sexta-feira, 25 de julho de 2014

Buscai em Primeiro Lugar...

Muitos de nós, passa pela vida sem vivê-la, nos ocupando  com preocupações que não nos levam a nada.
Se tomássemos os ensinamentos de Jesus como  manual de instrução para conduzir a nossa vida, com certeza, não perderíamos tanto tempo com  preocupações desnecessárias.

Quem confia na providencia Divina, cumpre as suas obrigações diárias com tranqüilidade, sem ansiedade, pois  sabe que está sendo conduzido por Deus!
Quando deixamo-nos orientar por Deus, depositando a nossa confiança Nele, caminhamos  tranquilos, seguros das nossas escolhas, pois   trilhamos, um caminho traçado por Ele e não por nós!

Confiar na providencia Divina, não significa cruzar os braços e esperar que as coisas nos caiam do céu, pelo contrário, confiar na providencia Divina, é ter disposição e  coragem para  ir à  luta, para enfrentar os desafios porque acredita que Deus está no comando de tudo. Confiar na providencia Divina é ter a certeza de que temos um Pai que nos ama, que cuida de nós, que nunca nos deixará faltar o que nos for necessário.

Ao nos criar, Deus  não se contentou em somente nos dar a vida, Ele quis também nos cercar de cuidados, tanto para o nosso corpo, quanto para o nosso espírito. Para nos garantir uma boa qualidade de vida,  Deus  nos ofereceu as riquezas da natureza e para nos conduzir até Ele nos deu Jesus!  Portanto, temos tudo  para sermos felizes, não precisamos desperdiçar tempo  com  preocupações.

A cada amanhecer de um novo dia, Deus  nos oferece uma nova oportunidade  para revermos a nossa vida, para revermos os valores sobre os quais estamos construindo o nosso futuro, que é a vida eterna.

Jesus é bem claro: “Não podemos servir a Deus e ao Dinheiro”. Esta afirmação de Jesus,  provoca-nos, a  uma tomada de posição, a quem queremos servir,  a Deus, ou ao dinheiro? Esta escolha é desafiadora para os que desejam servir a Deus, mas não conseguem se libertar da escravidão do dinheiro.  

Não sejamos ingênuos de achar  que Jesus condena o dinheiro, Jesus não condena o dinheiro, afinal,  quando é fruto do nosso trabalho, o dinheiro  é abençoado. O que  Jesus reprova, é o mau uso do dinheiro e o lugar que o colocamos na nossa vida.  O dinheiro é para nos servir, e não para nos escravizar.  

O mau uso do dinheiro nos distancia de Deus, nos induz ao consumismo que é o motor que alimenta este sistema que aí está, um sistema gerador de excluídos,  que descarta os  que não produzem, os que não dão lucro.

“Busquemos em primeiro lugar o Reino de Deus, e tudo mais nos será acrescentado!”
É priorizando  os bens eternos, que estaremos  imunizados contra todo e qualquer tipo de sedução arquitetada  pelo mundo.

É fazendo um caminho de volta às nossas raízes,  que vamos redescobrir  na nossa   essência,  a nossa verdadeira origem e o nosso destino:  viemos do Pai e para o Pai retornaremos! Esta certeza, deve nos conscientizar de  que não precisamos de tantas coisas enquanto estamos  aqui na terra, afinal, deste mundo nada levaremos a não ser o bem que realizamos, é com estes bens que construímos  a  nossa morada no céu!  

O mundo tenta nos enganar, nos distanciar das coisas do alto, lançando sobre nós uma avalanche de ofertas sedutoras, e este mesmo mundo que nos suga, nos despreza  quando deixamos de produzir, enquanto que Deus, sem levar em conta as nossas ingratidões, nunca nos abandona é  Ele que nos carrega no colo, quando o nosso  caminhar parece  impossível!
Preocupações, medo, angustia, estão fora de questão, quando se confia Naquele que vem do alto!

*Olívia Coutinho

A fé em Deus torna todos os sonhos possíveis e todas as dores passageiras

A fé em Deus nos transforma. Quando confiamos nele, uma transformação intensa e poderosa acontece dentro de nós mesmos todos os dias. Todos ...