terça-feira, 30 de junho de 2020

DEUS EU AINDA ESTOU AQUI ESPERANDO O MEU MILAGRE

Deus eu ainda estou aqui esperando o meu milagre em nome de Jesus. Deus eu ainda estou aqui aguardando com paciência o agir do Senhor nas situações que não consigo resolver.

Eu poderia alimentar medos, eu poderia sentar e chorar por tantos momentos tristes e difíceis que vivi, eu poderia desistir diante das circunstâncias que não consigo resolver ou mudar, mas eu prefiro seguir na mesma estrada confiando que tudo ficará bem.

EU ESCOLHO DAR UM PASSO NA DIREÇÃO CERTA, EU ESCOLHO CAMINHAR COM ESPERANÇA EM MEU CORAÇÃO, EU ESCOLHO ACREDITAR TOTALMENTE QUE A VIDA VAI VOLTAR A SORRIR PRA MIM. 

Mesmo que eu não entenda tudo, mesmo com tantas perguntas sem resposta, mesmo questionando tantos acontecimentos que meu coração não consegue discernir eu ainda te louvo, te adoro e te amo com todas as minhas forças, Deus da minha vida. 

E mesmo sem entender peço-te que caminhe comigo. E mesmo com incertezas peço-te que esteja comigo.

E mesmo errando e pecando me aceite ao seu lado. Eu estou aprendendo com os meus erros a não errar novamente. Um dia eu vou chegar lá e neste dia quero sentir toda a sua presença em meu coração em nome de Jesus. Amém.

PALAVRA DE FÉ

O DIABO ELE QUER QUE VOCÊ PARE DE ORAR. ELE TENTA TE CONVENCER QUE O SEU SONHO NÃO SERÁ REALIZADO, QUE VOCÊ DEVE DESISTIR DA SUA VIDA, ABANDONAR OS SEUS PLANOS E QUE DEUS ESTÁ CANSADO DE OUVIR AS SUAS PRECES.
Mas eu asseguro o seu coração ao dizer:
– Ele não se cansa de ouvir a sua voz!
– Ele pode te encontrar esteja você no fundo do poço ou no pódio dos vencedores!
– Ele está presente 24 horas ao seu lado, mesmo naquele dia em que o seu coração está cheio de ira e mágoa!
– Ele tem te ajudado, socorrido, apoiado e motivado e seguirá fazendo isso até o último suspiro da sua alma.
– Ele quer continuar recebendo suas orações e palavras. Ele quer continuar abençoando a sua vida, a sua casa, o seu trabalho e a sua família.
Por isso, não desista. É tudo que peço.
Não desista de acreditar que Deus pode restaurar a sua vida, renovar as suas forças, fechar o teu organismo pra todo tipo de enfermidade existente no mundo e que ele tem um objetivo claro: Salvar a sua vida.
Com Deus é possível ser feliz. Com Deus é possível vencer.

*Sú Cursino

segunda-feira, 29 de junho de 2020

Seja você mesmo. Desta forma, você vai atrair pessoas e situações compatíveis com o seu jeito de ser

Muitas pessoas passam a vida tentando se adequar a um ambiente, a uma profissão, a um relacionamento, a uma maneira de viver que nada tem a ver com elas. Muitas pessoas passam a vida tentando atender às expectativas alheias, carregando o mundo nos ombros. Carregando até mesmo pesos que não lhes pertencem ao assumir responsabilidades de terceiros, tentando corrigir erros e preencher lacunas deixadas por outras pessoas que vivem a vida de forma totalmente descompromissada em relação aos outros, num egoísmo patológico.

Sabemos que pessoas incompatíveis e até mesmo desagradáveis vão cruzar o nosso caminho independente da nossa postura diante da vida. Sabemos que nem sempre as circunstâncias contribuem para uma existência feliz porque as escolhas de terceiros e os acasos interferem em nosso cotidiano. Por outro lado, podemos escolher o que fazer com aquilo que nos aconteceu. Algumas pessoas conseguem ressignificar experiências dolorosas. Outras passam a vida se lamentando.

Algumas pessoas se queixam de solidão, mas erguem muros para todos aqueles que tentam se aproximar. Algumas pessoas passam a vida criticando tudo e todos, mas são incapazes de fazer qualquer tipo de mudança para se sentirem mais realizadas.

Outras pessoas, apesar das dificuldades, vão à luta. Quebram muros, constroem pontes entre elas e seus desejos. Tentam de forma incansável obter seus objetivos pois sabem que nada cai do céu e precisamos investir naquilo que faz o nosso coração bater mais forte.

Muitas pessoas passam a vida tentando se adequar a um ambiente, a uma profissão, a um relacionamento, a uma maneira de viver que nada tem a ver com elas. Muitas pessoas passam a vida tentando atender às expectativas alheias, carregando o mundo nos ombros. Carregando até mesmo pesos que não lhes pertencem ao assumir responsabilidades de terceiros, tentando corrigir erros e preencher lacunas deixadas por outras pessoas que vivem a vida de forma totalmente descompromissada em relação aos outros, num egoísmo patológico.

Tentar se adequar a um estilo de vida que não nos agrada, tentar suprir as faltas deixadas por colegas de trabalho e estudo irresponsáveis, por familiares negligentes, por parceiros afetivos e amigos acomodados é desperdiçar a vida. Mais do que isso: tentar agradar quem não demonstra nenhuma empatia por nós, tentar investir tempo, dinheiro e energia em projetos e parcerias que nunca darão em nada porque visivelmente o outro está desinteressado, é desperdiçar a vida.

Pessoas que investem o melhor delas naquilo e naqueles que elas mais amam tendem a ter vidas mais expressivas e significativas. Porque quando somos nós mesmos, atraímos pessoas e situações compatíveis com o nosso jeito de ser.

*Sílvia Marques

sexta-feira, 26 de junho de 2020

Talvez hoje você esteja pensando em desistir, em jogar a toalha e de uma vez por todas acabar com tantos momentos decepcionantes, com tantos pensamentos negativos. Mas e se você pudesse ter uma visão de como pode ser a sua vida mais lá na frente, você ainda desistiria de continuar? E se eu te dissesse que a gente carrega mais de uma vida, que a gente pode morrer e viver na mesma, que existe sim, uma chance, um amor e muitas felicidades reservadas para mais tarde?

A vida é uma correspondência das nossas emoções e escolhas mais íntimas e, mesmo quando não depende de nós no que diz respeito ao que vem a seguir, é a nossa conversa interior, o modo como processamos as coisas, que determina o viver da gente. Talvez hoje esteja tudo triste e sem graça na sua rotina. Talvez você esteja passando por problemas que quase ninguém consegue entender e ajudar. Talvez todo o caminho que te trouxe até aqui seja uma piada de péssimo gosto e você só esteja fazendo papel de trouxa, perdendo tempo e dedicando tanta energia. Talvez.

Mas talvez não signifique nada disso. Quem sabe, a sua liberdade e o seu contato com a vida tenha se transformado nos piores ruídos em vez de esperanças. Amanhã será melhor, tenha fé. E se for difícil ter por você, tenha por quem ainda não tocou a sua vida e que gostaria muito de conhecer e somar na sua história. Porque sempre existirá alguém lá fora que estará disponível para ouvir o nosso choro, alguém que estenderá a mão e abrir espaço no coração para agregar afetos e gentilezas na vida da gente.

Procure ser mais paciente consigo. Não se cobre muito e muito menos se culpe por qualquer emoção desfavorável que esteja emanando agora. A vida importa e ela é inteira em você, mesmo com várias metades e interrupções por aí. Ainda é amor reaprender a caminhar. Ainda é amor querer uma nova vida a partir do ontem que já teve o seu limite de desgaste. Eu te pergunto: quantas vidas você têm? Descubra vivendo um amanhã de cada vez. Vale a pena. Vale muito.

*Guilherme Moreira Jr

Foto de Garin Chadwick em Unsplash

quinta-feira, 25 de junho de 2020

Não precisa acontecer com você ou sua família para ser verdade

Eu sei que é difícil acreditar no pior quando se tem uma religião, quando é preciso pagar boletos, quando não se tem comida suficiente na mesa. Eu sei que é difícil acreditar no pior quando existem tantas teorias maléficas e teorias sobre corporações e lucros financeiros da elite pairando sobre as nossas cabeças. Eu sei disso tudo.

Mesmo assim, se tudo o que vem sendo ventilado sobre o COVID-19 for verdade e alguém que você ama precisar de assistência, daí seria o necessário para você acreditar? Por que é preciso acontecer algo de ruim em nosso próprio círculo para que levemos a sério? Não falo só do vírus, mas de qualquer assunto. Seja um abuso físico, um acidente, algo que coloque a vida em risco e tantas outras situações inimagináveis, mas diariamente recorrentes no mundo inteiro. Contudo, quando não estamos envolvidos, demoramos a cair a ficha. Por que essa necessidade de sofrimento que nubla os sentimentos do coração em relação ao próximo? Não podemos ser melhores do que os outros?

O que a outra pessoa faz ou deixa de fazer deixou de ser uma desculpa há muito tempo para eu ou você não agirmos. Esse pensamento individualista é absurdo e totalmente contrassenso caso queiramos comparar com qualquer religião ou conceito de amor e empatia. Pode pesquisar, não existe fonte no mundo que diga: “pense no seu e das pessoas que te cercam e o restante que faça o mesmo.” Procura. Duvido que encontre algo semelhante em qualquer livro, orientação pedagógica, religiosa. Se ela existe, é visível apenas no seu universo. Se for esse o caso, temos um problema muito, mas muito grande. Porque eu não concordo com você e também não consigo não dizer que você é uma pessoa ruim.

Vai alem de polarização e interesses políticos. Você é uma pessoa ruim quando só pensa em você, lamento. Não te quero mal. Nunca vou te desejar isso. Mas que no momento, você não é diferente daquelas que você costuma criticar, bem, você é exatamente a mesmíssima coisa.

Então, despido de qualquer ódio ou querendo te impor algo, eu peço gentilmente que você pense no assunto e não no sentido de a carapuça serviu e o texto é ofensivo e foge da realidade. Não seja raso, você aí dentro que não tem absolutamente nada de ignorante e tampouco injusto na minha fala.

Eu tô tentando te fazer abrir o coração, e não olhos, antes que seja tarde demais. Faça os seus ajustes, mas tente ajudar, tente contribuir para o bem comum. Ajude a consciencializar os seus amigos, familiares, vizinhos ou desconhecidos também.

Na pior das hipóteses, ninguém querendo te ouvir ou te ler, como estou fazendo agora ao escrever este texto, tudo bem. Pelo menos você fez algo. É melhor do que juntar as mãos ou cruzar as pernas e esperar que tudo não passe de um exagero da mídia. Não é. E ainda que fosse, vale a pena pagar pra ver, jogar com a sua, com a minha, com a vida de qualquer um? Não tem nada de humano nisso.

O mundo nunca debateu tanto o significado do sentimento que é o respeito, onde diferentemente da palavra, só precisa que cada um tenha interesse e afeto para realizar o seu papel em tempos delicados. Não tem nada a ver com o respeito da palavra de cada um aceitar a sua opinião para o encerramento da discussão.

Por favor, tentem.

*Guilherme Moreira Jr


***
Imagem de capa: ROSLAN RAHMAN/AFP

quarta-feira, 24 de junho de 2020

Você pode enganar o corpo com outra pele, mas não o coração com outra alma

Definitivamente qualquer um pode nos provocar arrepios, qualquer um pode agitar nossos sentidos, fazendo-nos sentir muitas emoções e sensações associadas a uma liberação hormonal, que responde a um processo químico e biológico do nosso corpo, porém, a conexão que sentimos entre nossas almas, essa sim, vai além de tudo que podemos perceber com nosso corpo.

Nós podemos substituir uma carícia por outra, alguns beijos por outros, mas quando vamos mais além, não podemos enganar nossos corações, não encontraremos olhares que nos façam sentir o mesmo, nem aquele sentimento de estarmos sempre conectados.

Quando dois corações daqueles que fizeram um acordo de almas se separam, o vazio que se sente é profundo, afoga, queima, suspende a respiração, não há mais nenhuma satisfação, conforto e acoplamento que pertença a duas almas que viajaram juntas por mais tempo do que podemos reconhecer.

Certamente as missões terminam, muitas vezes amando intensamente dois corações devem seguir caminhos diferentes para aprender o que é necessário, para chegar onde deveriam e não sabemos se neste plano ou outro, mas certamente estas almas estarão juntas novamente. No entanto, enquanto eles estiverem fisicamente distantes na estrutura terrena, eles serão capazes de reconhecer sua energia, mesmo que não possam sequer ver um ao outro.

Uma vez que estamos em contato com esse ser que sabemos que nos leva além do tangível, não podemos nos enganar ao nos conectarmos com outra pessoa, o sentimento será gravado em nossa essência, nossa mente ficará confusa e tentará substituir o que um dia la lhe deu prazer, nosso corpo vai encontrar outras maneiras de se sentir à vontade, mas nossa alma sempre nos fará um chamado especial para retornar a onde pertencemos, sabendo plenamente o que é amor verdadeiro.

Além de sermos capazes de identificar o que nos acontece, devemos ser gratos por termos estado em contato com nossa pessoa especial, conscientes de que, não importa o que aconteça nesta vida transitória, o amor nos une, nos alimenta e transcende acima do que nós nossa razão consegue entender.

Vá em frente, continue com sua vida, tudo passa por algo e o que é para você, será no momento preciso. Sempre confie que o melhor ainda está por vir e ouça o que seu coração lhe diz, o que não lhe permite ser facilmente enganado.

*A Soma de Todos Afetos

Imagem de: Tomasz Alen Kopera

Tradução A Soma de Todos os Afetos, via Sara Espejo em Mujer.Guru

terça-feira, 23 de junho de 2020

Se algo desfavorável ocorrer com você, lembre-se de tudo que tem de bom

Se vier um pensamento ruim, ou triste, porque as vezes vem, por mais que usemos várias técnicas para substituirmos o pensamento negativo ou a lembrança desagradável, às vezes ocorre. Então, lembremos do ar que estamos respirando, lembremos das nossas pernas e pés que nos levam a vários lugares. Juntamos as mãos e agradecemos, por tudo isso e muito mais…

Em algum dia, pode ser que algo dê errado, ou não saia exatamente como gostaríamos.

Paremos, antes de uma palavra de lamentação vir, para pensarmos várias coisas que fizemos e deu certo. Que amanhã ou em outro dia tentaremos de uma nova maneira, há de dar certo.

Mas quando não der certo, fica a forma que fizemos, fica a experiência, fica a alegria de termos tentado, nos dedicado tanto, nos esforçado. Não existe desperdício no aprendizado. Aprendemos sempre na vida.

Agora consigo perceber o quanto sou incrível nas tentativas, como eu faço tudo com esmero e com coração, independente da coisa fluir ou não. Isso já é o bastante, incrível, posso me considerar muito vitoriosa. Especialista na minha forma de “fazer”, na minha forma especial e única de fazer com afeto, cuidado, qualquer coisa. Isso é muito especial.

Não somos especiais porque somos os melhores, somente quando formos vitoriosos, somos especiais porque fazemos de uma maneira única. Especiais por fazermos de todo o nosso coração, dedicação profunda, independente do resultado. Isso é lindo. O seu esforço. Vibre com isso. Te parabenize por ter tentado, tanto e tão bem, é lindo. Isso é amor próprio. É sermos nosso melhor amigo.

Não desista, mas saiba a hora de dar uma parada, ao invés de ficar brigando com a vida ou com você, tudo na vida tem um tempo para ser, para amadurecer o fruto.

As coisas, projetos, sonhos…, não tem só formas físicas de serem alcançadas. Existe algo de atemporal, intuitivo, é uma combinação de uma alquimia entre você , seu coração, tempo e o universo. De repente a coisa acontece. Sem muitos esforços. Também pode ser que nos esforcemos muito mas as coisas não aconteçam naquele momento, e um dia “tcharam”, acontecem.

Vibremos no coração, sonhe alto, converse com Deus, com o universo, tudo o que seu coração deseja bonito, sem receios de ser feliz, se jogue na imaginação do que trará imensa felicidade e realizações ao seu coração.
Ultimamente ele anda cansado de tantas tentativas?!
Jogue para o universo e descanse, solte, se ligue em outras coisas. Relaxe.

Caminhe, passe para novos projetos, construa outras coisas. Sem queixumes, nem azedumes.
Não brigue com a vida, muito menos contigo. Aceite o processo do tempo, da vida. Agradeça e ilumine seu caminho com fé e muita esperança.

Um dia, sem nenhum aviso prévio, talvez antes que você tenha imaginado, a vida te oportuniza, o universo conspira totalmente com aquele velho sonho, com aquele projeto onde o coração bate no ritmo do samba, acelerado, só de pensar na possibilidade de realizá-lo.

Chegou a minha vez, chegou a sua vez. A nossa vez! Parece que vamos morrer de tão felizes. Que sensação maravilhosa, esta da plenitude de uma realização alcançada.

Diga então: Eu recebo. Eu me permito viver isso. Eu mereço. Agradeço infinitamente.

Pronto, o colorido começa a se espalhar em torno de nós para todas as direções. Somos luz! Irradiamos a luz intensa de enormes realizações do nosso coração. Para todos participarem da luz.

Para que todos saibam que esperança, fé, persistência, sabedoria, coragem, confiança, no processo da vida, em si mesmo, gratidão…, operam milagres.

___ Patricia Tavares.

Foto por Jeremy Bishop em Unsplash

segunda-feira, 22 de junho de 2020

PEGUE TODA MALDADE QUE LHE FIZERAM E ENTREGUE A DEUS

PEGUE TODA MALDADE QUE LHE FIZERAM E ENTREGUE A DEUS, ANTES QUE SEJA TARDE.

Ainda temos muito o que caminhar para construímos o paraíso na Terra.

Em nosso mundo ainda há muitas provas, sofrimento e sentimentos de ódio, como raiva, rancor e maldade.

Logo, então, frequentemente, em nossos caminhos, cruzam pessoas dispostas a cometer despautérios que a gente jamais seria capaz nem de pensar em fazer. Mas existe um segredo para frear quem tenta nos fazer mal.

As atitudes dessas pessoas malignas são calcadas em sentimentos como vaidade, ganância, frustração, soberba, egoísmo, orgulho, etc.

Alguém controlado por essas características atrapalha nosso dia a dia. Tanto na concretização dos nossos objetivos quanto na manutenção do nosso equilíbrio emocional e na paz da nossa alma.

Quando sofremos uma maldade, nosso coração se despedaça, principalmente se vem de uma pessoa que estimamos. Sentimos um aperto no peito e uma vontade imensa de chorar.

ÀS VEZES, FICA DIFÍCIL DE ACREDITAR, E, DEPENDENDO DA MALDADE E DE QUEM A COMETEU, PODEMOS ATÉ ENTRAR EM UM PERÍODO LONGO DE DEPRESSÃO.


Outras vezes, somos tomados pelo ódio e independente da dor que a gente sente, nosso primeiro desejo é de que a pessoa enfrente a mesma dor que passamos. É quando vem a ideia de vingança.

Consumidos pela sensação de inferioridade que a maldade nos causa, damos lugar a raiva e queremos devolver na mesma moeda. Punir o malfeitor.

Mas, assim, a gente se rebaixa a tal nível de pobreza de espírito e deixa, como nosso inimigo, que os sentimentos ruins nos dominem. E o retorno em vingança pode ser o primeiro passo de um ciclo de sentimentos negativos interminável.

Para que não entremos nesse nível baixo de energia, primeiramente, é imprescindível acreditar na lei do retorno. O Universo, cedo ou tarde, nessa ou noutra vida, cobrará a dívida do mal que se fez.

RELAXE.

De uma forma ou de outra, a justiça será feita, pois Deus nos concedeu o livre arbítrio, mas colheremos exatamente aquilo que a gente cultivou.

Por isso, a vingança é uma perda de tempo. Então, entregue as falhas humanas à perfeição do Cosmos.

Essa pessoa que feriu você, já deve ter feito isso antes e continuará levando o mesmo tipo de problemas aonde quer que ela vá.

É contraditório querer o bem de quem nos fez mal. Entretanto, o grande segredo para nos livrarmos das pessoas maldosas é orar por elas.

Exatamente.

REZAR POR ESSES ESPÍRITOS MENOS EVOLUÍMOS É TIRAR A RAIVA DO NOSSO CORAÇÃO.

Então, entregamos sua cura a Deus.

Sim, quando optamos por mandar energias positivas às pessoas que atrapalham nossas vidas, transformamos o ódio causado pela dor em um sentimento bom.

Além de nos libertamos do rancor, ainda contamos com os milagres dos céus para que tal pessoa pare de nos infernizar. Porque o principal benefício dessa oração é que, pedindo para a Deus iluminação a um ser maligno, estamos colaborando com a evolução do seu espírito.

E, tendo tal espírito evoluído, a pessoa repensará seus atos e irá superar muitos sentimentos negativos.

Assim, o grande beneficiado será você, porque ela finalmente será um encosto que sairá do seu pé. O que lhe devolve a sua paz.

Então, ore muito por alguém que lhe faz mal. É a melhor maneira de levar paz a alma da outra pessoa e, principalmente, a sua. Porque quando você vence seus inimigos internos, nenhum inimigo da vida é capaz de lhe atingir.

*Luciano Cazz

*DA REDAÇÃO RH.
*Foto de YURI MANEI de Pexels

sexta-feira, 19 de junho de 2020

Prosperidade x Simplicidade

Vivemos tempos difíceis. Tempos de falta, de crises, de problemas políticos que parecem não ter fim. De operações lava a jato, de corrupção, desordem e miséria. Não que isso seja novidade na história do Brasil ou do mundo, mas tempos que são complicados para todos as pessoas que passam por elas. E não adianta invejarmos o jardim do vizinho. Invejarmos os países onde essas coisas não acontecem. Cada povo (assim como cada pessoa), precisa aprender com seus carmas. Se todos nós, brasileiros, estamos nesse barco (e lindamente estamos nos mexendo para isso), é porque precisamos aprender com tudo isso.

Mas aí me pus a pensar. Por que um político rouba? Basicamente porque ele pode. Porque o sistema é falho e corrupto como um todo. Mas, no frigir dos ovos, o que as pessoas mais querem é dinheiro e poder. O dinheiro, na verdade, na cabeça da maioria é poder. Poder financeiro é o que rege o mundo. Então, vende-se a própria alma, em troca dele.

Na verdade, não é isso. Dinheiro não é o vilão da história e sim as pessoas que fazem mal-uso dele. Dinheiro é uma benção dos céus. É algo que nós usamos para satisfazermos as nossas necessidades. Necessidades básicas, como comer e se vestir, e necessidades do espírito, como aprender, ter cultura e boas experiências. No mais, o que realmente existe? Bolsas de grife que custam mais de seis dígitos? Sapatos? Carros que correm mais que a velocidade da luz? Tudo é beleza, sem sombra de dúvida. Modelos, design. Milhares de pessoas trabalhando em projetos audaciosos. A tecnologia evoluindo para o bem da humanidade, isso tudo é lindo. O problema é quando deixamos de sentir esse prazer para ter por ter, ou pior, ter para mostrar para o outro que temos.

Uma vida de Facebook, onde viajamos para lugares distantes e comemos comidas caras, mas que não nos dizem nada. Só preenchem uma série de atributos numa imensa lista de quereres (whish list, para os íntimos do inglês). Os “must have”, “must go”, “must eat” da vida, as coisas que inventam que nós, humanos e limitados, deveríamos querer.

Você tem que ter. Se você não tem é fracassado. Se você não veste as marcas X, Y, Z (porque não te servem ou você não pode comprar ou preencha com qualquer outro motivo idiota) você não serve. E aí você sai correndo para comprar. Divide em 12 x no cartão de créditos com juros bem “baixinhos”. Trabalha, todos os dias, até as 2 da manhã, deixando seus filhos em casa, sozinhos e sem brincadeiras antes de dormir. Rouba. Se corrompe. Vende-se nas feiras da vida, das empresas, dos políticos, de toda sorte (ou azar) de baboseiras. Pelo que mesmo? Ah, para ter. E parecer ser o que você nem é.

Não sei quem falou (sabe como é a internet, creditando frases a quem nunca as proferiu) “Compramos coisas que não queremos, com o dinheiro que não temos para impressionar pessoas que não conhecemos”. É, bem isso meus amigos. Vivemos com tanta parafernália que precisamos de limpeza nos armários de seis em seis meses. Temos sapatos com mais de cinco anos de comprado e com o uso de duas vezes. Sempre, sempre “precisamos” do computador de último modelo. Pegamos filas, quilométricas e demoradas, para almoçar no restaurante da moda. Vendemos nossa alma ao diabo para parecer o que não somos.

Na verdade, ninguém precisa viver na merda. É claro que não! Todas as pessoas têm direito a tudo: educação, alimentação adequada, lazer, transporte, saúde. Todos os seres humanos precisam sim brigar por isso, conquistar isso para si e para os seus. E isso tudo usando também a coletividade como alicerce. Mas ser feliz, estar bem, é bem mais simples do que isso.

Procure, dentro de você, o que realmente te faz feliz. É uma fila de restaurante caro ou as fritas da sua mãe? São horas de trânsito na estrada num feriado frio ou sentar na frente do seu seriado favorito com um balde de pipocas, mesmo que isso não seja considerado muito “cool”. É ser feliz ou ser legal?

Prospere. Ganhe! Invista. Tenha, possua, ame coisas lindas e caras. Mas não se venda a elas. Elas só são coisas. Você é um ser humano completo. Procure sim a felicidade nas pequenas coisas, no mais simples. Em olhar a natureza real dos locais, das pessoas. Faça uma ou outra extravagância, mas não roube o seu sono para pagar contas de uma vida que não é sua. Seja o que você é. Aceite isso, de todas as formas possíveis, e saiba que ser feliz independe disso. Depende, isso sim, do quanto você faz por você e consequentemente, faz pelos outros ao seu redor.


*Andrea Pavlovitsch

quinta-feira, 18 de junho de 2020

São os nossos sonhos que nos farão sorrir, ter esperança e darão sentido a nossa vida!

Os nossos sonhos nos fazem sorrir, ter esperança e dão sentido a nossa vida! Sonhe mais, sonhe grande! São eles que nos impulsionarão a seguir em frente.

Ninguém nunca está plenamente satisfeito, por mais que tenham tudo ou tenham de tudo um pouco. Faz parte do ser humano essa sensação de insaciabilidade, de querer sempre mais e mais, bem como a necessidade de querer mostrar ser melhor que o outro.

O vazio tem piorado bastante de algum tempo para cá, onde as redes sociais mostram cada vez mais, uma falsa ideia de felicidade que gira em torno dos bens de consumo e assim, a mesma tem se perdido em meio as inúmeras opções de escolhas.

Estamos sempre almejando algo e isso é um dos motivadores da vida, bem como um dos fatores para a evolução, pois a partir daí desejamos melhorar sempre.

A competição serve como parâmetro de referência e pode se mostrar saudável quando usada de forma adequada e com moderação. Entretanto, ninguém é igual a ninguém e todos são igualmente importantes para se conseguir chegar ao resultado final.

Tudo é relativo e não adianta o filho querer se comparar e competir com o pai. Não adianta o aluno querer se comparar e competir com o professor. Não adianta o subordinado querer se comparar e competir com o chefe.

NÃO ADIANTA JULGAR O COLEGA COM FUNÇÃO DIFERENTE.

São coisas distintas que não tem como comparar, nem como competir, só devemos respeitar, e isso passa a ser o suficiente.

Se vangloriar ao mostrar que lavou mais copos em menos tempo em comparação com aquele que teve que lavar os pratos com restos de comida e com a sujeira mais pesada não fará diferença alguma a não ser a sensação do dever cumprido.

É lógico, que demandará menos tempo e menos esforço e tentar se engrandecer em cima do outro é inócuo, pois são realidades distintas.

O assalariado pode até não ter a roupa de marca, o banquete todos os dias, o estudo avançado, a casa top e o carro do ano, mas pode ter certeza que terá o agasalho que o aquecerá, o veículo que o levará onde quiser, o aconchego da sua casa, a comida que o alimentará e a sabedoria de vida, que guiará seus passos.

Sonhamos muito uma vida inteira e sua realização é o que faz a vida valer a pena, mesmo que seja momentânea.

É O QUE NOS FAZ SORRIR, TER ESPERANÇA E FAZ COM QUE A VIDA TENHA SENTIDO.

Enfim, é o que nos impulsionará a seguir em frente.

Sonhar em ter algo ou em fazer algo é normal e saudável, desde que seja de forma equilibrada. Do contrário, a ganância predominará e será prejudicial.

Nossa individualidade nos encaminhará para uma determinada trajetória de vida, por isso é tão importante nos conhecermos bem, para que a caminhada flua naturalmente sem se travar em meios as barreiras e desafios inerentes à vida.

O FOCO NÃO PODE SE PERDER EM MEIO ÀS CURVAS E PEDRAS.

É importante sabermos o que queremos para nós e ter uma ideia clara a respeito de como cada anseio acrescentará e influenciará em nossas vidas e se é isso mesmo o que queremos.

A expectativa é bem diferente da realidade, motivo pelo qual temos que ter sabedoria para distingui-las para trilhar no caminho certo, com objetivos claros e determinados, sem nos iludirmos com fantasias que não nos levará a lugar algum a não ser à frustração.

Temos que aprender a cada dia, passo-a-passo, a nos conhecermos melhor para que possamos buscar e conquistar os sonhos e objetivos que realmente façam a diferença em nossas vidas.

Sonhos que nos acrescentarão tudo de bom e do melhor e que nos farão viver de forma plena, na realidade, e não de fantasias e ilusões que tendem a nos deixar insatisfeitos e frustrados.

Será uma questão de tempo, vivência, experiência e acima de tudo maturidade para se viver com plenitude nossa própria vida.

O viver a vida alheia ficará sem sentido e o respeito ao próximo predominará.

Como consequência, seremos gratos.

Gratidão é tudo no imenso universo do nada sei.



*Idelma da Costa

quarta-feira, 17 de junho de 2020

Não é o amor que segura uma relação. O segredo é outro.

Não é o amor que segura uma relação. O segredo é outro. Paciência, compreensão, fidelidade ou zelo? Nenhum deles. O que pode manter o seu relacionamento vai surpreender você.

Evidentemente, nenhuma relação sobrevive sem amor, pelo menos não de uma forma saudável.

O amor é a razão e a base de qualquer envolvimento a dois. É no amor que uma relação é construída. Por ele e por todas as dádivas desse sentimento tão sublime que permanecemos juntos.

Entretanto, presenciamos todos os dias muitas relações terminando mesmo com amor. Mas, então, qual será esse misterioso ingrediente salvo-conduto do apreço?

NÃO É FIDELIDADE, NEM PACIÊNCIA, COMPREENSÃO OU ZELO. A MAIOR DÁDIVA DE QUEM AMA É A RENÚNCIA.

Isso mesmo! Acontece quando a gente releva um erro e compreende o outro em sua contradição a nós. Quando a gente olha por ela, renunciamos a nossa razão, a nossa verdade, o nosso bem-estar, nem que seja por um instante. E, mais do que tudo, ser leal é renunciar milhares de possibilidades em nome da felicidade do coração do outro.

ESTAR COM NOSSA CARA METADE É RENUNCIAR O TEMPO TODO. OUTRAS COMPANHIAS, OUTROS ENCONTROS, OUTROS MOMENTOS.

Interagir com quem amamos é abrir mão de muitas ideias, de muitas vontades e até de comportamentos ou posturas. Porque é preciso que haja dentro do coração uma negociação de valores onde o que não é tao importante para a gente ou faz mal para a relação deve ser abdicado em função do bem maior: o laço de amor.

Quando compramos uma rosa, abrimos mão do nosso tempo, do nosso dinheiro e de qualquer outra direção que não seja para a pessoa para a qual vamos entregá-la.

Corremos ainda o risco de nos espetar em seus espinhos pela carinhosa surpresa de causar contentamento, riso. E isso é renunciar por amor.

Quando aprendemos a lidar com nossos defeitos, brigamos contra eles e até procuramos ajuda para melhorar, estamos renunciando a nós mesmos.

Desistimos de uma parte negativa de nós para manter a chama do amor, jogamos fora aquilo que temos de pior para mantermos o melhor em nossa vida. E acaba sendo uma renúncia por nós mesmos também porque diretamente beneficia a todo relacionamento.

Por outro lado, há momentos em que somos nós que deixamos para lá erros e defeitos do nosso amor, desde que dentro dos limites da nossa alma.

Isso não quer dizer que devemos abandonar tudo que temos ou somos para manter uma relação. Não é isso.

Mas existe um momento em que vontades, sentimentos e comportamentos entram em contradição na vida a dois e é nesse ponto que um e outro, ou quem sabe os dois, deve renunciar um pouco de si para manter o equilíbrio e principalmente o maravilhoso encaixe do amor, onde a personalidade de cada um permanece compatível ao sentimento lindo que une o casal.

E VALE MUITO A PENA.

É uma troca muito injusta de tão vantajosa, porque o afeto é muito maior do que qualquer defeito que temos, porque os gestos que fazem a relação permanecer grande podem ser bem pequenos.

DESISTÊNCIAS QUE POUCO DOEM PROPORCIONAM O EXTRAORDINÁRIO PRAZER DE MANTER-SE APAIXONADO.

Outras desistências podem doer mais e ainda serem as melhores escolhas, porque renunciar na relação a dois é substituir qualquer coisa pelo amor.

E, então, no fim das contas, depois de abdicar tanto, a única renúncia incabível é a do carinho do outro. Nada vale a desistência de um amor verdadeiro, porque, afinal, hoje em dia, não há tantas oportunidades para o amor, que está escasso e fugaz, acaba em um sopro.

É por isso que um sentimento assim deve ter prioridade. Portanto, quando tiver a oportunidade de mudar por amor, simplesmente, mude.

*Luciano Cazz


*Foto pelo comercial de setembro no Unsplash

terça-feira, 16 de junho de 2020

Entregue o que você não pode controlar para a sabedoria do Universo!

A gente precisa entregar o que não pode ser controlado para a sabedoria e generosidade do Universo!

Às vezes, mesmo com a melhor das intenções, vivendo, oferecendo e sendo o melhor que podemos, a vida machuca.

ÀS VEZES, POR MAIS QUE A GENTE RELUTE E TENTE DISFARÇAR, NÃO DÁ!

O sorriso fica chocho, a fé fica abalada e as lágrimas insistem em cair.

É NESSES MOMENTOS DE VULNERABILIDADE, QUE PRECISAMOS MAIS DE NÓS.

É nesses momentos difíceis, que a gente segura a nossa própria mão e não tem medo ou vergonha de sentir o que quer que seja que venha à tona.

A gente só precisa confiar em nossa jornada, mesmo quando não entendemos, porque as coisas estão acontecendo da maneira que estão.

A gente precisa confiar no fluxo em que o Universo nos coloca, porque talvez aquilo que a gente menos gostaria que acontecesse, seja o que a gente mais precisa.

ACREDITE: QUANDO A RESPOSTA FOR UM NÃO, TEM UM SIM MUITO MELHOR LHE ESPERANDO LOGO ALI ADIANTE.

Eu sei que é difícil acreditar quando o seu mundo está desmoronando. Mas eu também sei que aquele que nos criou não erra, não demora e nem se atrasa.

Com fé, esperança e amor, a gente precisa entregar o que não pode ser controlado para a sabedoria e generosidade do Universo, respirar fundo e aprender a viver o momento.

LEMBRE-SE QUE O AGORA É TUDO QUE TEMOS, POR ISSO, SÓ POR HOJE, NÃO RECLAME!

Só por hoje, não se irrite!

Só por hoje, agradeça pelas bênçãos e seja humilde!

SÓ POR HOJE, PERMITA QUE O SEU PROPÓSITO SE CUMPRA, SEM CRÍTICAS OU JULGAMENTOS.

Só por hoje, permita-se ser, receber e dar todo o amor que existe em você.

Confie na sabedoria e na generosidade do Universo! Só por hoje! E faça o mesmo amanhã!



*Wandy Luz

segunda-feira, 15 de junho de 2020

Tudo depende da importância que você dá

Saber com quem dividimos nossas energias, em maior ou menor grau, é possivelmente uma das maiores dificuldades que teremos ao longo de nossa vida. Costumamos, infelizmente, gastar um tempo precioso nos preocupando com coisas e com pessoas dispensáveis, que não somam nada de novo, muito pelo contrário.

Quantas vezes não ficamos chateados com algum tipo de comentário maldoso que alguém faz, como se a opinião daquela pessoa fosse mudar alguma coisa em nossa vida, como se todo mundo fosse concordar com o pensamento dela. Precisamos ter a certeza de que quem nos conhece de fato e nos ama com verdade saberá o que somos e jamais acreditará em qualquer coisa que disserem a nosso respeito.

Outras vezes, deixamos que um fato desagradável acabe com o nosso bom humor, tornando nosso dia carregado e praticamente perdido, fazendo-nos esquecer o tanto que somos agraciados diariamente, o tanto que já conseguimos avançar em nossa jornada. Valorizar nossa saúde, nosso trabalho, nossas companhias verdadeiras deverá ser um exercício diário, ou nos tornaremos pessoas ingratas e desgostosas.

Não raro, somos obrigados a conviver em ambientes onde existem pessoas emanado energia negativa, espalhando agressividade com o semblante pesado. De maneira alguma poderemos nos deixar contaminar por esse tipo de negatividade, por problemas que não nos dizem respeito, nem que tenhamos que nos esforçar duramente. Será difícil mantermos o sorriso ao lado de gritos e de cara feia, mas isso garantirá nossa sobrevivência.

Da mesma forma, costumamos lamentar exageradamente certas perdas que enfrentamos em nosso caminhar, como se não fôssemos conseguir viver sem aquilo a que tanto nos apegávamos ou que tanto queríamos obter. Para que nos reequilibremos, no entanto, necessitaremos de muita ponderação, para percebermos que muito do que se foi não era nosso de fato e que ainda há muita coisa boa nos esperando diariamente.

Uma coisa é certa: caso depositemos demasiada importância em bens que não nos preencham a essência e em pessoas que não nos trazem momentos especiais, estaremos fadados a pouco sorrir e a muito lamentar. Não podemos aceitar uma vida que se arrasta ao sabor amargo das infelicidades alheias, deixando o peso do que desagrada ser maior do que a leveza dos momentos felizes que temos junto a quem dá e recebe amor com intensidade. É isso que nos deve mover e é disso que é feita a vida a que temos direito, bela e digna de se viver.


*Prof. Marcel Camargo

sexta-feira, 12 de junho de 2020

Carta a um grande amor…

Há sempre tantas coisas que quero dizer para você, mas não sei por onde começar. Até mesmo porque eu já te escrevi tantas outras vezes, outras cartas. Nessa em especial, devo começar dizendo que te amo? Ou que cada dia ao seu lado é único e insubstituível e que, nem é preciso passar a vida toda para descobrir que, de fato, fomos feitos um para o outro? Poderia dizer todas essas coisas e tudo seria verdade. Talvez porque você me dá vontade de viver de verdade, de viver como se cada dia fosse o último, de viver todos os clichês fora de moda. Aliás, você me deu uma nova vida. Tantas turbulências, dores, lágrimas, mas apesar disso, o amor…esse permanece firme e forte, e cada dia maior dentro de mim. Não consigo pensar, ou imaginar, nem por um segundo, como seria minha vida sem você. É que, eu não troco nada na minha vida depois que você chegou, porque você faz de mim uma pessoa melhor. O amor que sinto por você me faz ser melhor. Eu sempre soube que era paciente, compreensiva, mas com você, descobri que todas essas coisas e mais outras, simplesmente não tem limites. O melhor disso tudo, é que você me faz querer ser melhor para mim mesma. Sabemos que nunca sairemos da vida um do outro, porque, como dizem, o mundo pode separar dois corpos mas nunca dois corações. Não faço a menor idéia de como vão seguir os dias adiante, a única certeza que eu tenho é que tudo pode passar, mas o nosso amor há de permanecer. Eu quero que saiba, que não importa o que aconteça, o lugar que você tem na minha vida, no meu coração e nos meus pensamentos, é sagrado, ninguém mais ocupa, não é possível substituir ou arrancar, esquecer.

Vou sempre estar a olhar para o céu e imaginar que em algum outro lugar, você está a olhar para ele também. Não queria jamais, me despedir de você, quero poder viver cada segundinho que temos juntos como se fossem os últimos e aproveitar cada abraço, cada beijo, cada carinho, cada olhar, cada sorriso. Mas não quero pensar na possibilidade de não ter mais isso.

Quero sim, poder todos os dias acordar bem cedo pra ficar conversando com você no telefone, enquanto está indo para o trabalho, mas espero não acordar pra sentir a dor de não ouvir mais a tua voz do outro lado da linha. Me prometa amor, que mesmo que eu desista, você não vai desistir de mim, que mesmo que eu não te atenda, vai continuar me ligando e tentando de novo e de novo. As possibilidades dos dias seguintes podem mudar todo rumo da nossa vida, da nossa história. E eu não faço idéia de como vai ser. Eu só quero te dizer que você é preciosidade rara, um homem maravilhoso, eu estimo todas as qualidades e imperfeições que existem em você. Você é admirável, lindo, adoro esse teu bom humor, um principe. O meu Príncipe. Perfeito para mim, porque as nossas imperfeições se encaixam, nossos defeitos se complementam e eu amo cada pedacinho de você. Amo nossa cumplicidade, companheirismo, nossa conexão, sintonia, nossa amizade. O respeito mútuo. Amo sua maneira de transformar um dia comum em um dia especial, a sua maneira de me dizer tantas coisas só de me olhar, de me abraçar. Por isso que sempre digo, que quando estamos juntos nem é preciso tantas palavras, está tudo dito. Nos pequenos detalhes, gestos, olhares. E é justamente por essas e outras, que não sei mais como seguir minha vida sem você, eu não tenho a mesma força, a mesma coragem, as coisas perdem o sentido e eu me sinto perdida. Perdida, numa escuridão sem fim, num buraco negro e sombrio. Enquanto estou escrevendo, sinto uma dor que não dá pra definir em palavras, mas é tanta dor que não é só por dentro que está doendo, sinto doer partes do corpo que eu nem imaginava que existia, como se cada respiração minha fosse um corte. Me peça pra ficar, e eu fico. Me diz que é pra eu ir embora, que eu vou, pra sempre. Me diz que vamos superar isso e eu tentarei aguentar. Desde que foi embora hoje, tudo tem passado como um filme na minha cabeça, sei que vou estar sempre revivendo todo o tempo que passamos juntos um milhão de vezes, vou ouvir sua risada, ver seu rosto e sentir seus abraços. Sentirei falta de tudo isso, mais do que você possa imaginar. É assim que quero me lembrar de você sempre, como algo tão bom que não dá para definir, resumir, nem mesmo em mil palavras. Parte de mim teme que você esqueça o que nós vivenciamos. Onde quer que você esteja, e não importa o que esteja acontecendo, quero que pense em mim. Porque, seja onde for, seja o que estiver acontecendo em minha vida, é exatamente isso que estarei fazendo, pensando em você. Se não podemos estar juntos, pelo menos podemos compartilhar nossos pensamentos, e talvez isso tudo possa durar para sempre.


Quero lhe dizer que não importa quanto tempo passe, nem o que aconteça, vou sempre pertencer a você. Meus olhos, meu sorriso, meus abraços, meus beijos, meu carinho, meu amor, tudo de mim, será sempre teu. Eu não sei o que fazer, queria que me dissesse o que faremos. Não quero cometer um erro, o erro de deixar tudo para trás. O teu sorriso e os teus discursos pouco certos, tuas histórias, me estão entranhados na pele. E, teu rosto sempre me virá a mente sempre que eu tentar deitar no peito de outro alguém. Não consigo e nem conseguirei encontrar encanto em outras pessoas que me passem pela rua, nem as que me sorrirem nas varandas da vida. É que sabe, vou estar sempre a procurar você em quem se cruzar comigo, e você, por ser único, me fará sempre voltar para casa sozinha, todos os dias e todas as noites. Aqui ficarei a ouvir a tua voz. No meu quarto e na sala. Ás duas da tarde ou ás quatro da manhã. Você é tão diferente de tudo e de todos, e é por isso que me apaixonei por você. Por ter encontrado alguém que me mostrou que ser diferente é aquele pontinho em meio a multidão cheia de gente sem sal, sem brilho nos olhos. Queria que soubesse disso tudo, antes que eu não conseguisse te dizer. Sinto que é parte de mim. E isso será o bastante para que eu tente te encontrar em cada esquina que eu passar. Vou evitar olhar nos olhos das pessoas, porque dizem que os olhos são espelhos da alma. E a minha, agora está carregada de momentos, palavras e horas que não não aconteceram.

Vai sempre e para sempre estar presente na minha vida, ou do contrário, não saberia porque te vejo sempre em mim. Penso em você as vinte e quatro horas de todos os dias. Que estejamos sempre juntos em nossos pensamentos e que nada nem ninguém, nos leve para longe um do outro. Estarei sempre aqui, te esperando, te amando, respeitando, desejando que venha ao meu encontro. E como diz uma música que ouvi, eu espero que, cada dia sem você, me traga mais dez anos ao teu lado.

Com Amor... Mor


*Aline Melhado

quinta-feira, 11 de junho de 2020

Seja forte e corajoso. A vida é feita de fases, boas e ruins, cheia de altos e baixos.

Seja forte e corajoso. A vida é feita de fases, boas e ruins, cheia de altos e baixos.

E quando se trata de fase ruim a sagrada escritura nos orienta: “Seja forte e corajoso! Não se apavore nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus estará com você por onde você andar” (Josué 1:9), e isso nos da uma direção de como agir nos momentos difíceis.

Tem momentos em que a única opção para superar as dificuldades é ser forte e corajoso, forte o suficiente para entender que nem tudo é da maneira que queremos e corajoso o suficiente para encarar as situações de frente e de cabeça erguida.

Há obstáculos que nos deixam tão frágeis como um castelo de cartas que um sopro pode desmoronar, e nesse momento é preciso cuidado para não se entregar ao medo e a fraqueza e se deixar levar achando que tudo está perdido.

Quantas vezes você foi dormir e passou noites em claro achando que era o fim, mas no outro dia ficou tudo bem pois Deus deu o escape e te ajudou a continuar.

Diante de uma fase ruim faça sua prece, peça direção para Deus e ele guiará os seus passos, a magnitude de Deus vai muito além do que podemos ver ou pensar, portanto não desanime, não se entregue, tenha fé.

NÃO HÁ NENHUMA SITUAÇÃO QUE DEUS NÃO POSSA REVERTER, ELE É ESPECIALISTA EM CAUSAS QUE AOS NOSSOS OLHOS SÃO DIFÍCEIS OU IMPOSSÍVEIS.

Se ele diz para ser forte e corajoso é para ser, obedecer a palavra é a melhor demonstração de fé e isso agrada a Deus.

Quando orar peça a Deus para lhe dar a força e a coragem, peça que as muralhas que você não conseguir ultrapassar que Deus as derrube para você e assim ele fará.

Reconheça que precisa da ajuda de Deus, sempre que vencer uma batalha não hesite em agradecer e glorificar seu santo nome, afinal “Os cavalos se preparam para a guerra, mas a vitória vem do Senhor” (Provérbios 21:31).

SEJA FORTE, CORAJOSO, OTIMISTA, DESTEMIDO E TENHA FÉ, APROVEITE OS BONS MOMENTOS E NOS DIFÍCEIS CONFIE E DESCANSE NO DEUS QUE TUDO PODE.

FORÇA E CORAGEM!

*Carol Santos

quarta-feira, 10 de junho de 2020

Então você chegou, eu te chamei de amor!

Não era para entender, era para ser, então em um dia perdido ali estava você, ainda posso ver o brilho do seu sorriso se misturando ao brilho do sol no entardecer, em minha cabeça um só pensamento: tinha que ser você!

Não tínhamos nada em comum e as vezes até deixamos transparecer que nós não falávamos a mesma língua, e por falar em línguas, elas se entenderam incomutavelmente já no primeiro beijo.

Quisera eu por muito tempo entender o sentido da vida, mas estando com você tudo se descomplicar, tudo tem o dom da alegria, tudo se faz imenso e infinito, parece que o para sempre, realmente nunca acaba.

Com você tudo é tão natural e tão reciproco, que resolvi te chamar de Amor!

Mas você não é qualquer amor, é amor que se sente, quando se acorda e olha em sua volta e não sabe o que fez para merecer tanta cumplicidade e paz. Estar ao seu lado, faz meu mundo girar sem que seja preciso sair do lugar.

Sem falar dos momentos, nos quais passamos horas e horas, nos olhando sem dizer uma só palavra, neste instante eu percebo o quanto você me completa e repito a mim mesma se você não tivesse chegado eu viajaria por todos os quatro cantos do mundo, até conseguir ir ao seu encontro, só para lhe dar um abraço e quem sabe nunca mais deixar você partir;

Então se tiver que enganar alguém, engane o tempo, para que possa roubar dele mais horas para estar ao meu lado.

Se pensar em desistir de algo, desista da ideia de que pode ser feliz sem está ao meu lado;

Então eu te chamei de amor no meu dicionário desconcertado e inventado, mas certamente lhe caberia perfeitamente a palavra felicidade.

E por fim você chegou…

*MARIAH ANDRADE

terça-feira, 9 de junho de 2020

Às vezes parece tão simples olhar para o outro, apontar seus defeitos e problemas e dar uma solução mágica para todos eles

Há alguns anos tive um dos piores dias da minha vida; deixei minha terra natal ao lado de minha mãe em busca de algo incerto; e deu errado.

Meu chão desabou naquele dia e apesar dos esforços sobre-humanos, nunca consegui me livrar da frustração que aquele episódio me trouxe. Passei anos remoendo a dor e sendo escrava de uma existência sem sentido, sempre procurando culpados pela minha própria miséria. E assim como eu, milhares de pessoas ao redor do mundo nesse exato momento estão perdidas de si mesmas tentando desesperadamente encontrar um propósito para viver e um culpado pelas suas dores.

Às vezes parece tão simples olhar para o outro, apontar seus defeitos e problemas e dar uma solução mágica para todos eles; é fácil dizer o que o outro tem de feio, ruim e imperfeito; é fácil mostrar ao outro o melhor caminho a seguir, a melhor atitude a tomar e o melhor desfecho para os seus problemas. De conselheiros o mundo está cheio e todos nós, em algum momento, nos orgulhamos de termos os melhores conselhos e soluções e ainda nos sentimos grandes psicólogos por sentar e ouvir o que o amigo tem a dizer.

Mas e quando, de repente, a vida prega uma peça e tudo aquilo que você sabia a seu próprio respeito cai por terra da maneira mais avassaladora possível, e você passa a ver claramente que todos aqueles defeitos que apontava no outro são na verdade aqueles que você abomina em você mesmo? E aí, como lidar com a dor de despertar a autoconsciência?

Sempre li que autoconhecimento é fundamental e que amor próprio é o ingrediente essencial de uma vida feliz, mas nunca parei para prestar atenção em mim mesma e perceber que até então eu havia construído ao meu redor um castelo de ilusões a meu próprio respeito e acreditado nele como se fosse uma princesa de desenho animado vivendo o seu final não tão feliz, até que a vida resolveu me dar pancadas atrás de pancadas para que eu pudesse perceber que tudo aquilo era o que eu queria ser, e não o que eu realmente era.

Doeu, não nego, assim como já doeu em muita gente e ainda vai doer para mais um tanto, porém quando olho para trás não consigo entender como consegui passar tanto tempo naquele castelo frágil sem ser derrubada pelas minhas falsas crenças. Na verdade, fui derrubada muitas vezes, mas sempre foi mais fácil culpar aqueles ao meu redor pela minha queda a culpar a mim mesma, a única responsável pela minha vida e sentimentos.

Pessoas vêm e vão, algumas demoram mais, outras passam correndo, entretanto sempre vai haver alguém que vai te machucar, te fazer sangrar e chorar, assim como sempre vai haver alguém que vai aparecer do nada para secar as suas lágrimas e te carregar no colo até que você seja capaz de caminhar sozinho novamente.

Aqueles a quem atribuímos nossas dores e decepções serão a forma de nos obrigar a olhar para dentro de nós mesmos e aceitar que também erramos, somos cheios de defeitos e machucamos os outros; e aqueles que caminham ao nosso lado, dando seu amor, carinho e tempo vão ser sempre a forma que a vida tem de nos lembrar que mesmo diante das maiores dificuldades, sempre haverá um resquício de luz no céu escuro. Cabe a nós apenas abrir nossos corações e aceitar, da maneira que for, essas lições e sair de cada luta mais fortes e determinados.


*Caroline Misokane

segunda-feira, 8 de junho de 2020

Benditos sejam todos os que desejam o bem

Bendita seja a pessoa que consegue afagar, em vez de apedrejar.

Bendito seja quem dá a mão para levantar uma pessoa, em vez de julgar os motivos de sua queda.

Benditos sejam os que já conseguem manifestar amor com menos dores.

Bendito seja quem consegue iluminar o seu caminho e por onde passa distribui a luz do afeto sincero e desinteressado.

Benditos sejam todos os que vibram e se sentem felizes com a felicidade alheia.
Bendita seja a pessoa que oferece uma palavra de estímulo e incentivo a quem está cansado, desestimulado, em vez de ofender ou criticar.

Benditas sejam as pessoas corajosas que saem do seu mundinho particular para entender as mazelas dos outros.

Benditos sejam os que conseguem se colocar no lugar do outro e compreendê-lo. Bendita seja a pessoa que já pode ajudar uma pessoa a brilhar, em vez de competir ou invejar.

Benditos sejam todos os que desejam o bem.

Benditas sejam as pessoas que constroem, em vez de destruir. Benditos sejam todos os que comungam com uma sociedade mais justa e cooperativa, e veem mais o ser do que o ter, eles propagam o melhor e incentivam pessoas a serem melhores.

Independentemente das mudanças da vida, do passar dos anos, é importante cultivar valores que jamais serão ultrapassados, os valores do coração.

Ainda que muitos tentem convencer você de que vivemos hoje num mundo completamente diferente, determinados sentimentos não se alteram com mudanças sociais ou históricas, como o respeito ao outro, a paz, mesmo em tempos de guerra, e o amor. Ainda que haja tanto ódio, o amor continua sendo o principal, o único capaz de vencer todos os efeitos colaterais de tantas injustiças e sentimentos ruins. A compaixão é importante para se exercitar a humanidade em cada um de nós.

Benditos sejam a concórdia e o perdão!


*Patricia Tavares.

Foto de Chermiti Mohamed em Unsplash

sexta-feira, 5 de junho de 2020

Nem todos terão olhos para ver e coração para sentir o valor que você tem

O valor que você tem é maior do que você imagina! Mas nem todos terão olhos para ver e coração para sentir o valor que você tem.

Muitas pessoas ainda não têm a noção exata do verdadeiro sentido da palavra respeito, nem da profundidade e da capacidade que este sentimento tem de gerar sensações positivas e construtivas em nossas vidas.

O respeito está diretamente relacionado ao olhar de cuidado e consideração que nutrimos por nós mesmos e por nossos semelhantes.

O respeito é base para relacionamentos sólidos e duradouros, sendo gerador de sensações de solidariedade, gratidão e amor, assim como de atitudes como o cuidado e a empatia.

Sendo assim, é um sentimento sagrado que precisamos necessariamente nutrir todos os dias para que seja internalizado.

A representação mental através de vivências do respeito em nossas vidas é uma dinâmica que sobretudo deve iniciar de dentro para fora com condicionamentos e elaborações constantes através do treino de habilidades de condutas assertivas.


O respeito a si próprio está diretamente relacionado com a capacidade de sermos íntegros, respeitando os nossos limites, através da auto escuta do que nos incomoda, premissa para nos tratarmos com carinho, cuidado, dedicação e consideração.

Ter respeito por si mesmo é exercer valores e princípios que são os códigos de conduta e ética pessoais e sociais sólidos que serão os pilares de nossas posturas perante nós, o outro e a vida.

O RESPEITO SOBRETUDO TER UM SENTIDO PESSOAL E NÃO APENAS DEMONSTRAR AO OUTRO O VALOR QUE SE TEM.

Você não precisa da aprovação de ninguém para se amar e se cuidar, pois nem todos terão olhos para ver e nem coração receptivo para sentir o que é único em você.

Quando olhamos a questão por esta perspectiva, o panorama muda, porque a partir deste novo olhar, vislumbramos a unicidade, subjetividade e a obra de arte única que somos, fazendo com que nossa postura de auto percepção e de auto imagem mudem.

Ao contrário de estar em um estado de espera do outro para ser amado, seja pro-ativo: presenteie a si mesmo o que você gostaria de receber das outras pessoas, seja a nível afetivo que material.

Reflexão Transmutativa:

Pergunte a si mesmo: será que não é você que está se colocando em situações que não “deseja”?

Será que é você que não está se dando o devido valor, e se priorizando?

Veja bem, não confunda orgulho e vaidade com autoestima e amor próprio; e exatamente por este motivo é que você já deve saber que se não tiver respeito por si mesmo, ninguém o terá.

São muitas questões que precisam ser colocadas em pauta para que você compreenda como se relaciona com o outro e principalmente consigo.

Portanto, ame-se, respeite-se, se dê valor, preserve sua imagem, valores e princípios, por você e não para obter valorização do outro.

O mais que vier será apenas um complemento do que já está em estado de plenitude.

*Soraya Rodrigues

quinta-feira, 4 de junho de 2020

Você merece alguém especial todos os dias, durante a vida inteira

E como merece, viu? Não há nada demais em querer alguém que respeite, cuide e admire os seus pontos fortes e fracos. Alguém que procure entender e participar da sua história. Alguém que realmente tenha a intenção de permanecer e contribuir, mesmo nos piores dias, num sincero sentimento de cumplicidade.

Nada de pouco. Nada daqueles amores que chegam assumindo funções e direcionando objetivos sem te consultar. Antes de tudo, nada disso é amor. Encontrar alguém especial não significa encontrar a perfeição em pessoa, mas isso não quer dizer que ela não tenha preocupações e legítimas atitudes de carinho.

Conhecer alguém especial é saber que ela não brinca com você. Que ela não atropela os seus sonhos para fazer valer os dela. Que ela sequer carrega essa prepotência de disputar uma queda de braço com você. E é exatamente por entendimentos assim que você não deve aturar uma vida inteira de meros vislumbres de alguém que deveria ser especial.

Pare de responsabilizar metades alheias. Esqueça essa mágoa, esse triste e solitário buraco que faz com que você se aproxime de repetidos quase especiais. É perda de tempo. Seu e delas. Porque enquanto estiver procurando janelas para aquecer o coração, porta alguma fará sentido. E entrar dessa forma, sem convite e autoconhecimento do que se espera, é o crime mais praticado pelos supostos amantes.

Faça diferente. Observe os espaços deixados, troque de lugar alguns pensamentos – renove-os, se for preciso. Tenha paciência e um zelo definitivo pela sua caminhada até aqui. Aos poucos, novas pessoas pediram passagem. A diferença é que agora você saberá quais delas são merecedoras da sua morada, da sua ternura.

Para merecer alguém especial todos os dias, você deve sentir-se tão especial quanto. Prezando, igualmente, realistas demonstrações de afetos e reciprocidades. É o mínimo nesses tempos de amores cambaleantes.

*Guilherme Moreira Jr

quarta-feira, 3 de junho de 2020

Quando a desculpa é maior que a vontade de ficar junto, não é amor

É tão fácil perceber quando não é amor. Às vezes, a gente até finge não ver para adiar a dor do fim. Então a gente vai adiando a percepção de que está amando sozinho, até o dia em que não dá mais para tapar o sol com a peneira.

A gente sabe que não é amor quando as dificuldades superam as vontades. Quando as prioridades passam a habitar coisas distantes de nós. Quando existe uma infinidade de desculpas para adiar a proximidade.

A gente pode até fingir que não viu, que não entendeu, que não sentiu, mas no fundo a gente sabe e sente a dor daquilo que está bem longe de nos trazer contentamento.

É triste quando aquele sentimento que parecia bonito e mútuo se transforma em um “cuidar” unilateral. Quando a gente tem que caber apertado em um tempo pequenininho.

Se a gente parar para pensar, nunca foi amor. No começo foi fissura, desejo, gana e posse, mas não amor. Amor não desaparece do dia para a noite. Amor não desliga o telefone para não dar satisfação. Amor não se interessa por outras pessoas enquanto ainda está com você.

Há quem diga que dá para amar muita gente junto. A ciência afirma o contrário. Em um estudo feito por pesquisadores americanos, pessoas apaixonadas, quando batiam os olhos em fotos de outras, não sentiam atração física por elas. Como se o cérebro dos apaixonados desligasse o mecanismo de atração para não desejar outro que não o ser amado.

Isso é inconsciente. É quase compulsório. Quem ama gosta de estar com a pessoa amada e não com outros por impulso, por insensatez, por pura falta de vergonha na cara. Se ao caminhar de mãos dadas seu affair torce o pescoço para desejar gente estranha certamente ele não está muito certo do que sente por você.

Daí há quem diga que isso é normal. Que o negócio é não se apegar. Que é natural respirar outros ares durante a relação. Que tem gente que funciona como elástico, indo e voltando. Sinceramente, nesses casos a chance é grande da pessoa te chamar apenas quando for conveniente para ela.

E não, ela não vai estar do seu lado quando o mundo desmoronar na sua cabeça. Quando você passar por alguma situação angustiante. Quando você precisar de um colo ou uma palavra amiga. Ela não vai ouvir quando você chamar. Ela não vai estar por perto nas festas de família. Nos dias de chuva em que um filme antigo estiver passando na tv. Ela não vai estar por perto mesmo estando ao seu lado, porque ela não vai querer saber do seu dia, do seu sorriso, da sua vida.

Quando a gente não consegue se aproximar por completo. Quando o outro age de forma diferente a cada novo encontro. Quando as palavras dele não coincidem com as ações, não é amor. Por mais bonitinho que possa parecer, não é amor.

O tempo perdido ao lado da pessoa errada, não volta e vida, a gente só tem uma, viu. E nessa única vida cabe amor de verdade pra valer, desde que a gente não esteja ocupando o coração com quem finge amar, mas não ama.

Eu sei que dói, mas as vezes a gente tem que usar um ponto final onde costumávamos usar virgulas. E está tudo bem, desde que a gente resolva seguir em frente e se entregar ao que é verdadeiro. Amor de verdade transborda. Quando resseca, quando machuca e espeta, não é amor.


*Vanelli Doratioto

Não tenha medo de abrir mão do que você quer para viver o que Deus quer para você

Deus só pode agir naquilo em que O deixamos trabalhar. Às vezes, saímos feridos de um relacionamento, tão machucados, que achamos que o “o a...