sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

“A lenda do fio vermelho”: emocione-se com esta belíssima lenda oriental

Há uma antiga lenda oriental que diz que as pessoas que estão destinadas a se conhecerem têm um fio vermelho invisível amarrado a seus dedos. Este cordão os une por toda a eternidade, independentemente do tempo e da distância.

Não importa que duas pessoas que estão predestinadas demorem a se conhecer, nem importa que hoje elas vivam cada uma em um canto do mundo, o fio se estirará e se encolherá o quanto for necessário. Mas nunca, nunca, vai quebrar.

De acordo com essa crença, o nosso fio vermelho tem estado conosco desde o nosso nascimento e sempre nos acompanha, apesar do fato de que, com o passar dos anos, ele se enrole e desenrole de forma pontual.

“Há muito tempo atrás, um imperador descobriu que em uma das províncias do seu reino vivia uma bruxa muito poderosa, que tinha a habilidade de ver o fio vermelho do destino e então ordenou que a trouxessem à sua presença.

Quando a bruxa chegou, o imperador ordenou que ela procurasse a outra extremidade do fio que ele levava atado ao dedo mindinho e o levasse para o que seria sua esposa. A bruxa concordou com este pedido e começou a seguir e seguir o fio.

Essa busca levou-os a um mercado, onde uma pobre camponesa com um bebê nos braços oferecia seus produtos. Quando chegou a esta camponesa, parou frente a ela e convidou-a a se levantar.

Ela fez o jovem imperador vir e disse: “Aqui termina o seu fio”, mas ao ouvir isso o imperador ficou irritado, acreditando que era um escárnio da bruxa, empurrou a camponesa que ainda carregava seu bebezinho em seus braços e esta caiu, fazendo com que o bebê ficasse com uma grande ferida na testa, ordenou aos guardas que detivessem a bruxa e cortassem a sua cabeça.

Muitos anos depois, chegou a época em que este imperador se casaria e sua corte recomendou que era melhor que ele se casasse com a filha de um general muito poderoso. Ele aceitou e o dia do casamento chegou.

E no momento de ver pela primeira vez o rosto de sua esposa, que entrou no templo com um lindo vestido e um véu que a cobria completamente… “Quando ele levantou, viu que aquele lindo rosto tinha uma cicatriz muito peculiar na testa”.

Vamos chamá-lo de destino, digamos que é um ideal romântico, mas no amor a última palavra nunca está certa. Esta lenda é tão enraizada nas culturas orientais que existem milhões de pessoas que têm fios vermelhos amarrados nas mãos.

Embora não haja dados que nos permitam saber se sua origem é chinesa ou japonesa, podemos falar sobre o início desta lenda. Diz-se que começou a tornar-se popular ao saber que a artéria ulnar liga o dedo mindinho ao coração, que sempre foi entendido como o lugar do amor. No entanto, outras fontes falam do anular, que tem mais sentido etimológico e uma tradição maior em nossa cultura.

Como dissemos antes, não podemos impor nossos caprichos ou costumes ao destino. E nós não podemos fazer nada que vá contra o nosso fio, não podemos nem mesmo destruí-lo ou nos livrar dele.

A conexão que este fio estabelece liga amores profundos e eternos, aqueles com um destino comum que nos reflete que na vida há momentos em que encontramos um antes e um depois.

O carinho que o nosso fio vermelho une não precisa ser o de duas pessoas como casal, mas também pode acontecer com nossos pais, nossos filhos ou nossos amigos. A verdade é que existem pessoas que parecem ter sido feitas para se unir.


Por A Soma de Todos Afetos
Via Revista Pazes

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

Entregue seu dezembro nas mãos de Deus, Ele conduzirá você a um novo ano de muita paz e bênçãos

Estamos no último mês do ano e, quando este período chega, é impossível não pensar em tudo aquilo que vivemos e conquistamos no ano que está se encerrando.

Se você analisar a sua vida em 2019, provavelmente encontrará muitas coisas boas e algumas não boas, e isso é normal. A vida de todos nós oscila entre bons e maus momentos, e isso é fundamental para o nosso crescimento.

No entanto, sempre existe uma maneira de melhorar as coisas para nós: entregando-nos nas mãos de Deus. Ainda que sejamos muito inteligentes e preparados para dar os próprios passos, com apoio divino, nossa vida fica muito mais descomplicada e feliz.

Deus sabe exatamente daquilo que você precisa para fechar o ano com chave de ouro, e pode ajudar a tornar as coisas ainda melhores para você.
Não tenha medo de abrir mão da necessidade de controle, muitas vezes você não consegue dar conta de tudo sozinho, e isso é normal, pois você é apenas humano, tem suas limitações.

Mas não precisa ser assim, você não precisa viver em constante estado de sofrimento e descrença em relação à vida, não é obrigado a lidar com suas questões pessoais sozinho. Deus está sempre por perto, Ele quer ser seu amigo e ajudá-lo a caminhar com mais confiança. Ele quer ajudá-lo a encerrar este ano com mente mais positiva e coração mais cheio de amor e esperança, mas não pode agir se você não lhe der permissão.

Por isso, entregue este mês em Suas mãos, escolha dessa vez abrir mão do orgulho e aceitar que precisa de ajuda. Deus não vai humilhar você nem lhe cobrar retribuição, tudo o que Ele quer é ver a sua felicidade, e o auxiliará com todo o amor que você merece.

Não sei como foi o seu ano, mas ele não precisa acabar de uma maneira negativa, você pode concluir esta etapa com alegria, fé e muita paz, e entrar em 2020 preparado para ter o ano mais bem-sucedido da sua vida, basta aceitar a ajuda de Deus.

Não se envergonhe por precisar de ajuda, porque isso não o faz inferior a ninguém. É melhor receber apoio e conseguir se reerguer do que ficar no mesmo lugar por orgulho.

Deus quer ajudar você a terminar este ano bem e começar 2020 da melhor maneira possível. Permita que Ele o ajude, você não se arrependerá.


*Luiza Fletcher



Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa: Ana Francisconi/Unsplash.

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

“Nos bons momentos da vida, eu olho para cima e digo: ‘Obrigado(a), Deus, eu sei que foi você!’”

Ele é aquele que cuida de mim e faz todas as portas se abrirem para que eu possa avançar. Ele é o poder maior em minha vida.

Eu sempre sei a quem devo agradecer quando alcanço as vitórias em minha vida. Devo agradecer a quem sempre esteve ao meu lado, a quem nunca soltou a minha mão, a quem ouviu tudo o que eu tinha a dizer com paciência e muito amor.

Devo agradecer a quem sempre me fez acreditar em meu próprio potencial e a quem foi forte por mim quando eu mesma não tinha mais forças para enfrentar os momentos difíceis. Devo agradecer a quem retribui a minha fé com lealdade e amor infinitos.

Sei que todas as pessoas que estão à minha volta algum dia podem me decepcionar. Elas podem sentir inveja de minhas conquistas, afastar-se de mim quando eu passar por momentos difíceis e tentar se aproveitar de minha bondade e gentileza, mas existe alguém que nunca fará com que eu sofra, porque sente apenas amor por mim: Deus.

Quando as coisas dão certo em minha vida, eu olho para o céu e agradeço a Deus, porque sei que ele foi o responsável por colocar tudo no lugar e garantir que eu alcançasse o que sempre desejei.

Ele colocou as pessoas certas em meu caminho, fez-me enfrentar desafios que me fizeram crescer, iluminou a estrada quando estava escuro demais para eu enxergar o que viria depois e protegeu o meu coração com suas próprias mãos.

Deus é o amigo que nunca me abandonou e a esperança que nunca saiu do meu coração. Ele é o sorriso nos dias difíceis e a voz que me faz avançar, mesmo quando meu corpo parece cansado demais.

Ele é aquele que cuida de mim e faz todas as portas se abrirem para que eu possa avançar.

Ele é o poder maior na minha vida, é aquele a quem eu oro todas as noites e o único em que deposito minha total confiança.
Eu acredito em um Deus fiel, que honra aqueles que fazem dele o Senhor de seus caminhos. Por isso, todos os bons momentos da minha vida têm a sua participação e orientação.

Sempre que vivo um momento de felicidade e conquista, eu sei a quem devo agradecer e a companhia certa com quem celebrar: aquele que me honra em público por minhas batalhas silenciosas.

Obrigado(a), Deus, por ser o meu porto seguro e o principal arquiteto da minha felicidade!

*Luiza Fletcher

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.

sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Deus, obrigado pelos tempos difíceis, porque eles me fizeram ser quem eu sou

Deus, obrigado por ter me tirado da zona de conforto e por ter me mostrado que sou o único responsável por me fazer feliz e bem-sucedido.

Obrigado por todas as vezes em que fui privado de certos luxos e perdi grandes oportunidades, porque isso me mostrou como ser uma pessoa mais grata e consciente.

Obrigado, Deus, por nunca ter me entregado nada de mão beijada, por ter me ensinado a lutar pelas coisas que desejo e por me preparar para as bênçãos no futuro. Eu sei que nem sempre agi com gratidão, quando as coisas não aconteciam de acordo com minha vontade, mas agora eu entendo que cada dificuldade por que passei me tornou quem eu sou hoje.


De todas as coisas pelas quais tenho que agradecê-lo, Deus, hoje escolhi os dias difíceis porque, apesar de tê-los enxergado como algo negativo por muito tempo, hoje sei reconhecer o seu valor.

Hoje eu sei que apenas momentos difíceis poderiam me ensinar determinadas lições, e agradeço por todas elas.

Eu não enxergo mais as dificuldades como inimigas ou sinais de que o Senhor não se importa comigo. Pelo contrário, os tempos difíceis me fazem saber que o Senhor deseja o meu crescimento e que ele me motivam a apreciar ainda mais minha vida e trabalhar para crescer.

Obrigado, Deus, porque esses dias me fazem ser ainda mais grato por tudo o que tenho, eles me fazem olhar para mim mesmo com mais consciência e sabedoria, em busca de tudo aquilo que preciso mudar para ser ainda melhor e viver com mais alegria.

Obrigado, Deus, por ter me mostrado que nunca serei perfeito e que não há problema nenhum com isso, contanto que me comprometa a tentar ser melhor a cada dia. Obrigado por ter me ajudado a sobreviver a todas as dificuldades até hoje e por nunca ter saído do meu lado.

Obrigado pelas surpresas! Eu ainda tenho um pouco de dificuldade em simplesmente permitir que a vida aconteça, mas sempre que me liberto da necessidade de controle sou surpreendido positivamente.

Obrigado por sempre estar no controle de tudo e nunca desistir de me ensinar a ser alguém melhor.

Obrigado, Deus, por sempre saber a melhor maneira de me ensinar todas as lições que preciso aprender, o seu amor e cuidado comigo me motivam a acreditar em mim e a lutar por aquilo que eu desejo.

Obrigado por estar comigo nos tempos difíceis e por colocar em meu caminho tudo o que é necessário para que eu seja quem eu nasci para ser.

*Luiza Fletcher


Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa: Tim Savage/Pexels.

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Deus ainda lhe dará tanto que você não saberá como agradecê-lo

Deus ainda lhe dará tanto que lhe faltarão palavras para agradecer ou gestos para retribuir.

Ele lhe dará tanta felicidade, sucesso e completude que encherá o seu coração de gratidão e amor, e o fará querer compartilhar com o mundo toda a sua felicidade.

Prepare-se para as surpresas de Deus
Deus o fará mais feliz do que imagina. Ele transformará todas as suas lágrimas em sorrisos e toda a escuridão em luz. Ele o fará descansar em seus braços e lhe apresentará uma vida completamente nova, que você conquistou graças à sua fé.

Ele ainda lhe mostrará que as coisas melhores da vida estão para chegar e o fará abandonar todos os sentimentos negativos que o prendem ao passado. Ele renovará a sua forma de ver a vida e lhe mostrará que é sempre possível viver um amanhã mais feliz.

Também responderá a todas as suas orações, talvez não da maneira como você deseja, mas como ele sabe que você merece, e o capacitará com todas as forças de que você precisa para que possa conquistar todos os sonhos que definiu para si mesmo.

Deus ainda fará de você uma pessoa feliz por inteiro e que sabe dar valor a tudo aquilo que está ao seu redor.

Pode ser que não seja agora, mas Deus o fará enxergar, no momento certo, que ele sempre esteve ao seu lado, mesmo nos momentos em que você não era capaz de enxergá-lo. Ele lhe mostrará que sua fé sempre será recompensada e o ajudará a conquistar as coisas mais bonitas do mundo.

Tudo o que Deus faz tem um tempo para acontecer, todos os planos e bênçãos que envia para a sua vida chegam na hora certa, quando você mais precisa e merece, e se esse momento ainda não chegou para você, é porque ele está trabalhando para lhe entregar algo incrível que transformará a sua história e o fará ser ainda mais fiel e grato.

Não se desanime com os obstáculos nem com os problemas em sua direção, porque Deus estará ao seu lado em todos eles, e a cada passo dado você estará ainda mais perto de viver o que sempre desejou.

Deus vai lhe dar muito mais do que você espera, encherá a sua vida de bênçãos e preencherá todos os seus espaços vazios com tanto amor que lhe faltarão palavras para agradecê-lo.
Creia nessas palavras e continue fortalecendo a sua fé, porque a melhor fase de sua vida está a caminho.


*Luiza Fletcher



Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa: Brett Sayles/Pexels.

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Histórias iguais, páginas diferentes

E aí está você: colecionando milhares de tentativas nessa vida.
Algumas com final feliz, outras nem tanto.
Ou melhor, algumas com final que gostaria, outras nem tanto.
A vida acontece como a gente precisa, raramente como a gente gostaria.

Você é aquela pessoa que se emociona com os filmes.
Aquela pessoa que ouve um refrão bonito e trata de mandar para os amigos: “Ouve isso que demais!”
Eventualmente você compartilha algumas frases bonitas; é o tipo de coisa que te inspira.
Você é uma pessoa normal, não tem nada de muito estranho não.
Como qualquer pessoa normal, você gosta de tirar muitas fotos.
Um dia do céu azul da manhã, outro das frases nos cartazes colados nos postes.

E muitas vezes, muitas mesmo, você se pergunta sobre como as coisas acontecem na sua vida. Se questiona sobre a velocidade com que as coisas boas demoram pra chegar e sobre como vão embora rápido. Um metrô ou ônibus qualquer são lugares perfeitos para estes pensamentos te acompanharem. Você gosta de pensar.
Quando a dúvida te afoga, você conversa por horas com alguém que tem sua confiança. E isso te faz bem. Isso te alivia.  “Meu, sério, preciso falar com alguém se não vou explodir!”

Mas também, pudera, nosso ponto de vista nunca é tão bom que não possa ser completado por outro.

Você raramente se contenta com as coisas.
E isso tem um lado bom e ruim.
O bom é que você sabe que sempre pode melhorar alguma coisa. Você entende que se teve um dia bom, pode ter um melhor ainda amanhã. Você se inunda com uma vontade de ser feliz que é honestamente contagiante. As pessoas percebem isso na forma que dá bom dia. Seus amigos percebem isso nas músicas que posta. Sua família posta isso na forma que cuida e organiza suas próprias coisas.

O lado ruim é que você custa a se convencer que algumas coisas são apenas coisas, assim mesmo, indefinidas, rasas e genéricas, portanto, coisas. E então você procura motivos que justifiquem e muitas das vezes você se torna a sua própria ameaça. Então você começa a se ver como a pior pessoa desse mundo. Você se acha uma pessoa feia, desinteressante, transforma seus defeitos em monstros que te impedem de viver, se afunda em pessimismo gratuito e fica lá enquanto durar.

E normalmente isso acontece quando entra alguém na sua vida, seja você querendo ou não, você estando num momento “quando eu mais precisei”, “quando eu menos esperava” ou não.

Nossa vida é um eterno livro branco onde escrevemos páginas novas todos os dias. Às vezes aparece alguém pra gente ler sobre o que já escrevemos e nos ajudar a escrever algo novo, mas da mesma forma que veio, esse alguém vai embora. Às vezes tentando rasgar o que já escrevemos, às vezes tentando rasgar o que nem escrevemos ainda. Mas o nosso livro continua lá, intacto. E por mais que o machuquem, o que as palavras querem dizer estão dentro da gente.
Isso quer dizer que tem gente que aparece na nossa vida pra somar. E aí essa soma acaba. Então esse alguém vai embora. Mas nós continuamos lá: vivendo todos os dias, pagando todas as contas, dando todas as risadas, postando todas as músicas, indo em todos os lugares, nós continuamos lá fazendo a nossa vida continuar.

Acontece que tem vezes que encontramos pessoas iguais a gente mas que estão em momentos diferentes da vida. Existe alguma novidade nisso? Isso é algo que você não sabia? Mas por quê fazer do inferno uma das mais repetitivas fases da vida? Vidas iguais, caminhos diferentes. Histórias iguais, páginas diferentes.

O problema é quando você não se conforma e praticamente se mata para querer entender o por quê de algumas coisas acontecerem. Liga para deus e o diabo atrás de alguma palavra que te faça pensar: “ah, então é por isso”, mas você nunca, entenda, NUNCA vai encontrar. É que o entendimento depende de pessoa para pessoa. As experiências podem ser compartilhadas mas são intransferíveis.

Somos pessoas iguais consumindo as mesmas vidas de jeitos diferentes em diferentes momentos.
É isso que justifica o fato daquele seu melhor beijo da vida ter sido só mais um beijo pra alguém. Então se pra você foi o auge conseguir se entregar e transar com aquele alguém, pra este alguém, por sua vez, você foi só mais um momento pra colecionar.
Se pra você foi incrível planejar, fazer convites e a pessoa aceitar, incluir a vida dela em todos os dias da sua, e então vê-la sumir jogando tudo e todos pro alto, pra esse alguém você pode ter sido só mais uma série de momentos legais pra viver.
Não tem que querer entender nada. Não tem que procurar resposta pra porra nenhuma. E se ao procurar e supostamente encontrar como vai poder usar? “Ah, pelo menos vou saber como lidar na próxima vez!” Não vai saber merda nenhuma. Você pode até bater o pé e se garantir como alguém que não repete erros, até aparecer a chance de errar de novo. Sem contar que amanhã pode ser você quem vai transar por transar com alguém que espera te ver de novo sem você saber.

Você nunca vai saber quando vai gostar, muito menos quando vai esquecer. Você só vai viver.

O problema não é com você.
E nem de ninguém, na verdade.
Você é só mais uma pessoa ansiosa em viver a parte boa da vida, mas que depois se questiona quando não saem como o esperado. Você é só mais uma entre 100% de todas as outras desse mundo que agem da mesma maneira. Você é normal. Sua vida não é pior por isso e as coisas não dão menos certos pra você. São pessoas diferentes em diferentes páginas da mesma vida.

É melhor deitar com a companhia da paz do que de qualquer pessoa.

E aí está você: colecionando milhares de tentativas nessa vida.
E que bela coleção já tem, não?
Você já tirou alguma foto do céu hoje? Alguma frase num cartaz no poste?
Não vale gastar vida procurando culpados, é melhor aproveitá-la estabelecendo privilegiados e se preparando para os escolhidos.

por Márcio Rodrigues.
umtravesseiroparadois@gmail.com

terça-feira, 26 de novembro de 2019

Sim, a vida realmente é um sopro...

Sobre a vida, Os acontecimentos diários estão sempre nos lembrando que ela passa. Não nos prepara para o seu fim, não nos avisa o que, ou quem vamos perder. Sobre o próximo instante não sei dizer, mas neste momento, no agora que nos pertence, que saibamos valorizar quem amamos, que saibamos apreciar e desfrutar de tudo que nos é dado pelo amor em atos e palavras. 

A gente pensa que tem vida longa. Não, não temos. Tudo acontece em uma fração de segundos, e nem sempre temos tempo para dizer e fazer tanta coisa que a gente não disse, que a gente não fez. Ame, perdoe, viva, agradeça, e não perca um só minuto com aquilo que não te faça florescer por dentro. 

Não se alimente daquilo que não faz bem ao seu coração, não se prenda ao ódio, a falta de perdão ou ao rancor. Mas se queira bem, e faça o bem também. Daqui nada se leva, e a única coisa da gente que resiste ao tempo nessa terra, são as boas sementes que um dia plantamos, gerando frutos no coração de quem muito nos amou e valorizou.


*Cecilia Sfalsin

segunda-feira, 25 de novembro de 2019

Pedir perdão é bonito, mas evitar machucar as pessoas é lindo demais

É verdade que não podemos ficar apenas pensando nos outros, a ponto de sermos negligentes para com a nossa própria vida. Somente conseguimos ajudar o outro quando estamos bem, quando estamos fortes, ou seja, priorizar tão somente alguém lá de fora acabará por deixar o nosso interior oco, desequilibrado e enfraquecido.

O mundo carece de empatia, é fato. Poucos conseguem se colocar no lugar do outro sem julgar histórias que não são suas. Poucos são capazes de enxergar além do próprio umbigo. É lógico que o cotidiano estressante e atarefado a que nos submetemos fatalmente nos deixa cansados e adoecidos, incapazes de dar uma olhada além de nossas vidas. Acumulamos cansaço e fadiga, o que nos tira forças para agir além do que é compromisso pessoal.

Nesse contexto, vamos agindo feito robôs, ligados no automático, passando pelas ruas sem notar, passando pelas pessoas sem ver, vivendo sem sentir. As tarefas diárias e os compromissos obrigatórios tomam conta de nossos dias e, com isso, mal temos tempo de descansar ou de passar um tempo com nossos queridos. Que dirá termos tempo de perceber algo ou alguém que não faça parte de nossa vida. Nessa toada, infelizmente, muitos de nós ficamos cegos frente aos sentimentos dos outros.

Não podemos nos esquecer dos outros, não podemos deixar de notar as vidas além das nossas, não podemos enterrar nossos sentimentos sob o peso das atribulações diárias. Ou isso, ou acabaremos machucando as pessoas, ferindo os sentimentos alheios, tornando-nos cada vez mais insensíveis, mais distantes, menos afetuosos, menos gratos, menos gente. É preciso manter aqui dentro todo o afeto, todo o amor, todo o sentimento do mundo, ainda que lá fora chova, escureça, seja infértil, inóspito e cruel.

Se você absorver o que for pesado, insosso, o que for ruim, não terá nada além disso para devolver ao mundo lá fora e acabará ferindo e magoando as pessoas sem razão. E a grande maioria delas não tem nada a ver com isso. Evite carregar aquilo que não tem serventia alguma, para não ter que ficar pedindo desculpas o tempo todo. Porque pedir perdão é bonito, sim, mas evitar machucar as pessoas é lindo demais.


*Marcel Camargo

sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Uma única escolha pode mudar o curso da sua vida

Se não está feliz com a vida que tem levado, talvez seja a hora de fazer novas escolhas.

Diz o ditado que a cada escolha uma renúncia. Mas eu acrescentaria que, a cada renúncia, tem sempre um ganho também. Porque existem sempre prós e contras em tudo e para tudo nessa vida.

Então, vamos falar de escolhas? Vamos falar de decisões que precisam ser tomadas mas que são sempre adiadas? Você, melhor do que ninguém, sabe o que tem te deixado triste e frustada (o), e sabe também que muitas situações poderiam (e podem) ser diferentes se você tiver coragem de fazer uma nova escolha.

Eu sei que existe um número de telefone que precisa ser deletado dos seus contatos para que você não corra mais o risco de continuar perdendo sua dignidade e cometendo os mesmos erros, de novo e de novo.

Eu sei que existe um sonho, uma vontade que faz seus olhos brilharem e o seu coração bater acelerado, e que para se tornar realidade, só precisa que você decida agir, que você escolha fazer acontecer.

Eu sei que muitos de vocês estão insatisfeitos com o trabalho atual e querem uma mudança mas, se esquecem que para isso acontecer, uma escolha deve ser feita.

Eu sei que muitos vivem relacionamentos, casamentos falidos, infelizes, tóxicos e muitas vezes abusivos, e não conseguem ver uma luz no final do túnel, mas permita-me gentilmente lembrá-los de que para liberta-se, para se salvar, para escrever uma nova história, é preciso fazer e escolher diferente. Infelizmente, as pessoas pensam que talvez seja tarde mais, mas eu acredito que enquanto há vida, há esperança e possibilidades.

Portanto, ainda dá tempo sim !

Todos os dias são novas chances, novas oportunidades para que você faça uma nova escolha.

Por isso faça o que ninguém pode fazer por você; cuide-se, se ame, queira se fazer feliz, e opte por escolhas que te levem a um lugar de paz, de plenitude, de segurança, de amor, de prosperidade e de abundância.

Só depende de você!


*Wandy Luz

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Que a gente descubra que é maior que aquilo que nos faz mal

Há um livro que gosto muito que se chama “O ano do pensamento mágico”. Ele é o primeiro de uma série de dois livros (o segundo se intitula “Noites azuis”), e conta a história real da autora, Joan Didion, do momento em que subitamente perde o marido _ tomando vinho durante o jantar _ até o ponto em que tem que reorganizar e refazer toda a sua vida sem ele. Paralelo a isso, uma nova etapa tem que ser vencida quando a única filha do casal vem a falecer de uma doença rara e desconhecida.

O livro é uma pancada de realidade nua e crua, e nos leva a refletir sobre o sentido de continuar vivendo e buscando alternativas quando todo o norte de nossas vidas se vai. Logo no início do livro, as frases iniciais dão o tom exato dessa narrativa: “A vida se transforma rapidamente. A vida muda num instante. Você se senta para jantar e a vida que você conhecia acaba de repente”.

A vida se transforma a todo momento. Nossos dias são bagunçados continuamente, e temos que resistir de alguma maneira. Temos que atravessar nossas bagunças diárias para alcançarmos a porção de nós que ainda conserva a calmaria e a paz. A porção de nós que é um rio de águas mansas, apesar de todo barulho do lado de fora.

Todos nós, com raras exceções, já passamos por sustos _ pequenos ou grandiosos_ assim. Viradas bruscas no curso de nossas existências que nos abalaram por completo no início, mas que depois nos permitiram reavaliar o chão em que estávamos pisando.

Alguns lutos são maiores que outros. Mas ainda assim, existe uma semente, enterrada bem no fundo de nosso cerne, que pode florescer novamente. Essa semente tem voz, e nos fala que somos capazes de encontrar algum resquício de sentido no meio de tantas perdas, dificuldades e falhas.

Talvez você goste de cantar, talvez prefira pedalar. Pode ser que goste de escrever, ou de alguma forma escolha ler. Talvez você se encontre ajudando alguém, talvez perceba a sorte que tem.

Descobrir a porção intacta de nós mesmos leva tempo e algum auto conhecimento. Mas ela está lá, esperando ser explorada, como um estepe para momentos vazios.

A porção intacta representa o combustível na hora de virar o jogo. A força por trás de toda dor, capaz de nos levantar de novo. A esperança, nos bastidores da tristeza, capaz de nos impulsionar para outros voos. O desafio de nos tornarmos o melhor que podemos ser com o pouco que restou.

Que a gente descubra que é maior que aquilo que nos faz mal. Que a gente tenha esperança mesmo quando a vida toma um rumo diferente daquele que a gente pensou que pudesse ser o nosso final. Que a gente aprenda que todos temos uma porção intacta, e é através dessa porção que podemos recomeçar de que jeito for. Que a gente não perca a fé, mesmo quando tudo não conspira a nosso favor. Que a gente encontre o cerne de toda alegria e o centro de toda poesia. Que a gente esteja aprendendo continuamente, e resistindo bravamente. E que a gente consiga voar, mesmo quando o mundo parece desabar…

*Fabíola Simões

Para adquirir o livro “A Soma de Todos os Afetos”, de Fabíola Simões, clique aqui: “Livro A Soma de todos os Afetos”

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Ouça o que uma mulher tem a dizer

Sabe, ela não precisa tanto de você quanto imagina.
Ela sabe muito bem se virar se você resolver não ligar mais pra ela.
Ela vai chorar pra caramba sim, mas vai saber superar e se sentir bonita mais rápido que você.
Antes de você aparecer, ela já sorria.
Você precisa mais dela do que ela de você.
Hoje ela assume posições importantes não só na sua casa como forma de mãe, mas no mundo todo como forma de mulher.
Ouça o que uma mulher tem a dizer.
Você não precisa concordar com nada escrito aqui, mas só tente ouvir o que uma mulher tem a dizer.
Ela vê as coisas de um jeito diferente do seu. Ela consome a vida de um jeito diferente. As dificuldades e felicidades não são iguais as suas. Nem sempre ela tem razão, é bom deixar claro; essa vida não é uma disputa, mas você sempre vai acertar se escolher ouvir o que ela tem a dizer. Ela pode dizer a mesma coisa mil vezes, mas talvez se você souber ouvir o que ela tem a dizer ela precise só de uma vez.

Ouça o que uma mulher tem a dizer.
A música diz que quando a gente gosta é claro que a gente cuida, mas você sabe o refrão ou sabe o que fazer?

Poucas coisas na sua vida te dão mais prazer do que dar prazer pra uma mulher; do que saber que ela sente prazer por você. Você sabe que é uma felicidade do caralho saber que tem alguma mulher “pagando pau” pra você. Você se gaba e se orgulha para os amigos. Só que você é um coitado ao se exibir assim. Mal sabe você que esta mesma mulher de quem se orgulha e talvez comente como um troféu, pode estar neste mesmo momento vivendo outra experiência com outra pessoa enquanto você ainda fala dela. Mal sabe você que é mais fácil ela te esquecer do que você esquecê-la. E você sabe do que estou falando. A diferença é a pose de pessoa durona que assume, já ela, ela prefere assumir que está em ruínas, então ela posta uma música triste ou compartilha um texto para preencher o peito. Você até faz as mesmas coisas mas tenta ao máximo disfarçar, tenta ao máximo não demonstrar fraqueza, como se essa fraqueza te fizesse alguém pior.

Ouça o que uma mulher tem a dizer.
Ouça e perceba como é boa a sensação de ter a atenção de uma mulher. Perceba como sua postura muda quando fala com uma mulher.
O ponto todo aqui não é mostrar quão frágil é uma mulher e que por isso deve ser ouvida, mas sim, que você será mais inteligente e viverá mais feliz se souber ouvir o que uma mulher tem a dizer; que você só tem a ganhar do que perder.

Conte menos da sua vida e pergunte mais sobre a dela.
Demonstre que se preocupa. E nem precisa usar palavra bonita, só precisa usar o coração. Saiba demonstrar interesse se mostrando uma pessoa interessante. Não é necessariamente da sua palavra que ela precisa ou das suas ideias sobre o que fazer, mas talvez de cinco minutos das 24 horas do seu dia que possa dedicar exclusivamente pra ela.

É preciso falar quão bem você pode fazer pra uma mulher se souber elogiá-la quando sentir que deve?
“Ah, mas não sei o que dizer e nem como” – mas você sabe muito bem O QUE NÃO dizer e COMO NÃO DIZER, daí você vê como pode fazer.
E pensando bem, quer saber? Ela nem faz tanta questão assim dos seus elogios. Você vai ser a melhor pessoa e já vai fazer o maior bem se já souber respeitá-la.

Uma mulher não só te faz bem sendo a boca que você beija ou o corpo com quem transa – e se pensa só isso, você é idiota -, uma mulher é alguém diferente de você e que pode te ajudar de um jeito que talvez nenhum amigo seu consiga. Não é ela que precisa de você, é você que deve perceber todo o bem que ela pode te fazer, muito além do que você pode imaginar.

Ouça o que uma mulher tem a dizer.
Deixa ela te contar, do jeito dela, como foi o fim de semana.
Presta atenção nas vezes que ela toca o cabelo para te contar alguma coisa. Olha pro olho dela. Conte as vezes que ela sorri entre uma palavra e outra, nem que seja para zoar da sua cara no meio do assunto.

Ouça o que uma mulher tem a dizer.
Ouça todas, seja sua mãe, amigas, chefe, qualquer uma delas.
Você não precisa concordar com o que ela diz, mas você bem que poderia ouvir mais o que ela tem a dizer.

Ouça o que uma mulher tem a dizer.

Sabe, ela não precisa tanto de você quanto imagina.
A magia de ouvir o que uma mulher tem a dizer é que ela pode te transformar. O jeito que ela vê, pode te renovar; o tom que ela diz, pode te salvar.

Ouça o que uma mulher tem a dizer, Márcio Rodrigues. E todos os outros  homens.



*Márcio Rodrigues.
mrs.contato@gmail.com

“A lenda do fio vermelho”: emocione-se com esta belíssima lenda oriental

Há uma antiga lenda oriental que diz que as pessoas que estão destinadas a se conhecerem têm um fio vermelho invisível amarrado a seus ded...