terça-feira, 1 de julho de 2014

O Poder da Positividade

Existem mais poderes ocultos em nós que nem imaginamos, forças contagiantes que podem modificar a vida das pessoas, no entanto temos, rotineiramente, nos deixar vencer pelo medo, pelo cansaço, pelo pessimismo, pelo comodismo.
Por que diante de certos desafios preferimos recuar, desistir? Talvez seja pelo fato de estarmos condicionados e não temos a prática de pular os obstáculos. Crescemos ouvindo “nãos” de nossos pais e próximos, num cuidado exagerado, numa educação tradicional.

Esperamos muito dos outros para que possamos exercer o poder da positividade. “Se ele não me der bom dia eu também não digo!”. Na verdade, quem tem amor próprio, autoestima, quando doa o bem receberá o mesmo em troca, porque a lei da atração aponta esse fluxo.

Existem situações em que não conseguimos convencer os outros nem a nós mesmos daquilo que queremos. Temos enfrentado situações em que dizemos: "Não posso, não consigo!". Isso, na verdade, pode ser o causador de muitos fracassos, pode ser a maior dificuldade para alcançarmos nossos objetivos.
O exercício do amor, do livre arbítrio, da positividade nos tornam luzes no mundo. Com isso, atraímos de volta o respeito, o carinho, o amor. Caso se sinta carente desses sentimentos talvez não o tenha disseminado em boa medida entre os seus.

Em muitas circunstâncias culpamos os outros pela falta de atenção e dedicação, parecemos vampiros em busca de sangue! A ação de doar-se por si só é gratificante, engrandecedora. Por ventura, somos mais felizes em proporcionar “tesouros” aos outros do que em recebê-los, presentear do que ser presenteado, porque o ato sincero é bálsamo para nossas vidas.

*por Antônio Roberto Fernandes do Nascimento
(ARFN10)

Talvez você esteja exigindo demais

Querer é um direito seu, ter é um privilégio. Até que ponto vale a pena fazer a vida parar só para que ela aconteça exatamente do jeito que ...