terça-feira, 27 de setembro de 2016

Você é um ser especial

As pessoas esperam que as coisas aconteçam na vida delas, como um acaso... como um descuido...
Mal elas sabem que tudo já é como uma poesia escrita, embora indefinida, para que nós autores, nos encarreguemos de dar ao poema, trilha sonora, uma frase... um sentimento que aconteça em outra hora... As pessoas esperam para que os sentimentos sejam concretizados, mas esquecem que para isso ou aquilo, o necessário é que de principio haja um elo muito forte, no laço da amizade...

Você... você já sentiu como se tivesse vivido algo a muito tempo, conhecidos pessoas e lugares diferentes?
Afinidades... gostos e sentimentos... embora não concretos, mas que deixam vagar em seus pensamentos?
Assim simples assim... é que as coisas acontecem... gostos, momentos vividos... o tal do alicerce...

Quando estamos caminhando, pensando estarmos certos de nossas vidas, tudo muda... alias nada muda, são exatamente do seu jeito... apenas somos os autores da poesia... de uma certa forma gostamos do que ouvimos, e vemos... do que sentimos... das afinidades...

Você... você é assim... quando falo com você tudo parece ser de uma forma fácil.

Acho que quando as pessoas olham para você, elas querem levar alegria, aonde só existe tristeza...
elas querem amor incondicional, para afetar a quem jamais conheceu o amor... elas querem ouvir o barulhos dos pássaros...

Porque nunca tiveram tempo para prestar atenção nessa melodia... e sabe porque elas querem isso...
Porque quando falam com você... elas podem ver a transparência de sua alma, a magia do seu coração, a pureza da sua intuição...

Você é um ser especial, e felizes são as pessoas que estão ao seu redor, porque sabem que o tempo é algo indispensável, quando conhecem você e sabe que a afinidade e o momento valem mias que anos, meses... tempo.

Não é que eu seja indiferente. É que cuidar da minha vida já dá um trabalhão danado.

Confesso. Eu não estou nem aí para certas coisas. Respeito quem acredita que “o desprezo é o contrário do amor” e outras teses. Mas eu disco...