sexta-feira, 10 de junho de 2016

É sorte ou propósito?

Por que há coisas que nós concluímos e outras que deixamos pelo caminho?

Por que existem objetivos que concretizamos e outros não?

Por que poucas pessoas têm a possibilidade de acordar de manhã e fazer aquilo que gostam?

Você pode creditar à sorte, mas o que diferencia as pessoas que têm sucesso é a maneira como elas pensam e agem em direção a seus objetivos.

As pessoas comum olham para os seus sonhos e começam a pensar no que será necessário para realizá-los. Limitam-se pelas próprias crenças sobre si mesmas e sobre suas possibilidades. Basicamente, justificam sua inércia com coisas do tipo: “Eu não sei como fazer isso”, “Eu não tenho recursos”, “Não consigo quem me ajude” ou “Eu não sou assim” – e param. Abortam seus sonhos porque não os transformam verdadeiramente em objetivos.

Já as pessoas de sucesso têm as mesmas possibilidades e as mesmas dificuldades, ou até maiores, sonham, como todo mundo sonha, mas se entregam ao seu propósito. E diferente das pessoas que não obtêm sucesso, elas vão adiante e não há nada que lhes impeça, porque têm um objetivo inspirador ou realmente necessário, porque se não for  necessário em determinadas circunstâncias ou algo que lhe inspire a ser ainda melhor, qualquer desculpa serve para abandonar as metas. Mas todas as metas são necessárias quando se tem propósito.

Com um objetivo realmente inspirador, não há desculpa que impeça sua concretização. Nas situações em que qualquer outra pessoa pensaria duas vezes, as pessoas de sucesso avançam e tomam as rédeas do seu destino. Elas também dizem: “Eu quero fazer isso, mas não sei como”. Porém, ao invés de parar, elas completam: “Então meu trabalho é aprender”. Elas transformam suas limitações em trabalho a fazer, em algo a construir, a fazer acontecer. Ou elas se espelham nas pessoas que admiram e buscam tornar-se melhor, tornar-se uma pessoa capaz de realizar aquele sonho.

O fato é que as pessoas de sucesso gostam daquilo em que têm sucesso, e, apesar dos esforços exigidos, da disciplina, consistência e foco necessários, elas veem seu objetivo como uma recompensa apaixonante e fazem do seu trabalho algo divertido para elas, algo que lhes dá prazer. Elas acordam de manhã com vontade de viver e de ter novas experiências, veem a vida de um ponto de vista positivo, proativo e responsável e sabem que têm o poder e a capacidade de ser e fazer o que quiserem.

Elas conhecem o verdadeiro propósito por detrás do objetivo que definiram. Sabem os motivos pelos quais querem chegar a ele. E esse propósito refere-se à causa, àquilo em que acreditam, às razões que os fazem levantar de manhã. Coisas como lucro são apenas resultados, valores meio e não valores fins.

Pessoas de sucesso são aquelas que já chegaram a um ponto de maturidade em que sabem que duas coisas podem mudar suas vidas: o foco em suas ações e as mudanças necessárias para se tornarem pessoas melhores, mais otimistas, mais confiantes. Porque elas sabem que podem crescer.

Você pode tornar-se o tipo de pessoa que você precisa ser para chegar à sua vida ideal. Pode começar hoje, vivendo pelos seus maiores ideais, seu mais elevado senso de si mesmo. Quando você cria obstáculos na sua mente, ou utiliza as pequenas ou grandes circunstâncias da vida como argumento para não seguir seu propósito, está na verdade resistindo à responsabilidade única de ser exatamente quem deve ser. E se você ainda não tem ideia de quem deve ser, é hora de se conhecer melhor.

Pare com as desculpas e programe seu passo a passo, para desenvolver as habilidades e competências para realizar seu sonho. Você tem muita coisa a fazer.

*Por: Jeanine Guedes
Coach de Vida e Carreira, Jornalista, Especialista em Comunicação Social e Mestra em Educação

Na vida, sempre podem aqueles que acreditam que podem

Podemos ver a vida como uma luta ou como uma oportunidade, tudo depende da abordagem, há aqueles que sentem que precisam lutar continuamente...