quarta-feira, 24 de julho de 2013

Por você, ser Você...


Porque não consigo? Porque é tão difícil assim te esquecer?A cada hora que passa tudo o que sinto por você aumenta de uma forma tão surreal, queria tanto ter forças pra arrancar, apagar e matar qualquer coisa sua que ainda esteja aqui, mas não consigo apenas amassar e jogar no lixo tudo aquilo que passamos juntos, não consigo apenas fingir que você não existe, não consigo pagar as lembranças suas que estão cada vez mais reais na minha vida. 

Sim, perdi meu chão, perdi meu sentido de viver, só seu sorriso era o que me deixava bem e agora onde ele está? Não vejo mais o brilho do sol, pois só do seu lado minha vida foi colorida, sinto tanto sua falta. 

Se você soubesse o quanto eu preciso de você, o quanto eu quero você . De como eu preciso do teu sorriso , de como eu quero ouvir tua voz , saber onde e como você está , queria tanto fazer parte da tua vida , cuidar de você, estar ao seu lado, queria tanto poder te amar. 

Você me perguntou o porque eu gosto de você e eu vou ter responder, pelo seu jeito de ser, pelo seu brilho nos olhos, pelas suas manias bobas, pelo seu sorriso, por ser tão amigo quando preciso e tão irmão ao ponto de me proteger do perigo, por sorrir comigo quando minha maior vontade é de chorar, por falar as coisas que mais preciso ouvir na hora certa, pelas noites que passávamos rindo das coisas mais inúteis que podem existir, por ter me ensinado umas das melhores coisas que aprendi na vida a não desistir do que eu quero e dos meus sonhos, por você ter me ensinado o que é um verdadeiro sentimento, por você não me abandonar independente do que aconteça, por você me conhecer e me entender mais do que ninguem, por você me aguentar as horas que sou a mais chata de todas as pessoas no mundo, aguentar minhas pirraças, meus ataques, por você ser o meu porto seguro, enfim, POR VOCÊ SER VOCÊ !

“Cada próximo passo da sua vida vai exigir um novo você. E algumas vezes precisamos ser quebrados para nos tornarmos uma nova versão de nós mesmos”

Você já parou para pensar que as experiências que a gente vive, por mais turbulentas ou dolorosas que sejam, talvez tenham acontecido para n...