quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

Entenda: se o outro não mudou por amor, não mudará pela sua dor


Quando nos agarramos a alguém que não pertente à nossa vida, podemos nos iludir pensando que o sentido da nossa felicidade ou até mesmo de viver é graças a ela e nos enganamos pensando que a vida deixaria de ser prazerosa, perderíamos o rumo e os sonhos - mas isso não é verdade.  ⁣

Por mais que seja tentador acreditar que o outro vai perceber os erros e faltas que vem cometendo e mudar, isso dificilmente acontece. Ser honesta consigo mesma é essencial. Se você tentou conversar e mesmo assim nada muda, é preciso considerar os custos de ficar: o custo para seu bem-estar emocional e psicológico, o custo para sua autoestima, o custo para seu senso de identidade e o custo para seu futuro.⁣⁣

Segurar alguém que deveríamos deixar ir gera muita dor, além de angústias e preocupações. Pensamos que  soltar vai nos causar muito sofrimento, e novamente podemos nos enganar pensando que custou tanto conseguir e que nunca iríamos encontrar substituto.⁣⁣

Relacionamentos perfeitos não existem. No entanto, confiança, respeito e um sentir segurança física e emocional são os fundamentos básicos de um relacionamento saudável e não devem ser negociáveis. ⁣⁣

Você não deve aceitar menos que alguém que:⁣⁣

- Faz questão de mostrar que você é importante;⁣⁣

- Se interessa por você e por sua vida;⁣⁣

- Te ajuda a superar suas fraquezas;⁣⁣

- Te ajuda a enfrentar seus medos;⁣⁣

- Se preocupa e sente empatia;⁣⁣

- Faz de você uma prioridade;⁣⁣

- Encoraja seus sonhos;⁣⁣

- Te dá valor;⁣⁣

- Te respeita;⁣⁣

⁣⁣

Não adianta esperar atitude de quem não tem. Saiba a hora de deixar partir quem te machuca.


*Thiago Sian Andriolo

Sobre os ciclos e recomeços da vida…

Nossa vida é uma eterna construção, mesmo quando erramos, algo está sendo construído. Toda construção requer tempo e mais do que qualquer ou...