aconteceu. Na sua liberdade de construir a pessoa que deseja ser, sem sabotar o desejo de suas asas, nem podar o que existe de mais belo dentro de si.


Se o tempo voltasse, talvez me machucasse menos. Mas minha falta de cicatrizes não ajudaria a valorizar o momento presente com sabedoria, entendendo que só depois de sermos derrubados, podemos descobrir de fato que fomos ensinados…



*Fabíola Simões

quinta-feira, 3 de março de 2022

Oração para fazer quando estamos com medo


Senhor,


quero viver sem medos.

Com uma santa indiferença,

que hoje ainda não tenho.

Quero crescer e ser mais teu, Jesus,

mas não sei bem

como me desprender dos meus medos.

Por isso, eu te entrego cada um deles hoje

(recordar seus principais medos).

Abraça-me, Jesus,

para que meu medo vá embora.

Acompanha-me, Senhor,

para que eu saiba ser corajoso.

Ajuda-me a ter coragem,

a ser um santo que abraça com amor

a cruz de cada dia.

Eu te peço, Jesus,

que me libertes das minhas correntes.

Torna-me mais teu.

Ensina-me a amar como Tu amas.

 

Às vezes precisamos pedir a Deus que elimine nossos medos. Que nos permita viver com essa paz que nos falta. Sem angústias diante da vida.

Tudo acontece rápido demais. Tememos perder o que temos hoje. Tememos que a vida se complique. Ficamos assustados diante da possibilidade de doença e da morte. Ninguém nos ensinou a lidar com a vida quando ela chega ao seu final.

Falamos muito do céu. Mas sempre achamos que ele pode esperar mais um pouco. E continuamos vivendo com medo de morrer.

Este é exatamente nosso problema na vida: as hesitações, os medos, as dúvidas sistemáticas, o temor de viver. Porém, é mais inteligente lançar-se à aventura.

Eu gostaria de ter essa coragem para não duvidar, para não deixar de fazer as coisas por medo. É por isso que peço esta graça a Deus.


 *Luiza Fletcher

Nada é pior do que conviver com gente fingida!

Conheça seus limites e os limites dos outros. Nada pior do que gente fingida. Não há dúvidas de que o mundo seria muito melhor se as pessoas...