quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Seu relacionamento é como uma cesta


Um relacionamento saudável deve ser justo, e para tanto, ambos devem dar e receber.


É muito linda a teoria do “dar sem pedir nada em troca”, mas aqui a coisa não funciona bem assim. Aquele que se doa sem nada receber, está fadado ao sofrimento, é certeza!


Uma vez li em um site (não lembro qual) algo mais ou menos assim: Faça de conta que no início de seu relacionamento, você e seu companheiro têm uma cesta repleta de vários potinhos: amor, amizade, cumplicidade, carinho, etc. Logo, você deve atentar para o essencial: nunca deixe sua cesta vazia! Sua função é manter sempre um balanceamento entre aquilo que dá e o que recebe.


Todas as vezes que você der um potinho para ele, deverá receber outro em troca, assim o equilíbrio permanecerá: Dê um pote de cumplicidade e receba um pote de carinho.

 

O que acontece com aquele que sempre doa seus potinhos e nada recebe? Acaba ficando com sua cesta vazia! Enquanto o outro está com a cesta lotada. É o que acontece com muitas mulheres que dão tudo de si, e acabam se tornando vazias, necessitando do outro para preenchê-las, sustentando o peso de uma relação unilateral. Procuram algo a mais que possam doar para sustentar a relação, mas já não há, doaram tudo que podiam.


Ele, consequentemente, cheio de si, com tudo em abundância, começa a desmerecer todo o seu esforço e dedicação, e com o tempo a relação começa a se degradar, aos poucos, estando fadada ao fracasso. E de quem é a culpa? Dele, é claro! Lógico que não! A culpa é sua! Ele não te obrigou a dar seus potinhos para ele. Ambos tinham a mesma quantidade em cada cesta, você, bobinha, foi quem acabou entregando tudo; enquanto ele, óbvio, cuidou bem da cesta dele e se aproveitou da sua.


Não permita que isso aconteça com você! Observe sempre sua cesta, esteja sempre alerta: Você anda doando mais do que recebendo? Como está o equilíbrio dos seus relacionamentos? O que ele tem te dado em troca? NÃO DEIXE SUA CESTA VAZIA! Tem doado muito de si e não recebeu nada em troca? Um elogio, um agrado, um obrigada, um convite? Hora de colocar um cadeado nesta cesta e controlar as coisas.

 

Todos precisam de reconhecimento, carinho, afeto, atenção… Apenas saiba balancear esta equação, sem pedir muito e sem doar em excesso. Como diz a frase: “Não procure alguém que te complete. Preencha a si mesmo e procure alguém que te transborde!”.


Tudo depende do equilíbrio. Esta é a base!


*Deborah Furtado

E com o tempo você vai perceber que muitas vezes é perdendo que se ganha

Talvez tenhamos repetido ou ouvido isso muitas vezes, mas nós já interiorizamos o seu significado? Realmente perder não é algo que é agradáv...