quarta-feira, 22 de maio de 2013

Amor de Alma

Quando sinto esse sentimento em mim, algo me diz que sim, que é você que devo amar. Porque não basta apenas aos olhos agradar, mas ao amor é preciso também agradar a alma, despertar o espírito, para que no corpo se sinta as marcas desta emoção. Amar não está nos olhos, está impregnado como um perfume na alma, é sentindo em um âmbito profundo de sentimentos que são inescrutáveis, de lugares incompreensíveis e por um caminho de nosso ser interior que só pode ser explorado à dois.

O amor é visto com outros olhos, é sentido com um outro coração que não vive de sangue e que não bate, se ele parar talvez não morramos, mas convenhamos que nele sofremos tantos danos que pra muitos exagerados seria preferível morrer. Mais isso é história porque amor não correspondido passa e vira memória. Nunca se ouviu falar de morrer de tanto amar, mas lhe garanto que já ouvimos de amores e mimos que recebemos sem idade e que nos devolvem àquela felicidade, que nem todas as riquezas desta vida poderiam comprar.

Amar pra mim é um estado de graça que nos faz esquecer qualquer desgraça. De amar eu nada entendo mais sei que dele eu dependo para um grande amor viver. Quero dizer que não importa se você é preto ou branco, a alma não tem cor. Amar é uma guerra onde existem dois vencedores, pois um não luta contra o outro, mas um luta pelo outro até o ponto de sua própria vida ofertar, mas às vezes essa guerra se confunde entre nossos defeitos e orgulhos de nosso ser imperfeito, só que o destino dessa guerra é se render, pois esse sentimento é tão grande que é capaz de gerar uma paz gostosa que é amordaçada por um beijo de perdão.

Só sei que esse sentimento é grande, hora é de paz, hora é de guerra, é viver presente, é se entregar no passado, é um cessar-fogo fracassado, ele é forte quando o outro é fraco, é um lugar onde se busca o melhor do 'bem' amado, e isso se resume num amiúde desejo de ser para sempre amado.
*por Romantico Rebelde

“Cada próximo passo da sua vida vai exigir um novo você. E algumas vezes precisamos ser quebrados para nos tornarmos uma nova versão de nós mesmos”

Você já parou para pensar que as experiências que a gente vive, por mais turbulentas ou dolorosas que sejam, talvez tenham acontecido para n...