quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Face a Face


Por quantas vezes escrevi imaginando você e hoje você esta bem aqui na minha frente, passando os seus delicados dedos por seus cabelos negros, fitando seus olhos em uma revista, folheando-a sem nem mesmo imaginar que estou escrevendo para você. Hoje me sinto como um artista que começou sua obra-prima em uma tela branca, tudo antes era sem forma, apenas uma imaginação, hoje orgulha-se por havê-la terminado.

Olho para você com a mesma euforia deste artista, na mesma semelhança de que nós dois observamos a obra-prima tão ansiada. Antes fechava os olhos para te ver, hoje só preciso abri-los, me beliscar talvez, para saber se não estou sonhando. Te olho com um olhar meio ignorante ainda por descobrir muitos dos teus segredos, qualidades e defeitos. Assim como você não sabe o que vai vim na próxima página da revista, não sei o que virá na próxima página de nossas vidas, mas uma coisa eu sei, que se a vida me desanimar sei que você sorrindo me dará sua mão e a força necessária para que eu permaneça de pé. 
 
Posso te dizer hoje, que te amo, talvez seja tão cedo, ainda seja tão pouco, à vista do que ainda iremos colher, mais te direi, mesmo com a voz trêmula de quem ainda não sabe o que diz de verdade, pois você é meu presente - com todos os significados da palavra - não deixarei para depois, pois o ontem não volta e o amanhã talvez não chegue e fique meu coração por dizer as palavras de amor que nunca te disse.

Você me inspira poesia.  Estou tão longe, somos tão impossíveis um para o outro, mas te sinto como se tudo fosse tão possível. Nada disso será real, mas importa que eu sonhei, e que neste sonho de amor que vivi, te amei muito mais que pude, muito mais que imaginei. 
*Por Romantico Rebelde

Descanse a mente e o coração. Se for de Deus, vai dar certo!

Precisamos nos permitir confiar em que Deus está fazendo o seu trabalho e o melhor da vida nos chegará no momento certo. Muitas vezes, quand...