sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

As 4 velas: a parábola que nos ensina por que nunca podemos perder a esperança!


Leia esta parábola com muita atenção, ela trará um grande ensinamento que mudará a sua vida!


A esperança é um sentimento muito valioso que, quando cultivado, realmente nos transforma, abrindo portas nas horas mais difíceis e nos mostrando que a vida é muito maior do que os nossos problemas, e tem presentes incríveis para nos entregar, se tivermos paciência e esperar o momento certo.


Quando estamos passando por problemas que desafiam as nossas forças e nos causam feridas profundas, tendemos a abrir mão da esperança e simplesmente permitir que a vida siga seu curso, sem fazermos nada para garantir o nosso sentimento de bem-estar.


Nós deixamos de nos cuidar e com isso sacrificamos a nossa felicidade, sucesso e grandes oportunidades de vida por circunstâncias que, muitas vezes, nem eram tão sérias assim nem permaneceriam em nossa vida por muito tempo.


A falta de esperança nos causa traumas graves e nos faz desconfiar de nossa própria capacidade de sermos felizes e bem-sucedidos.

 

Quanto mais deixamos de acreditar que as coisas podem dar certo para nós, mais sabotamos o nosso futuro e nos contentamos com uma vida inferior à que realmente merecemos.


Por tudo isso, é muito importante nunca deixarmos de ter mente positiva e compreendermos que nenhuma situação da vida é eterna e que, só porque o hoje está sendo difícil, não significa que o amanhã também será.


A esperança é uma grande aliada nos momentos complicados da vida, e quando aprendemos a cultivá-la em nosso interior, seremos muito mais sábios e mais bem preparados para seguir o nosso caminho com a confiança de que tudo dará certo, quando for a hora.


Se você, neste momento, está lutando para manter sua esperança viva em meio a dificuldades, certamente gostará de ler esta poderosa parábola. Ela nos ensina qual é o verdadeiro poder da esperança e nos motiva a mantê-la viva dentro de nós, não importa o que estejamos passando.


Faça essa leitura com muita atenção e permita que a mensagem da parábola entre em seu coração!


Parábola das 4 velas

Quatro velas estavam queimando silenciosamente e lentamente derretendo. O silêncio era tão grande que dava para ouvi-las conversando.


A primeira disse:


– Eu sou a paz… Eu não sei o que faço acesa neste mundo. Os homens preferem a guerra e a violência. Acho melhor me apagar…


E a sua luz se apagou.


A segunda disse, quase inaudível:


– Eu sou a verdade… Já não sirvo para nada neste universo. As pessoas preferem viver na mentira e no engano. Sou excluída e mentem tanto uns aos outros. Eu já não tenho nada que fazer neste planeta. Vou desaparecer…


Assim que ela se calou, uma leve brisa soprou e apagou a vela.


A terceira vela triste também se manifestou:


– Eu sou o amor… Eu já não tenho forças para manter a minha chama. As pessoas já não creem no amor: os casais se divorciam e as famílias se dividem. Reina o egoísmo em tantos lugares. Prefiro extinguir-me… E foi-se apagando…


De repente, uma criança entrou na sala e, vendo as três velas apagadas, começou a chorar e disse:


– Estou com medo. A paz, a verdade e amor desapareceram. O mundo está nas trevas. Não quero viver neste escuro.


A última vela, a única que continuava acesa, iluminou as lágrimas de seus olhos e lhe disse:


– Não chore, não tenha medo. Enquanto eu permanecer acesa, posso acender todas as velas que estiverem apagadas. Eu sou capaz de dar luz outra vez à paz, à fé e ao amor.


O menino perguntou:


– Você é capaz de acender outra vez a luz da paz, da fé e do amor? Quem é você?


A vela, então, respondeu:


– Eu sou a esperança. Enquanto eu permanecer acesa, nem tudo está perdido. Com minha luz, pode-se acender outra vez a paz, a verdade e o amor.


E assim, todas as velas foram novamente acesas.


A esperança é como uma vela que nunca deixa de queimar. Se ela estiver viva, ainda que outras luzes se apaguem, nunca ficaremos no escuro.


Acenda a sua luz da esperança e cuide dela todos os dias, ela o ajudará a permanecer forte e iluminará o caminho para uma realidade muito melhor.


Mantenha esta parábola em seu coração e compartilhe-a com os amigos que precisam dessa mensagem!


*Luiza Fletcher


quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

1 ano de pandemia e nunca faltou saúde e alimento em minha casa. Obrigado, Deus!


O último ano tem sido de grandes desafios e recomeços para todos nós. Por conta da pandemia, tivemos de nos adaptar a grandes mudanças de vida e enfrentar problemas que nunca pensamos um dia ter.


Seja dentro de casa, no trabalho ou no convívio social, temos passado por situações bastante delicadas e complicadas, perdendo pessoas que amamos ou vendo aqueles ao nosso redor em sofrimento pelo mesmo motivo.


Tudo isso tem despertado melhor consciência sobre o quanto temos sido abençoados por Deus em todo esse tempo. Mesmo testemunhando números alarmantes de perdas, continuamos firmes todos os dias, com a saúde necessária para continuar levantando da cama todas as manhãs e buscando o sustento para a nossa família.


Por mais que o medo e a insegurança em muitos momentos tenham ganhado um controle do nosso coração, não nos rendemos e seguimos com muita força, fazendo a nossa parte para que tudo acabe logo e possamos viver novamente em paz, perto das pessoas que fazem a nossa vida mais feliz.

 

Não importa o que você já passou até aqui e, se no dia de hoje acordou bem mais uma vez, tendo todo o necessário para sobreviver e seguir o seu caminho, é o momento de agradecer a Deus.


Se, nesse um ano de pandemia, você e sua família tiveram comida sobre a mesa todos os dias, renda suficiente para pagar todas as contas, viver com dignidade e, acima de tudo, muita saúde, sobre os seus joelhos e agradeça a Deus por ter-Se mantido fiel e bom com você e com aqueles à sua volta.


Estamos vivendo momentos difíceis, em que muitas pessoas não têm o básico para viver e cuidar daqueles que amam. Não precisamos ir longe para enxergar a realidade preocupante, que tem assolado muitas pessoas.

 

Ter um lar saudável, física e emocionalmente, e poder deitar a cabeça no travesseiro todos os dias, com a certeza de que você e aqueles que ama estão a salvo, é um privilégio que está sendo negado a muitas pessoas nos últimos tempos, por isso precisamos agradecer por ser poupados dos maiores desafios da vida.


Ainda que passemos por problemas em nosso dia a dia, nada se compara a perder alguém ou a não ter como cuidar de nossa família. Portanto, abra os olhos do coração para reconhecer tudo o que Deus tem feito por você.


Agradeça a Ele por não permitir faltar nada em sua casa, nesse último ano, e peça-Lhe que continue cuidando de sua família. Grandes coisas chegarão de Sua mão à sua vida!


*Luiza Fletcher


 Direitos autorais da imagem de capa: Depositphotos.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Não entregue o seu coração a qualquer um. Deus vai lhe apresentar a pessoa certa


Aquele amor que você tanto espera vai vir ao seu encontro e o segredo é esperar, confiar e acreditar, não duvidar ou desesperar. 


A pessoa certa existe sim e é Deus quem a apresenta a você, essa é uma das afirmações mais lindas que carrego comigo. Tenho essa certeza em meu coração e eu sei que na vida da gente há um tempo certo para todas as coisas.


Não importa a sua classe social, o seu físico, ou a sua idade, o que Ele (o Senhor) tem para sua vida é lindo, perfeito e vai acontecer. Aquele amor que você tanto espera vai vir ao seu encontro e o segredo é esperar, confiar e acreditar, não duvidar ou desesperar.


Não entregue o seu coração a qualquer um por carência, solidão, cobranças alheias ou medo. Não se sujeite a um relacionamento que futuramente só lhe trará frustrações. Não coloque os seus sentimentos nas mãos de quem não cuidará de você, não o valorizará ou não o quererá com a mesma intensidade da sua alma. Não queira mostrar para o mundo uma felicidade que não existe em você. Escolha esperar.


Os milagres que Deus realiza em nossa vida são inexplicáveis, Ele pensa nos mínimos detalhes, Ele nos vê de forma diferente, e o que prepara para nós não é tampa de panela, cereja de bolo nem metade de laranja. 


Não somos seres incompletos dependentes de alguém que nos ampare, somos dádivas, somos a Sua melhor obra, somos pérolas guardadas para sermos entregues a quem realmente souber cuidar de nós e nos valorizar.

 

Há por aí quem dê mais importância à língua do povo e ao tempo do que ao próprio coração, deixando-se levar pela vaidade de ter alguém do lado, trocando de namorado(a) como se troca de roupa, e se abandonando aos pouco, sem perceber.


Outros estão se achando a pior pessoa do mundo, complexadas, denegrindo-se por estar sozinhas, como se fossem as únicas na face da Terra a não terem um relacionamento.

 

Outros estão batendo em ponta de faca, correndo atrás de alguém que pouco se importa com eles, sofrendo, migalhando, implorando afetos, atenção, carinho, empurrando com a barriga um amor não recíproco e se mutilando por dentro silenciosamente só para manter as aparências.


Não se esqueçam: tudo que chega a seu tempo traz em nós alegrias e satisfações por ser completo, por ser perfeito, por ser nosso e para nós. Queiram-se bem e amem-se também!

 


Cecilia Sfalsin


 


Publicado originalmente em Cecilia Sfalsin.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

Não julgue… Conheça!


Nós seres humanos somos muito complexos: cheios de manias, de desejos, de incompreensões, de sonhos, de defeitos… Temos os olhos abertos para ver, mas, muitas vezes, não enxergamos muitas coisas… Podemos conhecer profundamente, mas às vezes nos contentamos com o que é raso.


Uma das manias que nós temos é a de querer fazer conjecturas sobre tudo, principalmente sobre as pessoas… Esse é um grande defeito de quem se acostuma a ser limitado e a ser levado por impressões que sempre falham! E falham porque não são capazes de enxergar a profundidade existente nas pessoas.


Emitir pré-conceitos não é bom porque nos limita a não fazermos novas descobertas e acabamos ficando sempre presos aos achismos e à incapacidade de enxergar a essência e o essencial do que existe em cada ser.


Por que nos acostumamos a projetar sobre o outro o que sai de nossas mentes? O melhor para o ser humano não é evoluir? Sim, sempre… E essa evolução significa você aprender a ver o outro a partir do que ele realmente é e não com base no que os seus olhos aparentam conhecer…


Por isso, não julgue, conheça! Conhecer é ter a possibilidade de alargar seus horizontes, aprofundar a sua visão e diminuir a capacidade de errar ao julgar quem você nem ao menos teve a humildade de chamar para uma conversa, de tentar compreender suas escolhas… Julgar, sem conhecer é o mesmo que falar mal de uma festa na qual nunca se esteve.


Quantos de nós (creio que todos) e quantas vezes (penso que muitas) não deixamos de nos aproximar de alguém devido aos rótulos que os outros lançavam e que permaneciam como verdades imutáveis, e aos preconceitos que nós mesmos depositávamos no outro… Porém, quase sempre, quando tivemos a oportunidade de conhecer o “julgado”, acabamos nos surpreendendo com uma simples conversa, com pequenas palavras trocadas…

 

Isso é comum porque as pessoas sempre serão mais profundas do que os rótulos e os julgamentos que se projetam sobre elas…


O ser humano é muito complexo e essa complexidade não pode ser observada com um simples olhar que não se demora, mas que está inebriado ao tentar enxergar de longe o que só se conhece de perto… Os nossos conceitos prévios acabam colocando em cheque a nossa capacidade de perceber o que não pode ser percebido com olhares.


Penso que a modernidade não combina com a baixeza de limitar o outro aos seus preconceitos e a sociedade do conhecimento, muito menos com a impossibilidade de conhecê-lo a fundo… Principalmente, em se tratando de pessoas…


As pessoas são dignas de serem olhadas devagar, com profundidade e de perto, porque só assim poderão ser conhecidas como o que realmente são. Você pode se surpreender ao tentar conhecer aquele ser que nunca se demorou em olhar porque as pessoas nos surpreendem quando conhecemos a sua verdadeira essência…


Nem sempre o melhor amigo será o que se mostra o mais legal… O melhor companheiro pode não ser perfeito… As melhores pessoas não se definem porque não cabem dentro de descrições vagas ou dentro de modelos… As pessoas surpreendem e nós nos surpreendemos com o quanto as aparências são capazes de enganar…


Não julgue, deixando-se enganar pelos olhos, mas tenha a ousadia de querer conhecer profundamente e dê a si mesmo a  oportunidade de se surpreender com os seres humanos!


*Patrícia Regina de Souza

_____________


Direitos autorais da imagem de capa: andersonrise / 123RF Imagens

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

A perfeição não é o que os nossos olhos veem, mas aquilo que secretamente só o coração pode enxergar…


Nós temos uma mania de dizer que “nada e nem ninguém é perfeito”, mas parece-me que não conseguimos olhar para isso como uma realidade de fato porque sempre nós buscamos nos outros a perfeição que sabemos não existir…


Aliás, até nós mesmos queremos ser perfeitos… Todos nós temos um quê de perfeccionistas… Talvez porque saibamos que isso é impossível, ficamos nos testando e testando os outros todos os dias.


Mas, não existem amizades ou amores perfeitos… Não espere por isso para não se frustrar porque tenha certeza de que se procurar a perfeição você com certeza se perderá em meio às suas frustrações…


A perfeição não existe, mas podemos buscar ser melhores todos os dias e sempre porque é isso que nos faz diferentes… É isso que nos torna mais humanos… E querer pessoas ao nosso lado que também buscam o melhor de si todos os dias é uma bela escolha porque é com essas pessoas que poderemos viver a vida plenamente porque essa plenitude é o brilho que nasce nos olhos e ilumina o nosso agir diário. Ter amigos, amores ou familiares com tal postura ao nosso lado sempre significará que estamos bem acompanhados na jornada da vida!


Essa plenitude que buscamos sempre é a busca pela felicidade… Cada superação nossa é uma feliz conquista porque sabemos que nos transformamos e para melhor.


Assim, volto a dizer que a perfeição não existe… O que podemos encontrar são amizades bonitas, amores sinceros e relacionamentos verdadeiros… Essas pessoas que sabem ser luz em nossa vida (em amizades ou relacionamentos) são perfeitas porque têm a perfeição na alma e a pureza no coração.


Enquanto procurarmos a perfeição com os olhos, nunca conseguiremos encontrar a verdadeira perfeição que as pessoas carregam dentro de si… Sim, exatamente…


Digo isso porque parto do pressuposto de que a perfeição não é o que os nossos olhos veem, mas aquilo que secretamente só o coração pode enxergar!


É sobre isso que venho pensando e acredito nessa verdade porque, como não somos perfeitos, os nossos olhos podem ser falhos por selecionarem belezas que não duram, mas que se acabam e se corroem com o tempo. Mas o tempo não pode apagar a verdadeira beleza que carregamos dentro de nós… Além disso, a beleza interna tende a ser melhor a cada dia, já a beleza externa se deteriora a cada manhã porque, embora queiramos rejuvenescer sempre, o tempo não nos permite parar se ele próprio não para.


É por isso que gosto tanto de uma frase de Antoine de Saint-Exupéry: “Só se vê bem com o coração… o essencial é invisível aos olhos”… E acredito que esse autor soube tirar a melhor essência da vida porque trouxe à tona qual é o segredo que muitos de nós parecemos não enxergar… Sim, porque a essência é uma beleza que não cativa os olhos, mas vêm de dentro…


E se cativar o coração, pode ter a certeza de que vale a pena porque o tempo não pode apagar a luz própria que existe dentro de cada um…


Se essa luz brilhou em alguém e foi enxergada pelo seu coração, agarre porque a perfeição interna dessa pessoa é a luz que indica que ela resplandeceu da melhor maneira possível porque não foi os olhos que a captaram, mas o coração que a enxergou…


Amizades, amores e relacionamentos assim sempre valerão a pena porque de superficialidade o mundo está cheio… Precisamos de sinceridade, qualidade que só o coração consegue enxergar nas pessoas… Os olhos podem enganar, mas o coração nunca se engana…


*Patrícia Regina de Souza


Direitos autorais da imagem de capa: antonioguillem / 123RF Imagens

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

Ouse plantar o novo para colher o inesperado!


É muito comum vermos pessoas que têm medo do novo e não querem dar determinados passos por incerteza do que irá ocorrer, porém novos passos são sempre bem vindos porque eles são necessários para que mudemos o nosso foco e para que novas coisas aconteçam na nossa vida.

 

Isso também vale para aquelas pessoas que insistem em se apegar ao passado, a plantar sonhos em realidades que já morreram e que não voltam mais… Do passado, só as lembranças boas é que devem ficar, mas não devemos plantar esperanças em fatos vividos, realidades passadas ou pessoas que já deveriam ter sido esquecidas.


Afinal de contas, se determinadas coisas ficaram no passado é porque não foram dignas de estar no nosso presente. Por isso, é sempre bom ter em mente que não vale a pena viver de passado, principalmente quando esse passado traz à tona sofrimentos… Ressentimentos nos matam por dentro porque nos fazem reviver situações que nos machucaram e que não gostamos de lembrar… Ou melhor, será que não? Porque se assim fosse já teríamos nos aventurado a esquecer do passado e dado novos passos em direção à busca do que nos faz felizes e do que nos acrescenta… Precisamos de doses de vida para termos lembranças boas no futuro!


Do passado já temos memórias… Isso não é o bastante?


Precisamos mesmo é de trilhar novos horizontes porque o presente e o futuro estão a nossa espera e com surpresas guardadas esperando para que nós estejamos de braços abertos para recebê-las…


Temos que ser dignos de receber o presente como uma dádiva e o futuro como uma benção.

 

Enquanto você está revivendo o passado, você está replantando o velho e, por consequência, colherá o mesmo… Enquanto você não mudar suas ações, nada na sua vida irá mudar… É algo óbvio… As mudanças não acontecem simplesmente porque você está querendo que elas ocorram. Mude seu foco para o presente e viva a vida sem perder tempo com insignificâncias do passado!


A vida é tão magnífica e surpreendente para ficarmos presos ao passado… Se ficarmos presos ao que já se passou, o nosso presente passa e não vemos a vida passar…

 

Se estivermos vivendo do passado, não estamos nos dando a oportunidade de viver o que vale a pena, de conhecer novas pessoas, de trilhar novos sonhos, de ter esperança no futuro porque, simplesmente, não vemos esse futuro e muito menos enxergaremos o presente se os nossos olhos estiverem voltados para trás… Para passos que já foram dados e que já deveriam ter sido encerrados, pois já não tem sentido viver do que já foi vivido.


Se seus passos estão presos ao passado… Evolua… Ouse ter uma atitude de plantar novos passos no presente porque o seu futuro dependerá disso. A não ser que você queira sempre viver no passado!


A escolha é de cada um, mas eu aconselho que abra os olhos para enxergar a beleza de um novo dia… Quando acordar de manhã, abra os olhos com a vontade de viver sempre acesa, dê novos passos e construa novos caminhos!


Insisto! Ouse plantar o novo para colher o inesperado… As surpresas são promotoras da felicidade e a felicidade está à nossa espera não ontem, mas hoje no nosso presente e estará nos esperando amanhã no nosso futuro!


*Patrícia Regina de Souza


Direitos autorais da imagem: halfpoint / 123RF Imagens 

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

Quando confiamos em Deus, podemos crer no impossível


Não se descuide do que mais importa, porque dias ruins também passam, e os melhores e mais bonitos sempre chegam e deixam marcas que não podem ser apagadas de nós e devem ser lembradas nos dias em que as coisas não são como o esperado ou nos dias que nos trazem lágrimas… Por isso, em dias de dificuldades, não perca a esperança.


Quem tem fé em Deus tem sempre viva uma esperança que nunca pode ser abalada, porque Deus é quem tudo renova, que tudo restaura e cria coisas que, aos nossos olhos, são impossíveis, mas não para Ele…


Olhe sempre para os céus, para onde habita o Todo-Poderoso, porque tudo que existe de bom vem d’Ele e não podemos nos esquecer de que, mesmo nos piores dias da nossa vida, Deus nunca nos abandonou.

Assim, o pior de tudo mesmo é viver longe de Deus, sem saber que há alguém tão poderoso, com o qual podemos contar em todos os momentos.


Com a certeza de que O temos, tudo se torna tão mais bonito, as dores são temporárias, as tristezas se findam, porque o que não se passa mesmo é a misericórdia de Deus, essa é a certeza mais bonita que podemos ter.

 

Quando tudo estiver difícil e os problemas estiverem fazendo alarde, querendo provar que as coisas não têm mais jeito, porque o caos se instaurou, não ouça os barulhos de fora, apenas se limite a ouvir a fé que está cravada dentro do seu coração porque, quando confiamos em Deus, podemos crer no impossível e em Seus milagres, que são diários e que, por descuido ou falta de atenção, deixamos de notá-los no dia a dia.


Mas isso não significa que não existam, eles existem e nos alcançam todos os dias. Nossa vida está repleta dos milagres de Deus, são suas promessas se fazendo presentes em nós. Suas promessas sempre se cumprem.

 

Desse modo, não devemos nos preocupar nem ter medo do futuro, porque o que Deus nos reserva sempre é maravilhoso, mesmo que não o mereçamos. E nunca o merecemos…


O que sempre deve importar é que a nossa fé não pode ser ofuscada por nenhuma coisa deste mundo, porque o que mais importa é o que Deus sempre nos diz, então se Ele disse para confiar e guardar a fé, em todas as circunstâncias, é isso o que devemos fazer, porque Ele honrará nossa fé, afinal Ele nunca nos abandonou, não é?


E nós sabemos disso, porque é Deus quem nos sustenta a cada novo dia, pois sem Sua presença em nossa vida, com certeza, não estaríamos onde estamos hoje.


Sendo assim, mesmo que tudo seja cinzento e sem cor à nossa volta, a esperança e a fé devem brilhar dentro de nós, porque são elas que nos trarão a paz, e quem confia em Deus está sempre em paz, independentemente da circunstância, por isso eu escolho confiar n’Ele e em Seus desígnios.


 *Patrícia Regina de Souza 



Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: Alexander Alexeev/123RF Imagens.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

Se você não me quiser


Se você não me quiser, reserva o tempo e as precauções pra outra pessoa. Me deixa meio quieto no meu canto e para de puxar muito assunto assim, como se você se importasse mais do que o normal, como se você tivesse que me ver bem de qualquer forma por conta de algum interesse romântico que te deixasse extremamente triste e vulnerável se eu também estivesse. Deixa que eu me refaço sozinho sem riscos de má interpretação. Deixa que eu prefiro ficar num canto ouvindo toda a discografia do Death Cab for Cutie, pensando nas formas de me trancar no quarto por dias sem ninguém encher o saco e tudo mais. Deixa que eu vivo nessa minha de ser sozinho e vou indo que é bem melhor do que achar que eu tenho a sua companhia.

 

Se você não me quiser, esquece que a nossa discografia combina tanto e não deixa isso transparecer a toda hora. Não sorri demais e nem fala de mim pras suas amigas. Não diz que eu sou bonito e que tem tanta gente lá fora me perdendo por entre os dedos porque não consegue me ver do jeito que você vê – e você acaba sendo só mais uma que tá lá fora me perdendo também por entre os dedos, mas você me vê e isso deve ser pior ainda pra mim. Friendzone de romance que podia dar certo machuca mais.


Se você não me quiser, é melhor parar de mexer comigo. De dizer que se lembrou de mim quando nem eu mesmo me lembraria. De brincar de ciranda comigo e com meus olhos. De dizer que tá aqui pra sempre e deitar no meu colo sem tirar as mãos da minha coxa. É melhor deixar bem claro que a gente tá procurando no outro alguém diferente – ou até tá procurando a mesma pessoa, mas pra fins diferentes. E o fim é sempre aquela bosta confusa que constrange quando fica claro.


Se você não me quiser, para de dizer que eu sou especial. Minha mãe me diz que eu sou bonito, meu pai me chama de responsável, os amigos me acham legal, mas especial eu só sou pra você mesmo. E isso acaba fazendo com que eu me sinta especial sempre que você me dá as mãos e diz: vamos lá, você pode. Eu posso? Então me diz que eu posso e que você quer. Diz que eu posso mesmo, desse jeito, agora.

 

Se você não me quiser, ah, diz que não quer. Diz que os beijos roubados foram bobeira e que a sua agenda só tinha lugar pra mim porque você tava carente e precisava me ver por isso. Diz que os meus amigos são uns paspalhos e que gostaram à toa de você. Diz que eu não tenho motivo pra ficar preocupado porque alguém vai te deixar em casa e dormir agarrado com você de uma forma melhor do que a que eu faço. Se você não me quiser, não me quebra inteiro, não me deixa de quatro, não permite que eu me entregue por completo. Porque  eu não sei descer ladeira com o freio engatado. E daí, um dia, você vai embora e eu vou me perguntar, sem que eu entenda nada, já que você parecia tanto me querer…


*Jader Menezes


Fonte: Escrito por Daniel Bovolento via Entre todas as coisas

terça-feira, 16 de fevereiro de 2021

Você não precisa ser forte sempre, mas não pode desistir de seguir


Não são todos os dias que conseguimos ser fortes, porque as dificuldades e barreiras da vida, às vezes, conseguem nos desmontar e vêm para nós em forma de esgotamento seja físico, emocional ou mental.


Assim é a vida, há dias em que estamos mais fortes e mais seguros, mas há outros nos quais precisamos de amparo e de uma parada para colocar as coisas em ordem e a nossa vida no lugar. É preciso uma fatia de tempo para que possamos nos recentrar, mas parar jamais!

 

Dessa maneira, nós não precisamos ser fortes todos os dias e está tudo bem, mas o que não podemos é desistir de seguir em frente porque isso demonstra a maior das fraquezas, a de não acreditar em nós mesmos e em nosso potencial e, principalmente, a de deixar de crer que tudo podemos se temos Deus ao nosso lado.


Quando você estiver sentindo que não pode mais caminhar, pare um pouco e descanse, porque terá mais tempo para caminhar, outros dias para buscar seus sonhos e muita força de Deus para prosseguir.


Acredite, você não é fraco, apenas humano, pois todos nós nos cansamos de vez em quando, mas os mais fortes não desistem da jornada e se levantam fortificados.


Mas é necessário que você não ouça aqueles que o impulsionam a regredir, dar um passo atrás, porque o caminho está difícil, dê ouvidos aos que lhe dizem que você é capaz e seguram em sua mão para que você supere os obstáculos e siga em frente; não deixe seus ouvidos se contentarem com quem diz que o melhor é desistir, porque você se cobrará mais tarde por não ter caminhado mais. Não deixe de descansar, descanse em Deus porque é isso o que nos faz fortes e capazes de levantar mais uma vez com o coração cheio de certeza de que podemos continuar porque essa é a única escolha que nos fará felizes.


Não deixe de lado os sonhos porque parecem estar distantes, é preciso persistência e, acima de tudo, esperança de que sonhar é apenas uma etapa da concretude daquilo que queremos.

 

Saiba ser mais forte do que a sua fraqueza. Não se contente em desistir de algo porque está difícil ou porque lhe exige demais, pois são essas coisas que mais valem a pena e que você dará valor quando conseguir.


A maior fraqueza não está em desistir temporariamente, mas em se dar por vencido e deixar de lutar por coisas que lhe preencheriam a vida, trazendo mais alegria para os seus dias.


Assim, não se importe em pedir ajuda quando necessitar, mas escolha os que o abraçam e conseguem auxiliá-lo a seguir e não os que o impulsionam a retroceder ou estagnar.


Não ligue em chorar, pois faz parte da caminhada, as terras desérticas da jornada precisam ser regadas para que floresçam seus sonhos. Não se esqueça de que Deus lhe cuida e lhe sustenta e saiba não deixar de pedir que Ele esteja em seus caminhos.


Pois a leveza de nossos passos e o sorriso do nosso rosto depende de Sua permanência em nossa vida.


*Patrícia Regina de Souza   


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / eevl

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

Deposite a sua confiança em Deus e você nunca terá do que se queixar


Ei, nada está perdido, pois o futuro está à sua espera! Nunca podemos acreditar que é o fim da linha para nós, porque Deus sempre nos mostra que há outras linhas para seguirmos, a única coisa que não podemos é desistir de seguir em frente.

 

Por mais que, muitas vezes, pensemos que não há mais condições de caminhar, Deus nos mostra que sim. Ele sempre nos permite recomeços, nunca será tarde demais para acreditarmos que podemos encontrar no futuro o que nossos passos ainda não encontraram em caminhos que ficaram para trás…


Se você pensa que certas coisas se perderam porque ficaram no relógio do passado, não é bem assim, certas coisas ainda podem ser desenterradas porque a nossa evolução está na capacidade de se acreditar que podemos correr atrás do que nos faz bem.


Assim, sempre podemos desenterrar um sonho, o que não podemos é desenterrar mágoas e sofrimentos.


Deixe esquecido no passado tudo aquilo que aflige a sua alma, tudo aquilo que lhe aperta o peito e que faz mal a você, impedindo-o de sorrir, mas desenterre sonhos que o fazem correr para o caminho da felicidade e deixe que eles façam novamente morada em seu coração, pois sonhos nunca são passado, só podem ser futuro, futuras realizações.


Dessa maneira, nunca deixe de acreditar que a fé o levará além. Mesmo que muitos lhe digam que algo é impossível e que você mesmo tenha duvidado de certas realizações, deixe de lado seus negativismos e a desmotivação alheia…

 

Na sua caminhada, uma coisa é de extrema relevância: não dê ouvidos aos que lhe dizem que certos sonhos não podem ser seus, porque você não é digno e não se deixe influenciar por essas mentiras, você deve escutar somente a voz da fé que vem do alto e que é a única que nos diz para seguirmos em frente.


Deus nunca nos abandona porque a sua misericórdia nos alcança todos os dias, não pelo nosso merecimento, mas porque Ele é amor e é isso que O faz deixar que felicidades transbordem em nossa vida.

 

Algumas dessas sementinhas de amor são plantadas em nossa vida em forma de sonhos e, por isso, nunca podemos enterrar um sonho e, se enterramos, devemos desenterrá-los e regá-los com a fé, tenha a certeza de que as sementes germinarão e florescerão em nossa vida e em nossos corações.


Dessa maneira, deixe de regar frustrações e sentimentos passados que o levam ao abismo, passe a olhar para o futuro e regar somente aquilo do passado que pode levá-lo ao caminho da felicidade.


Não perca seu tempo resgatando passados que o arrancam a possibilidade de viver o presente e de ter expectativas para o futuro. Gaste mais tempo resgatando sonhos, memórias que o fazem bem e crenças que o edificam e que foram deixadas ao longo do caminho porque disseram-lhe que não valiam a pena…


Passe a depositar sua confiança em Deus porque você nunca terá do que se queixar, olhará para o passado e se lembrará de tudo o quanto Ele fez por você e agradecerá por ter feito tanto, mesmo sem você merecer.


Confie mais em Deus e no futuro será grato (a) por Ele ter resgatado e realizado os sonhos, que muitos diziam impossíveis…


*Patrícia Regina de Souza


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: yongkiet / 123RF Imagens

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021

A razão é humana. A intuição vem de Deus! siga a sua intuição. Siga Deus!


A razão pode ser mais cega do que a intuição.


Vitórias e derrotas integram a nossa caminhada neste planeta; ninguém está isento de sorrisos e lágrimas. Contudo, algumas derrotas podem ser evitadas, se aprendermos a seguir a intuição. 


Derrotas poderão ser reconhecidas, neste texto, como momentos nos quais se tem a sensação de entrega à tristeza, amargura e sofrimento de maneira geral. Vitórias poderão ser entendidas quando alcançamos objetivos comuns e até quando, por nossas omissões ou ações, evitamos a ocorrência de um mal que poderá nos prejudicar.


Assim, nem sempre a razão deverá imperar nas nossas ações.


Somos seres falhos, limitados, mas gerados por uma força indescritivelmente maior, chamada Deus.


Deus mantém a comunicação com a Sua criação, por meio de sinais sutis ou, por vezes, tão claros e brilhantes como o Sol.


Ele mantém contato conosco por intermédio de pessoas que se comunicam conosco e nos transmitem determinada mensagem, por um sussurro, pedindo-nos para seguir à direita e não à esquerda; por um atraso perturbador que evita um acidente que nos levaria o sopro de vida; por um objeto que cai e se quebra, mas que evita que você vá a determinado lugar no momento errado; por uma comunicação inexplicável, mas clara ao nosso coração de que deveremos fazer algo ou evitá-lo. Tudo isso é a intuição que fala mais firme do que a razão.

 

A razão é humana; a intuição vem de Deus!


A razão poderá ser cega; a intuição poderá enxergar a anos-luz de distância. A razão está mais no agora, com as suas limitações; a intuição está em todos os tempos e lugares, pois é o elo de comunicação divina com a Sua criação. Assim, a razão poderá ser mais cega do que a intuição.


Siga a sua intuição. Siga Deus!


*Christie Christen

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

Muitas vezes, aquilo que dá errado é o mais certo a acontecer


Há momentos da vida nos quais buscamos algo e esse algo parece estar fora do nosso alcance. Chegamos a enfrentar as lutas oceânicas que nos são impostas, mas a maré parece sempre contra. Temos a sensação de que nadaremos, mas morreremos na praia, após exaustos.


Por vezes, as dificuldades que são colocadas à nossa frente representam testes da vida, para darmos valor à conquista, após ela ser alcançada.


Outras vezes, porém, aquilo que dá errado, é o mais certo a ocorrer. Assim, necessário se faz saber qual será o momento para desistir ou persistir.

A persistência ou desistência, poderá ser o seu “sim” ou o seu “não”; a escolha, por sua vez, será o seu caminho a seguir. Por vezes, também, essa opção apresenta mão única e não terá mais volta.


Assim, deveremos possuir sabedoria suficiente e auxílio Divino, para sabermos discernir, quando é o momento para desistir ou para seguir adiante.


Devemos ter percepção para saber se a força da nossa persistência está sendo testada ou se estamos diante do aviso Celeste de que devamos desistir de algo, com urgência.


A trajetória vital é assim: somos hospedados em solo terrestre; solo tal que é um complexo labirinto, com diversas saídas que levam à outras saídas, em linhas retas ou tortuosas; mas também há outras saídas que a nada levam; saídas que, embora a nada possam levar, proporcionam algum tipo de aprendizado, por mais insignificante que possa ser, ainda que para aprender que determinado percurso deveria ter sido evitado.


Se estamos diante da persistência, que sigamos fortes, ainda que não incólumes, até a chegada final, onde seremos premiados, contudo, se estamos diante do sinal da desistência, que tenhamos sabedoria e coragem suficientes, para sabermos dizer “não” a determinado caminho.


Dar errado talvez foi o mais certo!



*Christie Christen


quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

“Não se esprema para caber. Se o outro realmente fizer questão, ele abre espaço para você” (Fábio de Melo)


Algo com o qual todos nós já nos deparamos ou ainda vamos nos deparar em qualquer tipo de relacionamento é a falta de interesse.


Nós gostamos muito de uma pessoa e sempre fazemos tudo o que está ao nosso alcance para estar por perto e realmente fazer parte de sua vida, mas percebemos que não importa o quanto nos esforcemos, ela sempre parece tentar nos afastar, como se não nos quisesse em sua vida.


Se você já passou por uma situação como essa, sabe o quanto pode ser desgastante e decepcionante, especialmente quando o que sentimos por ela é realmente forte e que poderíamos construir um forte vínculo de amor e amizade.


O padre Fábio de Melo compartilhou recentemente, em seu Instagram, uma frase que fala exatamente sobre esse assunto, e que desperta uma reflexão muito bacana.


A frase diz: “Não se esprema para caber. Se o outro realmente fizer questão, ele abre espaço para você.”

É uma frase bastante poderosa, que nos ajuda a refletir sobre como temos nos comportado em nossos relacionamentos e quais as consequências de nossas atitudes.


De fato, muitas vezes, mesmo sem perceber, podemos “nos espremer” para caber na vida de outra pessoa. Estamos constantemente nos doando, nos sacrificando para atender a todas as suas necessidades e expectativas, e comprometendo nossa felicidade para ver a outra pessoa bem.

 

Deixamos de fazer coisas por nós mesmos para fazer por elas, e não recebemos nenhuma atitude de gratidão, respeito, nem sequer consideração. Podemos passar tanto tempo vivendo nesse modo automático, que quando paramos para analisar nossas atitudes, percebemos que perdemos muito tempo vivendo para os outros, em vez de nos esforçar por nós mesmos.


Dedicar-se a uma relação e fazer a sua parte para que ela funcione não é o mesmo que lutar sozinho por uma interação sem o mínimo de reciprocidade. Precisamos aprender a estabelecer limites em nossos relacionamentos, para que eles sejam realmente positivos e não nos afastem da nossa felicidade e realização.


Uma relação feliz e saudável é aquela em que não precisamos nos espremer, porque o outro está constantemente abrindo espaço para nos aconchegar e dividir bons momentos e histórias.


É aquela em que há dedicação, amor e respeito mútuos, e na qual nunca sentimos que estamos caminhando sozinhos.


A relação que merecemos é aquela em que não precisamos pedir para entrar, pois a porta estará sempre aberta para nós, e onde nos sentiremos verdadeiramente em casa.


Carregue as palavras do padre em seu coração e deixe de fazer o impossível por quem não está disposto a realizar o mínimo por você. Sua vida melhorará grandemente.



*Luiza Fletcher 

terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

Para o Deus do impossível, tudo é possível!


O Deus do impossível é Aquele que escreveu certo por linhas aparentemente tortas, mas plenamente retas.


O Deus do impossível é o Criador das possíveis impossibilidades e deste fascinante Planeta preenchido pelo admirável azul oceânico e circundado por todo o Infinito Universo, visível e invisível, ora impregnado por mistérios física e mentalmente inalcançáveis!


O Deus do impossível é Aquele que escreveu certo por linhas aparentemente tortas, mas plenamente retas.


Os caminhos são tortuosos, mas Deus alinha tudo aquilo que desanda ou desencontra os seus andarilhos que O buscam incessantemente.


As tempestades intimidam durante a caminhada por vezes cansativa, mas cada gota de água viva caída do Céu, emanada do suor de Deus que nunca dorme e sempre trabalha por nós. Sua criação serve para nos enriquecer com força e sabedoria, que não se alcança em dias ensolarados, mas após serem vivenciadas noites com chuvas torrenciais.


Hoje, aquilo que te amedronta, tornar-se-á sua fonte de coragem e fortaleza. Somos filhos do Deus do impossível e se assim o é, até o impossível é possível, mais possível do que possamos imaginar!


O Deus do impossível é o Autor dos grandes milagres, como o pulsar das estrelas, o elixir emanado da Mãe-Natureza e o sutil sopro Divino de vida, mergulhado no Sagrado ventre materno, de onde emergem vidas, destinadas para uma nova prisão de carne, provisória, além do casulo materno que libertou a inocência das mais profundas entranhas.


Assim, o Deus do impossível age! Age sem que O vejamos, mas mais intenso do que a mais vívida imagem! 


Age sem que possamos tocá-lo, mas Ele toca as nossas vidas, mais profundamente do que qualquer outro ser ou momento. Ele toca a nossa alma e a todos!


O Deus do impossível não nos economiza imposições de desafios, pois Ele tem fé em nossa capacidade de superação de limites!


*Christie Christen

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021

Ninguém que ameace sua autoestima deve permanecer em sua vida


Todo mundo procura a felicidade.


Não importa a idade que se tenha, o lugar onde se esteja, os sonhos que se almejem, todos queremos ser felizes.


Mesmo que não pensemos muito nisso, no fundo precisamos de um refresco para a alma, de um sorriso que acalma, de um refúgio onde possamos ficar em paz.


E não é fácil buscar e encontrar essa tal de felicidade. Vivemos em sociedade, em família, em grupos sociais, ou seja, precisamos balancear o que é de fora e o que é de dentro de nós o tempo todo.


Precisamos tentar não carregar conosco o que não é nosso, o que não provocamos, o que não faz parte da nossa colheita.


O tempo todo, temos que nos desviar de obstáculos, de pensamentos negativos, de pessoas cansativas e tóxicas.

 

E, nessa jornada, temos, sobretudo, que nos conhecer e nos entender, para que o que for realmente nosso se sobreponha a tudo o que nos rodeia. Logicamente, não conseguiremos seguir sem olhar para nada do que ocorre ao nosso redor, afinal temos laços de amor que fazem parte de nós. Muitas vezes, teremos que abdicar de algo nosso em favor de quem amamos. O amor faz isso conosco.


Ainda assim, jamais poderemos nos esquecer de nós mesmos nessa caminhada. Jamais poderemos deixar de lado todos os nossos sonhos, nossos planos, nossa vida, ou então nos esvaziaremos, pouco a pouco, até que deixemos de ser alguém de verdade.

 

E, quanto mais vazios estivermos de nós mesmos, menos forças teremos para ajudar as pessoas e para nos ajudar. Esquecer-se de si é um caminho triste, solitário e cruel. Ninguém merece passar por isso.


Ame-se sempre e não permita que ninguém o impeça de amar a si mesmo. Ninguém que ameace a sua autoestima deve permanecer em sua vida. Ninguém que o faça sentir menos deve fazer parte de seu círculo de amigos. Ninguém deve ter poder sobre sua vida e sobre a forma como você se sente.


Você é uma pessoa linda e não se fala mais nisso.



*Marcel Camargo

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2021

Você dará a volta por cima, Deus ainda vai escrever muitas páginas de vitória na sua história!


O Deus que rege a sua vida ainda tem muitas dádivas para colocar em seu caminho. Não pare de orar e tenha fé em que o melhor ainda está por vir.

Aquieta o seu coração, tudo vai ficar bem! Por mais delicado que seja o momento por que você estiver passando, por maiores que sejam as suas dúvidas ou medos, Deus será o seu refúgio. É mesmo difícil agir quando nos deparamos com algum obstáculo, com alguma situação que não sabemos como administrar. Ficamos receosos por não saber como serão os nossos próximos passos, quando abandonamos nossa zona de conforto, mas é preciso confiança e coragem. Você não pode se conformar em viver para sempre na incerteza, encarando situações que já não fazem mais bem à saúde do seu corpo e nem da sua alma.

Quando algo em sua vida não estiver indo bem, ore com ainda mais foco e fé, pois Deus sempre dará atenção às suas súplicas.

Deus é o autor da sua história e, acredite, Ele ainda tem muitas páginas de vitórias para escrever em sua história. Sua vida não se resume a problemas, dificuldades, frustrações.

Olhe à sua volta, apesar destes momentos de turbulência, você ainda tem muito para comemorar: uma família, um emprego estável, pessoas que o amam. Não deixe que os obstáculos o impeçam de ver o quanto de beleza, de conquistas e novas oportunidades ainda podem surgir diante dos seus olhos. Lembre-se de que as tempestades que você enfrentar ao longo do caminho são necessárias, pois ajudam no seu crescimento como ser humano, como um fiel devoto do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

Você vai dar a volta por cima e sair ainda mais forte do que quando se deparou com essa espiral de problemas, de dificuldades. Pare, respire, converse com Deus. Com calma, você vai encontrar a coragem para tomar as decisões que precisa tomar. Só Ele pode lhe dar as respostas que há tanto tempo você procura.

Pode acreditar, depois dessa fase turbulenta, ao olhar para trás, você sentirá ainda mais orgulho de si mesmo por ter enfrentado tudo o que você superou.

Talvez você até ria ao se lembrar dos dias em que se desesperou ao se deparar com situações que poderiam ser resolvidas facilmente, caso você tivesse um pouco mais de calma e paciência.

Deus não quer vê-lo sofrendo, pelo contrário, Ele se alegra ao ver que você também está feliz. Ele sempre o ajudará a encontrar novos propósitos para a sua vida, contanto que você nunca deixe de ter esperanças de que dias melhores virão, trazendo tudo aquilo com que você sempre sonhou.


*Adriano Fernandes 

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2021

Detalhes fazem a diferença


Eu sempre digo que são os detalhes que fazem a diferença em qualquer tipo de relacionamento.

Os detalhes são tão importantes quanto as grandes coisas, e digo mais: detalhes podem ser até mais importantes, pois se eles não são tratados, levam o relacionamento ao pior caminho.

Se você não conseguir resolver as pequenas coisas, elas se tornam gigantes. As vezes a pessoa deixar uma simples toalha molhada em cima da cama, é motivo pra briga, não é mesmo? Não seria mais fácil sentar e conversar? Pois é, esse é um pequeno detalhe que geram brigas que levam o relacionamento desgastar.

E sabe aqueles detalhes bobos que a pessoa faz de bom pra gente? Esses são capaz de mudar o dia, arrancar um sorriso! Uma simples mensagem dizendo o quão bem a pessoa te faz, muda todo o humor

Um rosa arrancada na rua.

Um bilhete escrito a mão.

Um abraço fora de hora.

Um EU TE AMO inesperado

Um café da manhã na cama

Enfim, detalhes são capazes de levar uma relação para o PARA SEMPRE ou PARA O NUNCA MAIS !

Valorize os detalhes, não deixe que pequenas coisinhas minem seu relacionamento. Pelo contrário, faça detalhes mudar ele pra melhor!


*Déborah Izy

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2021

O amor tem sim um limite e ele não é negociável


Todos nós já escutamos a clássica frase de que o amor supera tudo. mas não, não é assim. principalmente quando uma das partes envolvidas não entende isso como soma, mas como sugar o outro até não poder mais.

sim, porque existem amores que sabotam e não podemos romantizar o amor, esperando que, no tempo certo, mesmo após fazer mal e destratar tanto os nossos corações, que ele simplesmente vai se transformar e superar tudo.

o amor passa por problemas, enfrenta dificuldades e corre riscos, mas essa tal luta é pra quando os envolvidos estão disponíveis e em sintonia. quando é uma questão de apenas um se esforçar enquanto o outro vai absorvendo tudo o que você tem de bom, não é amor. é sofrimento disfarçado de eu te amo.

é por essa razão que devemos tratar o amor com responsabilidade, com acolhimento e entendimento que um relacionamento só segue vivo quando todos dentro desta relação se importam, se dedicam, se cuidam.

o amor nunca foi e nunca será uma estrada de mão única. é sempre uma lei de retorno, de reciprocidade e honestidade. sem o mínimo dos sentimentos e gestos apresentados, o amor vivenciado será mera ilusão.

então, não crie expectativas com as coincidências do amor. ele não acontece em todos os casos por acaso e muito menos porque precisamos sabotar a nossa autoestima para que ele resista.

amor é união e uma construção diária de paciência, no entanto, jamais de passividade.

amor bom soma e acrescenta, mesmo nos períodos mais complicados. mas quando ele fere e interrompe a sua vontade e confiança para continuar acredite, tem algo muito errado.


*Guilherme Moreira Jr


Imagem de capa meramente ilustrativa do filme La dolce vita (1960), Dir. Federico Fellini

terça-feira, 2 de fevereiro de 2021

Cada um tem de mim o que merece


Nem sempre eu agi assim…


Diversas vezes eu me peguei fazendo muito mais por pessoas que nunca faziam nada. É frustrante e dolorido também. Foram inúmeras vezes que eu fiquei triste por permitir que pessoas próximas a mim gritassem e me ofendessem como elas bem quisessem. Eu não sabia me impor e muito menos dizer NÃO. Várias vezes eu me coloquei na frente do outro quando os meus interesses eram diferentes ( e não fui valorizada por isso). Já me doei por pessoas que não faziam esforço para retribuir. Eu me sentia tão cansada, e ao mesmo tempo, tão magoada.


E aí eu tomei uma decisão: todos os dias eu iria lutar contra isso, e iria dar para as pessoas na mesma medida que elas me dão. É claro que eu não iria perder a minha essência ou virar uma pessoa ranzinza, mas, eu iria conseguir equilibrar todos os sentimentos, eu precisava tomar uma atitude.


Então comecei agir diferente, e sabe o que eu percebi?


Quando você diz NÃO a vida das pessoas não param. Elas arrumam sempre um jeitinho de conseguir o que querem. Quando você coloca os seus interesses acima dos interesses do outro, nada muda na vida dela! Conclusão: eu estava ali, vivendo sobrecarregada e aceitando tudo, enquanto não era reconhecida por isso.


O melhor caminho que eu encontrei foi colocar a reciprocidade como requisito para estar comigo. Não, eu não vou tratar com amor quem só me maltrata. Eu não vou ser “doce” com quem é puro sal. Não vou mover montanhas por quem não tem a coragem de tirar um pedra do lugar. E não serei presente com quem só me dá ausência.



Quer meu carinho? Seja carinhoso.

Quer minha atenção? Seja presente.

Quer minha opinião sincera? Seja compreensivo.

Quer confiança? Me passe confiança.


É claro que não devemos esperar primeiro a atitude do outro para então termos atitude. Temos que fazer para acontecer também. Mas se mesmo você fazendo, a falta de reciprocidade persistir..


Dê para a pessoa exatamente o que ela merece!


*Déborah Izy


Imagem de capa: Solomiya Malovana, Shutterstock

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2021

A gente nunca sabe quando a vida está prestes a mudar para sempre


A gente nunca sabe quando a vida está prestes a mudar para sempre. Você acorda num dia comum sem saber que logo ali na frente algo muito grande está para acontecer, ou toma uma decisão, que parece ser só mais uma entre tantas, e essa atitude altera o curso de sua história de forma definitiva.


A gente nunca sabe se o dia que amanheceu sorrindo irá terminar chovendo em lágrimas, ou se a semana que começou nublada irá desembocar numa sexta ensolarada.


A vida não nos oferece garantias, certezas ou segurança de forma alguma, e é justamente essa possibilidade de surpresas que a torna tão especial.


Outro dia li uma frase de Caio Augusto Leite que dizia: “Os dias mais felizes são aqueles com menos planos na agenda”. E percebi que a felicidade gosta de surpreender; está à espreita de brechas para se revelar; está escondida nos cantinhos dos dias mais acidentais, nas entrelinhas da rotina, no poente das horas preguiçosas.


A felicidade não avisa que vai chegar nem anuncia que aquele momento presente é o momento que jamais iremos esquecer. Poucas vezes temos a consciência de estarmos vivendo um momento carregado de eternidade. Essa noção virá só lá na frente, quando o momento for revisitado em noites carregadas de nostalgia e poesia.


E me vem à lembrança uma festa memorável nos meus tempos de faculdade. Cursando odontologia, nosso dia de clínica foi cancelado devido a um defeito no compressor. Naquela tarde, tivemos uma das melhores festas que nossa turma já viu, a eterna “Festa do Compressor”. Sentados em bancos improvisados no quintal da República Pé de Chinelo, comemoramos à vida e brindamos ao compressor quebrado. Sem planos, sem regras ou restrições, demos oportunidade para a felicidade se cumprir enquanto a festa rolava. A gente não sabia, mas a vida estava prestes a mudar para sempre. E enquanto fotografávamos uns aos outros com nossas câmeras (com filme embutido) e prometíamos nunca mais nos afastar, a eternidade selava nosso encontro. Hoje, cada um daqueles que se reuniram ali, naquela tarde, enfrenta ou enfrentou suas próprias batalhas. Mas saber que aquela festa existiu é entender que uma parte de nós sempre estará lá, naquele quintal, num dia tão especial.


Felicidade é pra gente distraída, privilégio dos que viajam sem culpa e sem compromissos na agenda. É contrato com a simplicidade, com o desarranjo de coisas supérfluas e mãos dadas com uma tarde amena de primavera, bilhetes escritos à mão, cadeiras na calçada e cheiro de bolo quentinho.


A gente nunca sabe quando a vida está prestes a mudar para sempre. Nem sempre conseguimos nos despedir de quem amamos, das ruas onde brincamos, dos sabores que experimentamos. Nem sempre temos a consciência de que aquela será a última vez, e podemos não dar a devida reverência ao que merece ser reverenciado.


É preciso deixar os medos morrerem baixinho, a culpa se extinguir devagarinho e a mágoa se dissipar de mansinho. Só assim estaremos prontos para que a felicidade nos alcance e nos surpreenda. Só assim estaremos prontos para aceitar que a vida mude para sempre e nos leve a construir uma nova história, repleta de sopros de alegria, vapores de eternidade e impermanência do tempo…


*Fabíola Simões

Não tenha medo de abrir mão do que você quer para viver o que Deus quer para você

Deus só pode agir naquilo em que O deixamos trabalhar. Às vezes, saímos feridos de um relacionamento, tão machucados, que achamos que o “o a...