segunda-feira, 18 de maio de 2020

Mais vale mil pedras no caminho que uma no sapato

O seu sapato novo ficou bonito pro mundo, mas fez nascer bolhas em seus pés. Comeu seu calcanhar e sua alegria. Transformou seus passos rumo ao crescimento profissional e pessoal em sofrimento. Sabe por quê? É que pessoa errada é igual a sapato apertado. Pessoa errada sempre machuca.

A pessoa errada quase sempre é um lobo em pele de cordeiro. É ouro de tolo. É cristal que se acha diamante.

Na ânsia de calçar algo que possa abraçar nossos pés cansados e carentes, a gente se apequena para caber onde não cabe.

Aponta a pessoa errada e afirma pro coração (e depois pro mundo) que finalmente encontramos o amor da nossa vida. A realidade, entretanto, é outra. Quando escolhemos de forma equivocada, andar pra frente se torna doloroso.

Relações disfuncionais já começam assim desde o começo, apesar de aparentemente bonitas, elas trazem muita dor.

E essa dor só vai aumentando com o tempo ou melhor, a cada novo passo dado.

Em uma relação saudável o outro se importa com você e se anima com suas conquistas, depositando em ti uma confiança cheia de cumplicidade.

Em uma relação saudável, junto do ser amado, você sente alegria e contentamento, não medo e dor.

A felicidade pelo outro é uma forma de amar. O respeito e a admiração também. Quando a admiração e o respeito desaparecem pode ter certeza que o amor já partiu faz tempo (se é que um dia esteve presente).

A pessoa errada quase sempre é um lobo em pele de cordeiro. É ouro de tolo.

É cristal que se acha diamante. Apesar de muitas vezes essa pessoa ser uma graça para os outros, a verdade sobre ela só sabe quem compartilha de sua dolorosa intimidade.

Esqueça daquele encaixe gostoso e satisfatório quando o parceiro não é o seu número.

Nem adianta insistir.

Sapato apertado a gente não tem que sustentar no pé achando que vai ficar confortável.

Sapato que machuca e que faz sangrar a gente tem que tirar do pé, custe o que custar.

Quanto tempo você vai insistir em dar passos doloridos à frente junto da pessoa errada?

Dê-se o deleite de andar descalça sobre uma grama verde.

Não importa quanto esse sapato custou. O lugar dele é bem longe dos seus pés.

E não se esqueça, só volte a calçar um novo sapato quando ele se encaixar perfeitamente em você. Quando for gostoso caminhar com ele. Quando esse sapato vir para aliviar o desconforto da vida e te trazer alegria, amor e contentamento.

*Vanelli Doratioto

Sobre os ciclos e recomeços da vida…

Nossa vida é uma eterna construção, mesmo quando erramos, algo está sendo construído. Toda construção requer tempo e mais do que qualquer ou...