terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Tão Diferentes !

Na Terra Santa, há dois lagos alimentados pelo mesmo rio:
o Rio Jordão.
Ficam situados a alguns quilômetros de distância um do outro.
Mas ambos possuem características bem distintas entre si.
Um é o Lago de Genesaré, também conhecido como Mar da Galileia
ou Lago de Tiberíades.
O outro é o chamado “Mar Morto”.
O primeiro é azul, cheio de vida e de contrastes, de calma e de ondas.
Nas suas margens, refletem-se as flores amarelas dos seus prados.
O Mar Morto é uma lagoa densa e de água salgada, em que não há vida.
A água que vem do rio, ali fica estagnada.
O que é que faz destes dois lagos, alimentados pelo mesmo rio, lagos tão diferentes?
Simplesmente isto:
O Lago de Genesaré transmite generosamente o que recebe.
A sua água, quando ali chega parte de imediato para remediar a seca dos campos.
Sacia a sede dos homens
e dos animais.
É uma água altruísta
A água do Mar Morto estagna-se.
Adormece
É salgada
Mata
É uma água egoísta, estagnada, inútil.
Com as pessoas, passa-se o mesmo.
As que vivem com generosidade, dando-se e oferecendo-se aos outros, vivem e fazem viver.
As pessoas que, com egoísmo, recebem, guardam e não dão, são como água estagnada, que morre e causa a morte à sua volta.
Muitas pessoas parecem-se com o Mar Morto: só recebem, acumulam, não se dão e assim constroem uma vida amarga, desgraçada e infeliz.
Há outras, porém, que dão e se oferecem a si mesmas com generosidade e sem nada esperar como recompensa…
Estas são as pessoas mais felizes do mundo.
Quanto mais nós damos,
mais recebemos.
Quanto menos partilhamos mais pobres nos tornamos.
O que acumula apenas para si,
chama desesperadamente pela infelicidade
e esta vem ter com ele.
O que partilha,
abre a porta
à felicidade.


(Autor desconhecido)


segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Uns e Outros

Quando você conseguir superar
graves problemas de relacionamentos,
não se detenha na lembrança dos momentos difíceis,
mas na alegria de haver atravessado
mais essa prova em sua vida.

Quando sair de um longo tratamento de saúde,
não pense no sofrimento
que foi necessário enfrentar,
mas na bênção de Deus
que permitiu a cura.

Leve na sua memória, para o resto da vida,
as coisas boas que surgiram nas dificuldades.
Elas serão uma prova de sua capacidade,
e lhe darão confiança
diante de qualquer obstáculo.


Uns queriam um emprego melhor;
outros, só um emprego.
Uns queriam uma refeição mais farta;
outros, só uma refeição.
Uns queriam uma vida mais amena;
outros, apenas viver.
Uns queriam pais mais esclarecidos;
outros, ter pais.

Uns queriam ter olhos claros;
outros, enxergar.
Uns queriam ter voz bonita;
outros, falar.
Uns queriam silêncio;
outros, ouvir.
Uns queriam sapato novo;
outros, ter pés.

Uns queriam um carro;
outros, andar.
Uns queriam o supérfluo;
outros, apenas o necessário.


Há dois tipos de sabedoria:
a inferior e a superior.

A sabedoria inferior é dada pelo quanto uma pessoa sabe
e a superior é dada pelo quanto ela tem consciência de que não sabe.
Tenha a sabedoria superior.
Seja um eterno aprendiz na escola da vida.

A sabedoria superior tolera;
a inferior, julga;
a superior, alivia;
a inferior, culpa;
a superior, perdoa; a inferior, condena.
Tem coisas que o coração só fala
para quem sabe escutar!

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Férias





Vou ficar alguns dias longe de vocês.
Vou sentir saudades, mas é preciso dar uma descansada
pra recarregar a bateria.
Daqui a alguns dias eu volto se Deus quiser, pra gente curtir
Muito 2012.
Se cuidem e até dia 29/01 ao vivo na Vang FM 95,5

Cesar

Rápida Passagem

Conta-se que no século passado, um turista americano foi à cidade do Cairo, no Egito. Seu objetivo era visitar um famoso rabino.

O turista ficou surpreso ao ver que o rabino morava num quarto simples, cheio de livros. As únicas peças de mobília eram uma mesa e um banco.

Onde estão os seus móveis? Perguntou o turista.

E o rabino bem depressa perguntou também:

Onde estão os seus?

Os meus? Disse o turista. Mas eu estou aqui de passagem.

Eu também. Falou o rabino.
* * *

A vida na Terra é somente uma passagem. No entanto, vivemos como se fôssemos ficar aqui eternamente.

A grande preocupação é amontoar coisas. São casas na cidade, na praia, no campo, no Exterior.

Vários carros de cores, marcas e potências diferentes, para ocasiões diversas. Inúmeras roupas, dezenas de calçados, prédios, terrenos, joias. Quanto mais se possui, mais se deseja.

Justo que o homem anseie pela casa confortável, vestimenta adequada à estação, boa alimentação.

Tudo isso faz parte da vida material. São coisas necessárias para nos manter e podermos gozar de relativa segurança.

Entretanto, por que ajuntar tantas coisas, utilizando um tempo enorme em trabalho constante, sem nos preocuparmos com a vida do Espírito?

De um modo geral, afirmamos que não temos tempo para orar, para ler e estudar a respeito do mundo espiritual, do porquê nascemos e vivemos.

Nossa preocupação é exclusivamente no campo profissional, para ter sucesso, ganhar sempre mais.

Essa maneira de pensar é tão forte em nós que, ao auxiliarmos nossos filhos a se decidirem por essa ou aquela profissão, costumeiramente sugerimos que eles escolham a mais rendosa. Aquela profissão que, num tempo muito curto, trará excelente retorno.

Preocupamo-nos com as notas da escola, com seu desempenho nos esportes, nas artes.

Tudo muito correto! Mas, e quanto ao Espírito? Quando teremos tempo para lhes falar de Deus, da alma, de Jesus, da lei de amor?

Quando nós mesmos teremos tempo para frequentar um templo religioso? Para ajuntar tesouros espirituais, trabalhando as virtudes em nós?

Lembremos que a vida no corpo é uma passagem apenas.

Vivamos bem mas, de forma sábia, também cultivemos as coisas do Espírito, preparando a nossa vida para além da tumba.

A vida espiritual é a verdadeira vida. A vida terrena é breve e tem por objetivo o progresso do Espírito.

Estamos na Terra exatamente como alguém que chegasse de um lugar distante, parasse em uma determinada estação, ali permanecesse por um tempo e, depois, tomasse a condução de volta ao ponto de origem.

Assim são as nossas idas e vindas da Pátria espiritual para a Terra e daqui para lá.

Por esse motivo asseverou Jesus na parábola do homem que encheu os seus celeiros e se preparou para aproveitar tudo, ao máximo: Louco. Ainda esta noite a morte virá te buscar a alma.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

A Paixão

A paixão é algo muito interessante. Diferente do amor, mas não há como estar isolada dele. Na verdade, segundo dicionário, ser apaixonado é estar entusiasmado, defender com paixão, enfim, é uma ampliação do amor. Quando estamos apaixonados, transpiramos o amor. Esta transpiração envolve a alegria, realização a satisfação e a motivação.


Se você imagina que estou falando de relacionamento amoroso com outra pessoa, é aí que você se engana. Estou me referindo ao trabalho! Quando somos apaixonados por nosso trabalho e amamos o que fazemos, somos mais realizados, atingimos melhores resultados, somos mais criativos, nos tornamos referência e nos diferenciamos e ainda possuímos uma melhor qualidade de vida.

Ser apaixonado por sua atividade não significa trabalhar demasiadamente. Ao contrário, significa trabalhar o tempo necessário de forma a não se sentir pressionado, insatisfeito, desgastado ou frustrado. Quando você tem paixão pelo que faz você tem maior foco, logo, aproveita melhor seu tempo pois sabe utilizá-lo adequadamente e produtivamente. Desta forma, você consegue dedicar mais tempo a você e para sua família.

A paixão pelo que se faz tem que estar aliada a paixão por sua família e pelas pessoas que lhe querem bem. Evite pensar apenas em plantar hoje para colher amanhã. Colha os frutos disponíveis hoje e desfrute dos momentos agradáveis e únicos que foram oferecidos a você.

Assim como a perda de um prazo e atraso no trabalho podem trazer prejuízos irrecuperáveis e talvez fazer com que perca alguns clientes, a perda dos momentos com as pessoas que ama também pode ser irreversível. O primeiro passo dado ou a primeira palavra pronunciada por seu filho, caso você não esteja presente, não contará com sua participação desta vitória. Você poderá desfrutar de novos passos e da repetição das primeiras palavras, mas o momento da maior conquista você terá perdido. Uma viagem de lazer adiada poderá demorar a ocorrer novamente pois sempre ficará em segundo plano.

Administre melhor seu tempo. Programe-se para desenvolver novos projetos, para realizar as ligações necessárias, para conquistar novos clientes, para superar desafios, para praticar um esporte, para ficar com a família, para realizar uma viagem, para passear etc.

Seja apaixonado por todos os momentos de sua vida e por todas as atividades que realiza. Seja grato pelas oportunidades em conquistar novas vitórias e desafios diariamente, bem como ter a oportunidade de jamais desistir das coisas que ama, administrando seu tempo de forma a desfrutar de cada momento com muita alegria, realização e motivação!

Por..
Wagner Campos é Palestrante Motivacional, Consultor da True Consultores Associados e Coordenador e Professor de Marketing da Faculdade Anhanguera Educacional

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Mil Formas

Escrevo a esta esperança de que algo em mim te agrade, te faça perceber o quanto sou seu mesmo não sendo nada ainda. Te fazer suspirar como eu suspiro, te fazer sonhar como sonho e te fazer pensar em nós como penso, é o grande desafio que amedronta essa esperança. Você esteve longe tanto tempo e tantas tentativas incapazes de te chamar atenção. Esperei por um momento que pudesse ser quase inevitável e ele parece estar chegando.



Poder ter a certeza de que você pode ser aquilo que sempre sonhei. Estou cansado de esperar este sonho tão repetitivo em minhas noites, que faz meu coração escrever como alguém quem chora e que balbucia à soluçar palavras que lhe inquietam a alma.

Esta na hora de sorrir, de respirar fundo e abraçar, abraçar o tempo da companhia, o tempo da partilha. De dividir minhas emoções, de dividir minha euforia, de dividir minha forma de ver o mundo, as coisas. É tempo de dar nome as minhas poesias, de dar rima aos meus cantos, de colocar você no traço e no compasso da minha melodia. Chega de anonimato, chega de mistérios, minha vontade de te ter supera qualquer prazer em querer viver ou aproveitar a vida sem você.

Que quando nossos olhos se cruzarem, que cruzemos também a barreira do não, a barreira de sermos apenas meros conhecidos. E que você enxergue em mim a possibilidade de um amor sem fim. Pois já não resta em mim dúvidas de que estou decidido a te oferecer a cada dia um pouco mais do meu amor, de que me esforçarei a cada momento para descobrir uma nova forma de de te amar e de nos aproximar. Assim como em mil dias, todos eles são diferentes, também existem nesses mil, mil formas de amar, mil formas de abraçar, mil formas de ser e mil formas de dizer "Eu te amo".

"De tudo ficaram três coisas...
A certeza de que estamos sempre começando
A certeza de que é preciso continuar
A certeza de que podemos ser interrompidos
antes de terminar...
Façamos da interrupção um caminho novo...
Da queda, um passo de dança...
Do medo, uma escada...
Do sonho, uma ponte...
Da procura, um encontro!


(Fernando Sabino)

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Obrigado e Perdão!

Quando 2011 começou, ele era todo seu.
Foi colocado em suas mãos...
Você podia fazer dele o que quisesse...
Era como um Livro em Branco, e nele você podia colocar: um poema, um pesadelo, uma blasfêmia, uma oração. Podia...
Hoje não pode mais; já não é seu.
É um livro já escrito... Concluído.
Como um livro que tivesse sido escrito por você, ele um dia lhe será lido, com todos os detalhes, e você não poderá corrigi-lo.
Estará fora de seu alcance.


Portanto, antes que 2011 termine, reflita, tome seu velho livro e o folheie com cuidado.
Deixe passar cada uma das páginas pelas mãos e pela consciência; faça o exercício de ler a você mesmo.
Leia tudo...

Aprecie aquelas páginas de sua vida em que você usou seu melhor estilo.
Leia também as páginas que gostaria de nunca ter escrito.
Não, não tente arrancá-las.
Seria inútil. Já estão escritas.
Mas você pode lê-las enquanto escreve o novo livro que lhe será entregue.
Assim, poderá repetir as boas coisas que escreveu, e evitar repetir as ruins.
Para escrever o seu novo livro, você contará novamente com o instrumento do livre arbítrio, e terá, para preencher, toda a imensa superfície do seu mundo.
Se tiver vontade de beijar seu velho livro, beije-o.
Se tiver vontade de chorar, chore sobre ele e, a seguir, coloque-o nas mãos do Criador.
Não importa como esteja...
Ainda que tenha páginas negras, entregue e diga apenas duas palavras:

Obrigado e Perdão!!!
E, agora, quando 2012 chegou, outro livro foi entregue pra você, novo, limpo, branco e todo seu, no qual você irá escrever o que desejar...

FELIZ LIVRO NOVO e um grande 2012.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Mensagem do Dia

Já estamos em 2012!
Esse será o ano de nossas conquistas, de nossas realizações, da concretização dos nossos sonhos.
Você acredita nisso? esse é o primeiro passo...OUSE SONHAR !
Que possamos viver grandes momentos, nesse ano que está apenas começando.
Obrigado por fazer parte dos melhores momentos da minha vida.
SUCESSO, PAZ, SAÚDE, AMOR E TUDO MAIS QUE VOCE QUISER.
Seja bem vindo ao nosso blog. Não deixe de compartilha-lo com seus amigos.
Cesar Brito

( Confira o link abaixo )
http://www.4shared.com/mp3/7_iiFGs4/MSG_Equipe.html

Se for para somar, fique. Se não for, boa sorte…

Hoje a minha despensa emocional está arrumada e limpa, já não guardo mais rancores, nem amores que já passaram do prazo de validade. Não t...